Demon Knights – Dinossauros e Dragões mecânicos atacam!

Por Venerável Victor  “Paladin chaotic evil”  Vaughan

Demon Knights #2  esse artigo não tem spoilers…é puro spoiler.

O inglês Paul Cornell e o brasileiro Diógenes Neves retornam esse mês com o segundo capítulo da saga – ou será campanha? – do demônio Etrigan e seus inusitados companheiros de batalha, séculos após a queda de Camelot,  defendendo  o medieval planeta Terra do novo universo DC.

Digo campanha, pois pra quem conhece e gosta de RPG  – o jogo, não a técnica de Reeducação postural Global  –  consegue perceber na revista muitos elementos de uma aventura de D&D , AD&D, Rolemaster ou Gurps. Com suas  tavernas, cavaleiros, arqueiros, ladrões, Trolls, feiticeiros e dragões. Aliás, Cornell disse que haveriam batalhas épicas em sua passagem pelo título e cumpriu o prometido.

No segundo capítulo de  “Eles não devem passar!”, a dupla de feiticeiros do mal, entre eles o imortal Mordru, enviam um exército de “dragões” para tomar a vila de Little Spring , nos arredores de Alba Sarum. onde são enfrentados e derrotados com facilidade por Etrigan e seus guerreiros, que convenientemente se encontravam todos a vontade na taverna da pequena aldeia. Na verdade, nós leitores vemos nitidamente  que esses “dragões” não passam de dinossauros conjurados pelo casal de feiticeiros que planejam conquistar aquela determinada região ainda com objetivos não revelados e na segunda leva do ataque inovam, mandando dragões macânicos.

Além dessa edição se focar em ação vibrante do início ao fim, serve ao escritor – que já apresentou os personagens principais no capítulo anterior –  para mostrar aos leitores novos e antigos, suas reais capacidades de luta e habilidades inerentes. Afinal, mesmo que boa parte da audiência da revista seja familiarizada com Vandal Savage, Etrigan o Demônio, Madame Xanadu e o Cavaleiro Andante, não conhecem personagens novos como a (talvez amazona)  Exoristos, o muçulmano  Al Jabr e  a nova heroína deficiente da DC: “Mulher Cavalo”  – sim, ela é uma paraplégica,  hábil no arco e flexa, que se locomove em cima de um cavalo o tempo todo mas que tem as pernas fortes e malhadas  – e que prometem ser  muito interessantes .

Etrigan, o dono da revista, tem um inusitado romance com Xanadu, que nos dias atuais pode ser vista também como protagonista da revista Liga da Justiça Dark que resenhamos aqui. E  a interação dos dois pode ser muito rica, afinal, existe o embate entre a natureza demoníaca e caótica do protagonista que é posta em cheque o tempo todo pela influência de sua amada, que como ele mesmo diz, tenta “reformá-lo”.

Vandal Savage ao contrario de sua versão oficial no presente da DC, é um glutão e guerreiro muito mais leve e sem pretenção de conquistar o mundo, aqui em Demon Knights ele só quer beber, comer e se possível, se divertir um pouco  destroçando malvadões com seu machado. Já o(a) Cavaleiro Andante –  aqui a versão do personagem remodelada por de Grant Morrison – extremamente nobre e audaz, busca provar seu valor entre os maiores guerreiros de seu tempo, independente de seu sexo.

A Mulher Cavalo ainda não mostrou ao que veio, da mesma forma que na edição anterior, para  ela é dedicada uma única página na história desse mês.  Já os dois outros novos personagens, Al Jabr e Oxoristos – quem diabos se chama assim??? – são muito bem escritos por Cornell e conquistam os leitores no ato.

Em todo DC relaunch, se  promete que as novas revistas podem ser acompanhadas por qualquer tipo de leitor, antigo ou novo, sem a bagagem de décadas de cronologia. Facilitando o  entendimento da ação. Esse é um dos títulos que verdadeiramente possibilitam isso, independente da diretriz editorial, pelo fato de que mesmo para os fãs de longa data da editora, esses personagens estão sendo apresentados no início de suas carreiras, muito antes de suas versões oficiais  e com o frescor de possibilidades infinitas a frente.

A arte de Diógenes é uma das melhores que a empresa pode oferecer ao mercado e casa perfeitamente com a  revista. E mesmo para quem nunca jogou RPG, acompanhou Game of Thrones ou já ouviu falar alguma vez do anti-herói demoníaco criado por Jack kirby e dos  personagens dessa improvável equipe, vale muito a pena acompanhar as batalhas para salvar o passado  e assim garantir o  futuro do nosso mundo,  travadas por esses Cavaleiros Demônios.

Comunidade do Santuário no FACE

Anúncios

10 comentários sobre “Demon Knights – Dinossauros e Dragões mecânicos atacam!

  1. Pois é! Estou como todos, louco para ver essa edição! Por vários motivos:
    1) Ver algo medieval além de Conan.
    2) Sinto que essa série terá muita história boa pra contar.
    3) Quero ver mais coisas com Etrigan, pois conheço pouco do personagem e essa será a oportunidade com Etrigan sendo o astro principal da revista.
    4) Conhecer mais o trabalho de Paul Cornell , pois também não conheço o seu trabalho.(pelo que me lembro, não! rsrsr).
    5) Ter o prazer novamente de ver a arte Diogenes Neves, pois diga-se de passagem é um desenhista competentíssimo com um traço fantastico e provou isso na revista Arqueiro Verde que ficou absolutamente linda com a sua arte.
    Falando nisso, conversei com ele há algumas semanas, pedindo conselhos do que era possivel fazer para melhorar o nível dos meus desenhos e ele entre tantas coisas me falou uma particularidade que eu divido agora com vocês.
    Me disse para estudar muito, pois ele ficou 10 anos tentando e levando não das editoras!
    É isso mesmo que vocês leram!
    O Diogenes Neves, ficou tentando desenhar para o mercado americano 10 anos!
    É mole? Pode uma coisas dessas?
    E hoje eu pego uma edição desenhada por ele e já coloco um babador, pois o cara é f….

