A ARTE DE DEO C’SAR – Lilith & O Corvo.

Por Deo C’sar

LILITH

Lilith Clay criada por Robert Kanigher – DC comics

Tive uma dificuldade inicial em desenhar essa personagem, – uma feiticeira num ambiente Celta é o que me foi proposto – porém só quando deixei-me levar pelas sensações é que ela surgiu. E pude perceber, depois, que cada elemento por mim colocado teve um significado atém, mesmo místico.

Nasceu no mês de março, mês esse dos nativos de Peixes da astrologia. Leia o que vem a seguir, e depois reflita se não é a fotografia desta saudosa Titã:

“Pisciana de delicada sensibilidade , graciosa e quase etérica, sonhadora e profunda em suas reflexões, parece viver fora da realidade e que não lhe importa o mundo ao seu redor. Porém, pode se suceder que Peixes dê, também, no aspecto físico, um tipo distinto e oposto em sua expressão.

Bondosa, criativa e inteligente. Se tem um objetivo é capaz de perseguí-lo com todas as forças até alcançá-lo. Não costuma guardar mágoas e perdoa com facilidade. Pode sonhar com dor e sofrimento porque tem um espírito muito humanitário, mas o amor não fica de lado. Os sonhos premonitórios também marcam presença, já que a sua mediunidade costuma ser muito acentuada.

Sentindo e pressentindo o que ainda virá, e o que já foi, tentando ensinar ao mundo a lição de todos somos partes de um mesmo organismo, que não há separação.”

Esta ilustração nos remete também Lilith representando A Temperança, uma das lãminas do Tarô – Significa  a pessoa que atingiu uma estabilidade maior. Que conquistou um status, ou seja, conseguiu integrar um jogo de personagens dentro do seu ambiente, podendo atuar exercendo seus dons. A tarefa passa agora a ser de cuidar de outras partes que ficaram em desequilíbrio. Em busca de temperar melhor a vida.

O CORVO

Eric Draven criado por James O’Barr – originalmente lançado na Caliber Comics

Talvez tenha sido o filme do momento que me levou a usar este personagem… mas comecei a criar esta ilustração do Corvo como um exercício para o uso de pena com nanquim…

Fiz um mix do visual apresentado nas sequências; vesti-o com minhas botas, meu casaco de couro… e meu corte de cabelo. E quem sabe, inconscientemente, até o meu olhar!

Usei duas fontes de luz: uma superior direita vindo do luar e a outra mais forte vindo de uma explosão, ao fundo, criada do seu estalar de dedos.

IMPORTANTE: Nesse último dia 1o de março o mundo perdeu um de seus maiores mestres da arte sequencial ainda vivo, Jean Giraud, o Moebius, durante todo esse mês, nós aqui do Santuário homenagearemos esse que foi um dos maiores artistas do século XX e XXI e para começar, vocês podem acompanhar um texto sobre a vida e obra do francês virtuoso no blog: QUADRINHOS PARA QUEM GOSTA.

About these ads

Sobre Santuário O Santuário

EU SOU A FONTE!

Publicado em 12/03/2012, em Sem categoria e marcado como , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 34 Comentários.

  1. Muito bom os desenhos!
    Parabéns!!

    Curtir

  2. marcos vasconcellos

    Mão que corre firme, certa, e o desenho surge como de um sonho da minha juventude. É tão mágico quando descobrimos que tudo que se oculta por sob a veste triste da realidade, pode surgir recriado como por um passe de mágica – Abracadabra! e as mãos de Cesar tomam vida e fazem , senão um mundo melhor, um mundo aonde os deuses descem ao nosso Parnaso cotidiano para nos levar para aventura de estarmos vivos! Parabéns mesmo Cesar !

    Curtir

  3. Valeu mesmo pelo link para nossa matéria sobre o grande Moebius! Uma perda imensurável para os quadrinhos, sem dúvida…

    Curtir

  4. Melhor do que ver trabalhos maravilhosos é poder sentir o envolvimento do artista no parto de sua obra. Impressionante o detalhamento, as referências e o domínio da técnica… Vida longa ao virtuoso que nos brindou com traços preciosos e texto envolvente!

