Wolverine e os X-men – “…Delícia, delícia Assim você me mata Ai se eu te pego, ai ai se eu te pego!” O Homem de Gelo tá com tudo e tá prosa!

Por Venerável Victor  “Homem de Açucar Mascavo”  Vaughan

 Wolverine and the X-men #2 

SPOILERS MUTÁVEIS

Apesar de publicamente eu “puxar a sardinha” para o lado do Ciclope nessa rixa entre ele e o baixinho canadense, não tenho como não dizer que o escritor Jason Aaron e o icônico desenhista Chris Bachalo estão à frente no momento da melhor revista mutante da atualidade – ah sim, todos os títulos estão ótimos, inclusive X-force.

Um clássico! KRAKOA !!!

Para quem esteve esses últimos meses fora de nossa galáxia, perdido pelo cosmo tentando encontrar o caminho de volta para casa, após lutar na guerra Kree / S’hiar, eu vou explicar rapidamente o necessário da forma mais sucinta possível: A raça mutante, antes um povo em crescente ascensão, após um trágico evento se viu reduzida à cerca de 200 indivíduos. Scott Summers, o herói conhecido como Ciclope, toma a decisão de transferir toda sua espécie para uma pequena ilha-Estado, chamada Utopia. Ele assume a responsabilidade de proteger o que sobrou de seu “povo” e não mede esforços e recursos para isso. Ele acredita que em vista da atual realidade, as crianças mutantes precisam aprender a se defender e proteger sua casa, como soldados da guerra contra as forças que ameaçam a humanidade e os mutantes.

Wolverine pensa o contrário. Crianças são crianças e devem ser tratadas como tal, vivendo em um ambiente seguro como uma escola, onde possam aprender sobre suas capacidades e poderes e futuramente integrar e interagir com o mundo exterior. Quem diria que Logan seria o x-man a perpetuar o sonho de Charles Xavier ao contrário de Scott? No entanto, isso não invalida o fato de que Ciclope tem sua razão em estar desgostoso, afinal a atitude de Wolverine de voltar para a antiga Mansão X não só dividiu a força da equipe pela metade, como coloca os jovens mutantes em uma situação de isolamento ainda maior da que tinham em Utopia.

Eu fui um entusiasta do DC Relaunch e sou um defensor da nova dinâmica do universo X. Essa é uma segunda edição com muita ação, vilões interessantes, homenagens à história do grupo, romance adolescente (afinal estamos numa escola) e, para coroar esse divertido novo capítulo, um dos mais antigos heróis mutantes deixa claro que apesar de Wolverine ser o protagonista e dar nome a revista, ele não vai brilhar sozinho. Vamos por partes dessa vez? Como se pudéssemos dividir nossas consciências em diversos novos corpos de gelo?

Ação e homenagens

Logo no início da história, vemos uma cena em flashback de algumas semanas antes da inauguração da nova Mansão X, agora rebatizada de Escola Jean Grey (esse Logan e suas alfinetadas em Scott… ). Wolverine, enquanto supervisiona a reforma do prédio, pede a Bobby Drake, o nosso Homem de Gelo, agora que estão nessa nova empreitada e sozinhos sem o auxílio dos outros X-men, que pare de levar a vida na brincadeira e, não só se comprometa com seu novo papel de professor dessa nova geração de mutantes, como compreenda que tem passado a vida inteira refreando suas potencialidades e poderes e que agora isso não lhe é mais possível, já que carregam o peso de uma grande responsabilidade.

Voltamos ao presente e para o primeiro dia oficial de aulas que já começa com um grande teste para alunos e professores.

Sauron e Wendigo querendo um pedaço de Kitty Pride

A Mansão X é atacada por versões de antigos adversários da equipe, como Sauron, Wendigo e a primeira ameaça que a segunda formação de X-men – e estréia de Wolverine no título mutante – anos atrás enfrentou e por pouco não sobreviveu, Krakoa, a Ilha viva! Uma criatura mutante composta da matéria do solo e portadora de uma mente coletiva.

Novos vilões

O novo e mirim CLUBE DO INFERNO

A minissérie “Cisma” evento catalisador dessa nova fase para os Filhos do Átomo, agora conhecida como “Regenesis”, não foi responsável apenas por separar a equipe X em dois outros grupos com ideologias distintas, mas também para apresentar a nova formação de um dos grupos mais clássicos dos X-men, o Clube do Inferno. Agora composto por jovens sociopatas multibilionários superdotados que assassinaram seus pais e se agruparam para realizar doentios jogos de dominação mundial, tendo os mutantes sobreviventes como principal objeto de diversão. Todo o caos que Wolverine, seus aliados e alunos enfrentam agora é fruto da ciência e recursos desses “filinhas da putinha” #prontofaleimesmo.

