Sakura Cardcaptor – Pegando cartas com Sakura

Por Rodrigo “Caçador de Cartas” Broilo

Sakura Card Captors é mais um exemplo de crossmedia, como falamos há semanas atrás.

Cardcaptor Sakura (em japonês: カードキャプターさくら, ficou mais fácil agora?), começou como um mangá do famoso grupo CLAMP, um grupo de mulheres mangakas (escritores de mangás) responsável por trabalhos como Angelic Layers, Chobbits e Guerreiras Mágicas de Rayearth. O Mangá estreou em 1996 e foi até 2000, somando doze volumes. Devido ao sucesso foi rapidamente adaptado para anime pelo estúdio Madhouse, o mesmo de Supernatural The Animation, contando com 70 episódios e dois filmes. Além disso, virou game para Playstation.

Exibido no Brasil como Sakura Card Captors, foi exibido na Globo, Boomerang e Cartoon Network. Os mangás foram publicados pela JBC em papel jornal, totalizando 24 volumes, por atrativos R$2,90.

Cardcaptor Sakura é uma série de mangá do gênero “mahō shōjo”, uma classificação própria dos mangás. Os mangás tipo shōjo são os ditos “para meninas”, enquanto os “mahō shōjo” são “para meninas” sobre magia. Exemplo? Meninas que combatem o mal usando artefatos mágicos, ou descobrindo dentro de si um poder mágico que usa contra o mau, como em Sailor Moon. No caso de Sakura, a magia vem das Cartas Clow que ela libertou dentro de um livro da biblioteca de sua pai, e de seu pingente em forma de chave que se transforma num báculo que ela usa para recuperar as cartas.

A história gira em torno de Sakura Kinomoto, uma típica estudante do colegial japonesa da cidade fictícia de Tomoeda, que por um acidente e com ajuda da carta mágica O Vento, espalhou as 52 (aqui também???) cartas criadas pelo falecido Mago Clow Reed pela sua cidade (Curiosidade? No mangá eram apenas 19 cartas). Com isso o guardião do livro, o pequeno Kerberos, que mais parece um bichinho de pelúcia, acordou de seu indevido cochilo e, pouco irritado (ironia mode on) deu a Sakura a missão de recuperá-las e voltar a guarda-las no livro de onde saíram.

As cartas espalhadas pela cidade liberam seus poderes causando pequenos transtornos. Para captura-las Sakura conta com um báculo mágico, com as cartas que vai recuperando, com Kerberos (que ela carinhosamente chama de Kero) e com sua melhor amiga Tomoyo Daidouji, que além de filmar suas performances também é responsável pelo visual de ação de Sakura.

Ao longo da primeira temporada Sakura acaba encontrando um rival, Shaoran (lido Shoran, mas Syaoran no original) Li, um cardcaptor vindo de Hong Kong, descendente de Clow, que quer capturar as cartas e mantê-las na família. Com o passar do tempo ele vai se tornando um aliado de Sakura, e certos sentimentos vão se revelando.

Sakura (que significa Flor de Cerejeira) também tem que aturar a pentelhice de seu irmão Touya (que significa Flor de Pêssego). Ambos vivem com o pai, e são órfãos de mãe. Sakura também nutre um grande amor por (ai ai ai) Yukito, um “grande amigo” de seu irmão. A relação de Touya e Yukito nunca foi bem explicada, embora muitos afirmem que seja uma grande amizade, relacionamentos homossexuais são frequentes em mangás, tanto que há uma linha (como o “mahō shōjo”) só sobre esse tema, o “yaoi”. Num dos episódios do anime, os personagens celebram uma data que parece um dia dos namorados, ou um dia de São Valentim do Chaves, e Shaoran presenteia Yukito. A própria Tomoyo tem sentimentos dúbios por Sakura.

Ao final, após ter capturado as cartas Terra, Fogo e Luz, Kerberos assume sua forma mais poderosa, mudando sua aparência para a de um leão alado, tendo poderes para ajudar Sakura, mas a captura de cartas está chegando ao fim. Kero revela que há outro guardião das cartas, assim como ele. Esse seria o guardião da lua, já que Kero é o do sol, e seu nome é Yue. Assombrosamente se descobre, após a captura das cartas Trevas, Vento e Água, que Yue é na verdade Yukito. Segundo o anime, isso explica a atração de Sakura e Shaoran por ele. É a magia! Yue é quem deve testar os cardcaptors e determinar quem fica com as cartas, se Shaoran, que captura algumas, ou Sakura.

Após todas as cartas estarem em seu poder, Sakura acha que está em paz. Mas não podia estar mais errada (especialmente para quem acha que errar é um estado absoluto e não aceita escala de grandeza como mais ou menos, meu sincero “rá!”)! Na segunda temporada surge o misterioso Eriol Hiiragizawa, um menino vindo da Inglaterra que passa a estudar com Sakura, se mostra simpático e educado com a mesma, mas esconde um segredo: é a reencarnação de Clow. No início parece que ele é um vilão, mas na verdade, graças a ele Sakura vai transformando as cartas Clow em Cartas Sakura, mudando suas formas e suas cores graças a sua própria magia, que ela descobre ter. Eriol também possui seus guardiões: Spinel Sun e Ruby Moon, cada um com semelhanças aos guardiões de Clow.

Surge também a irritante e birrenta Meiling Li, prima e (segundo ela) prometida de Shaoran Li. Meiling passa a pentelhar Sakura, mas essa nem se incomoda. Com o tempo, Meiling vai percebendo o amor de Shaoran por Sakura, e fica amiga da garota, saindo de cena e voltando para Honk Kong. Meiling é uma personagem exclusiva do anime.

Quando Sakura percebe o que sente por Shaoran, ela acaba criando sua própria carta, a carta Sentimento, mas aí é tarde, pois ele já voltou para seu país. A história dos dois continua nos longas metragens, com indas e vindas a Hong Kong.

O anime tem ainda uma infinidade de colegas de escola e professores de Sakura aparecendo e interagindo, fora as personagens dos filmes. O anime ainda sofreu uma adaptação violenta quando foi para os Estados Unidos sendo editada pela Nelvana (que fez as versões ocidentais de Madabots e BeyBlade). Foram feitos cortes, mudança de cronologia, enredo e trilha sonora, já que para a cultura americana muitos dos temas eram “impróprios para crianças” (aham Cláudia!). A série passou a ser focada em Shaoran, teve 39 episódios e passou a se chamar “Cardcaptors”. Sorte nossa que ficamos com a série original!

Sakura Card Captors ainda ganhou prêmios por seus anime e mangá. Quer relembrar ou conhecer a abertura? Curte aí!

Ah gostou? Tem a segunda então!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s