    AVE CÉSAR!

    Curtir

  5. Os desenhos do Cesar são lindos… Tem um estilo próprio, que me lembra o Jerone Lereculey. Sem falar que o desenho da Lilith foi um presente à minha pessoa… lol… Abraços.

    Curtir

    • Adorei sua presença aqui, querido Tar!
      Como eu citei no artigo, a proposta foi sua no qual eu desenvolvi esse seu presente de aniversário essa Mística Lilith…
      Então de certa forma os créditos também são seus por ela existir!!!
      Obrigado!

      Curtir

  6. Tamara Clay

    Há muito de magia na vida… Li os dois posts… os desenhos são maravilhosos e a visão dos piscianos quase perfeita… afinal sempre há alguns de nós que somos a ‘exceção’ a regra… acho sou uma dessas… mesmo assim esse lado místico tbém é muito forte em mim… e vc Deo, maravilhoso, como sempre… beijo.

    Curtir

    • Os piscianos sempre transitam entre o fundo das águas, sejam elas lípidas ou lamacentas. Mas visualize Tamara, como Lilith liberta o peixe para que ele possa criar Asas e libertar-se de qualquer sofrimento, muitas vezes a ele mesmo imposto!
      Beijos querida!

      Curtir

  7. Tão bom ver um desenho de uma antiga e saudosa amiga aqui, que Gaia a tenha onde estiver! O Corvo eu também amei e olhando a relação de luz e sobras dele me deu vontade de ver algo colorido seu!!! Seu traço é bonito, moço,

    Curtir

    • Que privilégio ter uma deusa comentando minha arte… Weber Carvalho vai babar quando ver isso!!…kkk
      Mas com certeza Lilith está bem acompanhado contigo!
      Pois é, esse Erick parece ter vida! Creio que não demorará muito de ter alguma pintura minha rodando por aqui…
      Obrigado!

      Curtir

  8. Parabéns pelo seu talento, os desenhos ficaram lindos!

    Curtir

  9. Lindos os desenhos, gostei do seu traço, estou impressionada com a luz no desenho do O Corvo! Quanto a Lilith essa é a personagem, nunca intendi aquele lance de colocarem ela naquele bande de pano e mais um capuz, fazer ela se teleportar e tudo, praticamente como uma substituta da Revena, muito forçado, ela perdeu a sensualidade natural e a beleza feminina, natural que acabassem com ela mais cedo ou mais tarde… Parabéns Deo C’sar.

    Curtir

    • Obrigado pelo prestígio, Bianca!
      E quanto à Lilith, quem sabe ela não volte… e queira os Céus de uma forma mais feliz!

      Curtir

  10. Muito bom seu traço Deo C’sar.

    Curtir

  11. Muito bonito esses desenhos!!!! Ótimos traços… Um talento esse Cesar, hein?

    Curtir

  12. Alexandre.

    São dois momentos – e motivos – de apreciação. A arte, a beleza dos desenhos e o que inspirou, o que o artista deseja nos dizer.

    Muito bom, Deo C’sar. Espero ver mais de seu trabalho por aqui.

    Alê.

    Curtir

  13. Amei ver seus desenhos aqui no Santuário! Sou fã assumido do seu traço e sua inegável sinceridade ao buscar uma imagem: sempre atento aos detalhes e nunca satisfeito apenas em desenhar! Tudo tem um porquê! Parabéns Maninho!!! \o/\o/\o/\o/\o/\o/

    Curtir

    • Obrigado, querido!
      Pode ter certeza que cada criação é uma viagem… E Lilith foi uma das grandes… Passo os detalhes em OFF..rs

      Curtir

  14. Fred Bastos

    Sou da velha guarda, da Ebal e RGE, não participo dessa eração de criançcas de 35 á 40 anos que acham que Titãs é criação de Wolfman e Perez…rs Muito pelo contrário a Turminha Titã pra mim tem uma galera da pesada que muitas vezes agiam sem seus unifrmes e identidades secretas e a Lilith era a gata avançadinha e querida de todos (muito antes desse culto a Donna Troy) por isso foi muito gostoso vê-la aqui num desenho seu, cara. Apesar de que prefiro ela de shortinho Jeans (ah? Ah? Quem sabe numa próxima vez???) Parabéns!!!

