Novo ThunderCats: Nós prevemos…

Por Rodrigo  “O de vida eterna”  Broilo

Sabe quando você vê uma notícia e a primeira coisa que vem a sua cabeça é: “Medo!” (E a segunda é “Eike Absurdo”)? Essa é a reação que a notícia de uma novo desenho dos ThunderCats causou em muitos fãs do desenho oitentista que marcou toda uma(s duas) gerações de nerds, geeks e assemelhados, bem como seres normais e sociáveis.

Mas convenhamos que esse é o sentimento normal da maioria dos seres humanos quando algo ameaça mexer nas bases de nossas sagradas infanto-juventudes. Somos dominados pelo poder de Parallax e rejeitamos o novo, então abraçamos tudo, e como Larfleezes, gritamos “Meu!”. Como diria a filósofa Santa Paciência: “Fiel é phod@!”

Mas está na moda revisitar universos e histórias bem contadas para reescrevê-las, como num reboot, ou relaunch, ou restart (esse eu, particularmente, dispenso).

E foi assim com ThunderCats. Ou melhor, está sendo! (“Adoro Gerúndio! Acho Digno” Betina Botox).

O remake de ThunderCats, produzido pela Warner Brothers Animation, estreou no Cartoon Network Americano em julho passado. E está chegando ao seu sétimo episódio com críticas positivíssimas (abusando do superlativo absoluto sintético).

E está tudo lá. Snarf, Mumm-Rá, WillieKit e WillieCat, o quarteto da primeira temporada. Tudo no seu lugar. Claro, com uma pegada levemente mangá e com uma repaginada no ‘visu’, pois a moda retrô dos anos oitenta não está tão na moda assim. Panthro está maior e mais vestido, Lion-O abandonou o maiô (O maiô, apesar da terapia, passa bem), Cheetara está menos mulherão, enfim. É o que se faz para adaptar a coisa pra gurizada nova que tá começando a se perder por esse universo obscuro das artes nérdicas.

O sétimo episódio, que está pra estrear nos EUA, terá a participação dos SilverHawks? Lembra deles? São as influências dos anos 80 voltando com força!

Segundo críticas, o novo ThunderCats tem um roteiro bacana, bem contado e sem final clichê. A animação é normal, sem nada que seja muito apoteótico. O visual, os desenhos e as vozes parecem ser bem bacanas. Mas muito disso é o que dizem, pois eu só vi alguns teasers, que estão no youtube, já que por aqui o desenho só chega em 2012. Adivinha onde? No SBT, lógico, que arremata tudo o que é do Cartoon.

Quem sentir um gostinho desse novo Thunder? Sente aí!

O Santuário pressente que será bom para todos!

Quer saber mais sobre os personagens de Thundercats? Clique aqui!

Quer ler sobre o desenho clássico? Clique aqui.

Anúncios

9 comentários sobre “Novo ThunderCats: Nós prevemos…

  1. Gostei de algumas coisas. O visual da Cheetara tá interessante e o lance da seita lá de corredores (se é que é isso mesmo) também, englobando aí o Jaga. O visual do Lion-O é marromenos. Tem coisa mais elaborada no DeviantArt sem recorrer ao velho maiô, que mandou lembranças. Lion-O falando “Whiskers” o tempo todo é chato. Os Willys também ficaram legais. Eles fazendo “Nya, nya” para o Lion-O para aceitá-los no grupo é que ficou meio demais. Snarf mudo? É, pode até ser. Mas não me incomodaria em ter de volta os conselhos do Tio Oswald.
    O que não desce é Panthro com coque de samurai e SPOILER ALERT braços mecânicos END SPOILER ALERT (se é que alguém ainda não viu isso…), e Tygra com jeitão e visual de Han Solo. Até arma ele tem. A personagem foi totalmente desconstruída. No desenho antigo a postura dele era a de praticamente um conselheiro. Quem viu o arco no qual Lion-O tem que enfrentar todos os outros Thundercats (imperdível) tem a noção de como o Tygra foi mudado. No novo ele é um bonachão, um fanfarrão.
    A mudança pior foi a do Mumm-Ra ser um ser alienígena. Na verdade, pelo que entendi, todos seriam alienígenas naquele que agora é o Terceiro Mundo onde eles teriam caído. Mas mudaram tudo. Não tem mas a origem associada ao Antigo Egito. Mudar a origem de um dos melhores vilões que já apareceram na telinha é demais. É o mesmo que dizer que o Vingador é o filho do Mestre dos Magos…ops!
    Mas me pareceu que eles quiseram deixar o lance místico pra Cheetara e pro Jaga. Confesso que acompanhei mal, indo até o lance lá do livro no alto da torre. Acho que vi também uma armadura do Lion-O ou coisa assim.
    Enfim, isso é opinião de quem tava lá décadas atrás assistindo ao primeiro episódio da série original na programação de domingo da Globo. E velho reclama de tudo…rs

    P.S.; a trilha sonora do original é imbatível. Cada personagem tinha seu tema próprio. A do Panthro é a melhor. Os que quiserem tem no YouTube.

    Curtir

  2. Como “nerd ansioso” é uma redundancia e não sei se todos já assistiram, esse site tem os episódios q já saíram, com legenda:
    http://www.baixartv.com/download/thundercats-2011/

    Eu, particularmente, não curti esse visual meio mangá não. Os felinos e seus inimigos eram maneiros com aquele físico de fisiculturista que tb era a moda na California e em Eternia (He-man era uma mistura de surfista e fisiculturista) e influenciou toda uma geração de tomadores de esteróides anabolizantes- conheço muitos nerds que ficaram giga na década seguinte.

    Curtir

    1. Ué, panthro, glaucius (pai do lion), grune…
      São tudo com físico de fisiculturista e braços enormes. Não entendia sua reclamação

      Curtir

  3. Confesso que tremi na base ao saber que fariam a adaptação do desenho animado que mais amei na minha vida. Surtei quando vi as novas “caras” dos Gatos e ainda mais quando soube que o Snarf não falaria. Bem, passado o momento de negação e vontade absurda de esganar pessoas, comecei a pesquisar.
    Domingo, com meus dois grandes pés atrás, baixei os 5 episódios disponíveis e munida de um bom copo de coca-cola caso precisasse me acalmar, comecei a vê-los.

    De primeira esse visual não me agradou, mas fui vencida. Passei o 1º episódio a base de protestos e questionamentos, não direi aqui quais por que dariam spoilers, mas estava muito confusa e querendo chutar o computador. Não que estivesse achando ruim, longe disso. Eu gostei.

    E do 2º em diante, ainda questionando muitas coisas, comecei a me divertir mais. Chegando a pontos de dar vivas ou aplaudir quando algum person aparecia e (Vide Panthro dando as caras “UHU! CARACA!) indo às lágrimas como no episódio “Song´s of Petalars”.

    O desenho perdeu aquela aura mais séria que tinha no original, mas é compreensível. Os personagens continuam muito legais, apesar que eu sinto ímpetos de surrar o Lion-O. Vou acompanhar a série, com certeza.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s