    Abraços a todos!

    Curtir

    1. Nossa Claudio, você listou mais razões pra ler a revista do Etrigan do que eu, fã (nas minhas historia de RPG, sempre, sempre, sempre agitava de tirar ele da cartola pra enfrentar ou sacanear meus players…não é Ziegfried???) do que poderia imaginar. Ah, e o Diógenes? Bom… o Diógenes se depender de mim vai ter um “ALTAR” erigido aqui no site pra ele. E se Deus quiser, no futuro um pra você também, pois talento e vocação não te faltam, né?

      Curtir

      1. Venéravel Victor e Santuário!
        Vou lhes contar uma pequena síntese bem rápida!. Prometo ser o mais breve possivel
        Era uma vez um menininho que viu os seu pais se separarem aos 6 anos.
        Filho de pais separados, ele ganhou o seu primeiro livro aos 7 anos.
        O nome do livro?
        “As aventuras de Narizinho”.
        Esse menininho mesmo sem o pai por perto, recebeu toda a educação e carinho da sua mãe, e aos 10 anos ele já lia as hqs “A Tumba do Conde Drácula, Lobisomem, A múmia” e mais alguns outros que faziam sucesso na época.
        E na tv?
        Ele sonhava e viajava com Thor, Namor, Capitão América, Tony Stark, aqueles episódios que apresentavam as músiquinhas no inicio do desenho, quem tem mais de 30 acho que devem lembrar. Pois é!
        Chegou a adolescência, ele crescia e as dificuldades aumentavam, esse jovem rapaz já trabalhava para ajudar a sua mãe.
        Apesar de tudo os sonhos continuavam e ele era muito feliz e assim vieram as primeiras decepções.
        Ele não era popular na escola, gostava sempre da garota errada, não era bom de bola, não sabia soltar pipas e não era um icone da beleza!
        Para fugir da tristeza e do mundo que ele achava cruel,continuava vendo os seus super-heróis através de páginas e páginas de gibis.
        Não mais só na tv, como antes.
        O que vinha na cabeça desenhava e tinha seus próprios sonhos, desenhar como profissão era um deles.
        O tempo foi passando e ele não conseguiu realizar muita coisa, tudo que lhe restava era o amor por ler e a ótima sensação que os quadrinhos e desenhos lhe proporcionavam pois era uma válvula de escape para outros mundos e outras dimensões.
        Era o único momento que ele poderia ser tudo o que ele quisesse e onde quisesse.
        Esse jovem cresceu ficou adulto e casou.
        Tem um filhinho lindo e inteligente!
        E vai tentar passar os valores que aprendeu e deseja que ele seja pelo menos 50% feliz como ele foi.
        As dificuldades continuam mas em compensãção os sonhos também!
        Hoje estou aqui pessoal, não sou mais tão moleque, continuo pensando muito em fazer tudo que gosto como profissão.
        Talvez ainda não consegui porque não lutei o bastante para isso.
        De qualquer forma agradeço a vocês pois descobri aqui gente que partilha dos mesmos sonhos e das mesmas idéias.
        Gente que vive em um mundo de gente fantasiada com poderes sobre humanos, como eu.
        Gente que vive em mundos sombrios, como eu.
        Gente que vê pessoas que podem resolver os problemas do mundo em um piscar de olhos.
        Gente que vê pessos que fazem coisas que não podemos nem imaginar aqui desse lado.
        Através de uma folha de textos misturados com desenhos, chegamos até eles!
        Entramos no mundo deles!
        Talvez eu tenha talento? Sim, talvez!
        Talvez eu venha a realizar os meus sonhos de infância? Sim, talvez!
        Mas o grande achado é ter descoberto vocês do SANTUÁRIO!
        Pois aqui não há um talento apenas e sim vários talentos que
        dividem o que sabem um com os outros.
        Talvez somos um grupo de supers ou meta-humanos e nem percebemos!
        Assim como a Tropa, Liga, os X-men e por aí vai!
        Só sei que continuarei estudando muito e passando 90% do meu tempo procurando
        coisas relacionadas as hqs, desenhos, ficção ciêntifica, porque é assim que gosto!
        É assim que me sinto bem!
        Obrigado amigos e obrigado Van Victor pelas palavras!
        Não sou talento sozinho e sim somos talentos todos juntos!
        Porque inteligente não é o homem que guarda todo conhecimento pra si
        Inteligente é o homem que diveide o seu conhecimento com os outros!
        E aqui fazemos isso!
        O universo dos gibis é muito grande e ninguém sabe tudo de tudo!
        Sempre tem um talento do lado de lá do monitor que trás a sua informação
        e a sua colaboração
        E assim formamos um todo de conhecimento!
        É isso!
        Deus nos abençõe sempre!
        Que a força esteja conosco!

        Curtir

  2. Então.Agradável surpresa essa revista, pena que como todos os quadrinhos, só tem 20 páginas, quando está ficando bom acaba…

    Curtir

  3. Olha, merece. Eu quero um encadernado disso… eu preciso… (vou fazer inúmeros bilhetinhos e colocar por todos os cantos da casa, que nem no comercial da CALOI da nossa infância) “Eu quero a minha Demon Knights” auhauahauaha Mas agora veja você, precisava o Hellboy fazer tanto sucesso na Dark Horse, pra DC se tocar que tem um demônio também, bem anterior a ele e que pode também vender?

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s