Resenhado: Stormwatch #1

Por Rodrigo “One” Broilo

Começou!

Hoje foi lançado o primeiro numero de um dos novos 52 títulos do Novo Universo DC: o prometido Stormwatch!

E a edição começa no… ops, peraí… esqueci de ligar o alerta de fofoca…

ESTE ARTIGO CONTEM SPOILERS. OU SEJA, TEM UM NERD BABACA QUERENDO ESTRAGAR SUA SURPRESA!

Ok… Tudo certo… Prossigamos…

A edição começa nos mostrando o QG do Stormwatch, The Eye of The Storm, ou em bom Paninês “Olho do Furacão”, localizado no hiperespaço, e lá encontram-se os vigilantes a Engenheira, a pequena Jenny Quantum e Adam One (O Adão Um). Os três estão acompanhando as duas missões de Stormwatch em andamento: a missão na lua de Harry Tunner, o Eminência das Espadas, e a missão em Moscou do Caçador de Marte, a Projecionista e Jack Hawksmoor, que tentam encontrar convencer Apolo a se juntar a eles, mas encontram a resistência do mesmo; ao mesmo tempo que monitoram um estranho objeto no Himalaia. Até esse ponto os diálogos são muito “apresentativos” como é de se esperar em uma edição inicial onde novos leitores podem não conhecer todos os personagens.

Durante o encontro com Apolo ficamos sabendo um pouco dos poderes de cada um dos heróis: Jack consegue se comunicar com as cidades e manipular seus objetos, inclusive alterando sua direção, colocando-a “deitada”; Caçador de Marte continua com seus poderes telepáticos e sua habilidade de assumir diferentes formas; a Projecionista é a que parece ter, a principio, os poderes mais irrisórios, já que ela consegue acessar mídias e alterá-las com sua mente, poderes esses que ela revela não serem muito apreciados pela Engenheira, cujos poderes não foram muito revelados sobre sua pele metálica, mas aparenta ter uma espécie de contato com a estação espacial e assim consegue se comunicar com os membros da equipe.

Enquanto o trio perde Apolo, vemos Harry enfrentando… er… a Lua. Aparentemente, a lua está ganhando vida e atacando Harry, até que ele cai em uma caverna e perde seu contato com a nave. Dentro da caverna uma entidade em forma de um gigantesco olho revela ser uma força capaz de dar vida a matéria e acessa, através de um de seus tentáculos, a mente de Harry. Então descobrimos que o Stormwatch existe desde os início dos tempos, ao vermos diferentes equipes que já utilizaram esse nome. E vemos também uma sala com pessoas cujos rostos não aparecem que provavelmente são quem está por trás dessa equipe. A entidade então decide usar Harry como hospedeiro…

Enquanto isso, Adam e Jenny vão até o Himalaia localizar o objeto, um gigante chifre cheio de espinhos. Adam revela que está no mundo a séculos, e Jenny Quantum mostra um pouco dos seus poderes ao teleportar o enorme chifre.

De volta a Moscou, o trio volta a encontrar Apolo, e dessa vez Jonn tenta convencê-lo. Apolo então revela que o Caçador de Marte, fez ou faz, parte da Liga da Justiça. Jonn tenta convence-lo de como o trabalho dele pode ser maior se juntar-se a eles, quando os três são atacados… por Meia Noite, que convida Apolo a se juntar ele. E assim termina a parte um do arco The Dark Side, que nos apresentou a esse novo Stormwatch.

A edição tem um ritmo lento, até por que ela tem muito dessa intenção de nos apresentar os personagens. Porém o andamento das ações de Harry na Lua, de Jack, Jonn e a Projecionista  tentando convencer Apolo, com a interferência de Meia Noite, e a missão de Adam e Jenny com o misterioso chifre prometem render mais nos próximos meses.

NOTA: 8.

OS.: A misteriosa Observadora  da saga Flashpoint também apareceu nessa edição. Quer saber mais sobre ela?

Anúncios

2 comentários sobre “Resenhado: Stormwatch #1

  1. Apolo e Meia Noite, que são versões de Superman e Batman já tinham há muito conquistado seu espaço e ganhado personalidades e características próprias, ficando longe de serem “paródias” dos heróis da DC. Agora que todos vivem no mesmo universo, essa diferença deve ficar ainda mais marcante, mas sinceramente: olhando pra ele, vocês reconhecem algo de Superman e Batman ali? Eu não.
    E viva o casamento gay!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s