    Erik Draven é o cara! não quero saber de ” Spaws” da vida, muito menos essa infinidade de outros mitos na cultura pop que vieram na sombra do sucesso desse cara. Adorei esse desenho também, a luz no desenho me encantou. Imagina uma arte sua colorida…

    Curtir

    • Fred Bastos

      E eu queria deixar aqui gravado meu pesar pela morte de Moebius, acredito que como vi o Venerável falar em outro siteque acompanho, é uma unanimidade como um mestre imortal! Eu concordo. (sou unanimidade também)

      Curtir

    • Valeu Fred,
      Bem, ela não perdeu a oportunidade de deixar as pernocas de fora… hehe
      A idéia inicial seria mesmo colorir, dando ênfase às chamas atrás de Erick Draven… Quem sabe!…rs

      Curtir

  15. Deo C´sar

    Bem, fiquei um pouco relutante em comentar aqui para não parecer piegas… mas não posso deixar de mencionar que é uma HONRA ter um pouco de minha arte aqui apresentada…
    Enfim, estar entre os “santos”!!!…rsrs

    Curtir

  16. Assim como os quadrinhos, o teatro e o ocultismo sempre influenciaram muito a minha forma de ver o mundo, meu caráter e meus gostos para literatura e cinema. Não tenho como não me encantar ao ver esse mesmo ocultismo impregnado nos seus desenhos de hoje.

    Ao ler ou acompanhar uma revista de heróis ou ficção, universos e personagens místicos me ganham na hora, com muito maior impacto que qualquer outra referência, agradeço ao Alan Moore por trazer isso ao Monstro do Pântano, criar o John Constantine e agregar personagens místicos distintos como Senhor Destino, Zatara, Doutor Oculto, Deadman, Vingador Fantasma e Etrigan no seu contexto na DC,

    Esse misticismo me encantou sempre, assim como Wolfman & Perez com a Ravena e antes disso no universo titânico a Lilith, que ao meu ver sempre foi tão bem retratada na sua mediunidade (?) ou paranormalidade por todos os autores que vinham utilizando dela desde a década de 70 até os anos 80.

    Por outro lado, na Marvel impossível esquecer de uma das melhores contribuições de Lee & Ditko ao mundo da nona arte: Doutor Stranho. E na Dark Horse, por Mike Mignola, meu amado HellBoy.

    O Corvo é e sempre vai ser uma das memórias mais interessantes que eu tenho da década de 90, e sua representação está um espetáculo a parte. (pena que a criação de tal personagem pelo autor teve como inspiração a morte da namorada)

    Obrigado Cesar, por compartilhar sua sensibilidade e talento conosco!

    Curtir

    • Obrigado, Vic, pela sempre inteligente e impecáveis observações.
      Creio que por trás de cada artista há uma imensidão de pecularidades, como: suas crenças, filosofias, vivências e compatibilidades.
      Características essas que são refletidas em sua expressão (Arte).

      Curtir

  17. Erotildes Vittoria

    eu amei os desenhos, são maravilhossos, sem dúvida..o talento dele é nato..merece todo aplauso DEO C’SAR

    Curtir

  18. Leticia Fiuza

    Eu amo o Corvo com todas as forças do meu ser. Sério. Já tive personagem chamado Eric Draven, e um dia, um dia terei um Corvo que pra mim é uma das aves mais belas e inteligentes do mundo. E pra quem conhece mitologia, principalmente a Celta, sabe que essa ave tem tudo a ver, e sua melhor representação é Morrighan, a rainha fantasma.

    Enfim, adorei os desenhos, linhos! Mas quem te propos Lilith num ambiente celta? Se eu não estiver errada, e creio que não, Lilith é um mito hebraico…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: