Capuz Vermelho e os Fora da Lei “Eu enfrentei a Lei e chutei a bunda dela!”

Por Venerável  “o garoto do Capuz Vermelho”  Vaughan

Resenha de Red Hood and the Outlaws #1  Tem SPOILERS                                                                                      SPOILERS                                                                                      SPOILERS

Quando inicialmente li que entre os novos 52 títulos da DC, seria lançada uma revista escrita por Scott Lobdell e chamada Red Hood and the Outlaws eu detestei de imediato. Primeiro porque o personagem nunca me foi carismático, nem pra mim nem pra muita gente, incluindo nessa lista os milhares de leitores que em 1988 participaram da promoção que a DC comics realizava no país do Tio San, onde por telefone você ligava (sem internet nessa época, lembram?) e votava a favor ou contra a morte de Jason Todd na fatídica história “Uma morte em família”, escrita por jim Starlin onde os votos a favor de eliminar o insuportável Robin II foram a maioria e assim, o Coringa explodiu o infeliz!!!

Além da baixa popularidade entre os leitores a outra justificativa para a morte de Jason foi a de que os leitores queriam que a cronologia oficial do Batman se aproximasse da visão alternativa dada por Frank Miller em sua obra-prima dos quadrinhos O Cavaleiro das Trevas. Nessa minissérie, Bruce Wayne deixou de ser o Batman quando seu parceiro Jason Todd foi assassinado.

Outra coisa que me desagradou foi o fato de usarem nessa revista com esse desgraçado, dois dos meus Titãs preferidos, Roy Harper o Arsenal e Koriander a Estelar. Pensava que se era pra se ter um título com esses ex Titãs, por que não usar os Titãs de forma icônica: juntos e sob a bandeira tradicional da equipe? Mas eu me surpreendi. Não é mais só o universo dos mutantes da Marvel que defende o conceito de evolução das espécies proposto por Charles Darwin como parte fundamental da vida. Esse novo universo dos quadrinhos sofreu transformação, afinal, ou você se adapta ou morre, nesse mundo editorial de sobrevivência do mais forte. E Capuz Vermelho e os Fora da Lei veio pra vencer!

Pra os novos DEVOTOS do Santuário que nunca ouviram falar desse  personagem e também para os leitores de velha data mas que não acompanharam com interesse a saga do Cavaleiro das Trevas, nos últimos anos, Jason Todd é o segundo Robin, morto pelo Coringa muitos anos atras e trazido a vida em 2005, com explicações (estapafúrdias) dadas em Crise Infinita – outra das mega sagas DC – descobrindo que mesmo muitos anos após ter morrido, seu crime não foi vingado por Batman e esse não tinha remorso por ter poupado a vida do Coringa ele se torna o Capuz Vermelho – identidade curiosamente utilizada antes pelo próprio Coringa antes de escolher sua alcunha icônica e definitiva –   e  desde então agia como um vilão e depois anti-heroi. Admito que o Judd Winnick conseguiu me fazer ter algum interesse pelo personagem em sua passagem pela minissérie que reestabeleceu o pequeno delinquente – agora já mais crescido – na antiga cronologia.

A revista começa com um audacioso resgate do Arsenal – antigo ex parceiro do Arqueiro Verde e Titã fundador – de uma prisão no Qurac onde está prestes a ser executado.O diálogo entre os dois durante a fuga nos esclarece que ambos já estavam trabalhando juntos antes desse início. Nas primeiras páginas da edição, temos um revezamento da narrativa , entre os três protagonistas, servindo como apresentação de cada um, de suas personalidades e mostrando  na narrativa pessoal dos personagens como determinado Fora da Lei, enxerga os outros dois colegas. Desnecessario dizer que a parte onde Jason narra seu ponto de vista da ação  a narrativa visual é absurdamente quebrada e insólita como sua personalidade, tendo o  fantástico trabalho do novo desenhista Kenneth Rocafort nessa, espero eu, longa estrada.

Koriander , a Estelar foi apresentada na edição com muita propriedade, vinda de uma sociedade alienígena e  tendo aprendido no seu planeta natal que não há vergonha na exibição da nudez, que a sexualidade é algo totalmente natural e sendo seu corpo sua propriedade, é natural que totalmente livre de inibições e códigos de conduta terráqueos, impostos por Dick Grayson – o Asa Noturna  – durante seus anos com os Titãs ela se deite com quem quiser na hora em que quiser, tendo sim, seus escolhidos amantes.  Um ponto muito interessante nessas narrativas exclusivas de cada personagem, nessa edição, é ver como Kory enxerga os humanos. No fim do primeiro capítulo desse arco que tem por nome o título dessa resenha, Jason parte em uma missão de vingança pelo assassinato de toda organização que o treinou após seu retorno do mundo dos pés juntos.

Esses novos Foras da Lei, lutam como mercenários , chutam muitas bundas por onde passam, afinal tem um maníaco sociopata como líder e não tem um quartel general, como o próprio Lobdell já havia mencionado que seria. A química entre o Capuz Vermelho e Arsenal é tamanha que me levou a pensar por que isso não foi tentado antes. O escritor nos prova que todo o passado deles com os antigos Titãs está muito bem preservado. E ao que tudo indica, como pode ser lido em alguma entrevista dada lá fora por Lobdell para algum site especializado, ele queria ter a Ravena na revista mas ela estava indisponível para o escritor no momento…hum.Outros Titãs naturalmente participarão, além de novos personagens, afinal, a incapacidade de se adaptar e de se transformar inviabiliza a evolução! E somos privilegiados de podermos testemunhar algumas delas nas nossas revistas amadas.

Salve Lobdell, muito bem vindo a bordo, cara!

Nos encontraremos na edição 2 aqui mesmo em 30 dias e daqui a uma semana: Arquivo do Cadmus com a ficha do  Capuz Vermelho.

Anúncios

3 comentários sobre “Capuz Vermelho e os Fora da Lei “Eu enfrentei a Lei e chutei a bunda dela!”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s