Romance adolescente

Em um tocante momento, em que o aluno Broo – um menino mutante membro da raça alienígena Ninhada – que por mutação natural, ganhou intelecto superior e aparente imunidade às diretrizes instintivas de destruição, assassinato e procriação que movem seu povo, salva a vida da jovem africana Idie. No meio de todo o caos que a Mansão é testemunha, vemos um novo romance nascer. O amor é lindo!

Os nerds aliens canibais também podem amar

Não tem jeito, o Homem de Gelo é “fogo”!

Rapina de olho no traseiro de gelo do Bobby

A novidade não está em se descobrir que Bobby Drake é um mutante classe ômega, status que poucos carregam e que designa homo-superiores com poderes muito acima da escala natural de mutação, como, por exemplo, Magneto e Franklin Richards (o filho de Reed e Sue Richards do Quarteto Fantástico). Não é novidade porque em uma antiga história da equipe, escrita por Fabian Nicieza, a Rainha Branca toma controle das funções motoras e cerebrais do corpo de Bobby e foge milagrosamente da tutela de Charles Xavier na Mansão X, demonstrando capacidades que o Homem de gelo- assim como seu mentor e colegas- nunca imaginou que possuía. Isso sem contar sua versão da Era do Apocalypse que já demonstrava controle absoluto de sua mutação, porém ver o Sr. Drake da realidade oficial Marvel finalmente liberar muito do seu potencial por anos limitado apenas por sua imaturidade foi espetacular!

 Logan tomou a decisão certa em voltar com esses jovens mutantes para Westchester? Ele vai conseguir manter a escola inteira até a próxima edição?

Bobby Drake dando uma "catada" em Kitty

Eu não vou ainda tomar partido dessa rixa ideológica entre Ciclope e Wolverine, eles são dois grandes homens e farão de tudo para proteger sua espécie. Ciclope com sua proposta de militarizar seu povo e os capacitar para sobrepujarem qualquer ameaça que se apresente com o máximo de prejuízo para a mesma, não permitindo jamais que seus pares sejam vistos como vítimas, e Wolverine, que é aquele tipo de herói capaz de colocar seu corpo na linha de fogo por  seus protegidos, oferecendo-lhes, também, a possibilidade de uma nova vida, longe dessa guerra interminável que os mutantes vivem, apenas por nascerem diferentes.

Todos nós que acabamos de ler esse artigo não nos identificamos com esse conflito? Esse é o segredo do sucesso dos mutantes!

“Wolverine e os X-men me faz ter esperança no futuro dos quadrinhos!” Alex Zalben, MTV.com

Anúncios

20 comentários sobre “Wolverine e os X-men – “…Delícia, delícia Assim você me mata Ai se eu te pego, ai ai se eu te pego!” O Homem de Gelo tá com tudo e tá prosa!

  1. Sinceramente, não consegui gostar da escolha para os vilões.

    De qualquer forma, gostei de saber que a questão do Bobby foi explorada. Adorei a caracterização dele em X-men Eternamente (que saiu em X-men Extra 1 e 2 da Panini)

    Curtir

  2. Os infortúnios enfrentados pelos “xis-men”,podem de certa forma,serem comparados a casos reais.Pode trabalhar como metáfora,englobando várias questões socias.A questão mutante,pode muito bem,ser comparada ao homossexualismo e várias outras formas de discriminação.Hoje mesmo,em um jornal,tomei conhecimento de uma matéria absurda:A disseminação do ódio,por motivos fúteis,voltado para pessoas ‘gordinhas’,gays e até mesmo animais.Sim,animais.Olha,isso é um absurdo.
    Voltando ao post.Não sou marvet.Mas gosto muito dos personagens.E digo,o Wolverine é o melhor de todos.O Victor poderia usar uma frase do Wolverine,em relação ao post:”Eu sou o melhor naquilo que faço”.

    Curtir

  3. Muito bom o texto, e acho que vcs já devem ter pensado nisso, mas essa rixa lembra muito Xavier x Magneto, ou estou falando besteira?

    Curtir

  4. Mas deixando as “modinhas” de lado, é interessante ver a pesquisa que o escritor fez prá colocar tanto vilão significativo junto de uma vez (mesmo que sejam de mentirinha). Encarnações do Clube do Inferno, eu devo ter conhecido umas 3 desde que eu me entendo por gente, mas se for prá botar a casa abaixo, então pode me chamar!!!!!

    Curtir

  5. Tche tche re re tche tche re re tche tche. Robert Drake e você tche tche re re tche tche re re tche tche. Robert Drake e você! Por ter os personagens mais jovens este titulo pode levar a alcunha de “mutante universitário” já que hoje em dia tudo com esse substantivo junto faz sucesso?

    Curtir

  6. Gente… muito obrigado pelo Santuário! Eu adoro as resenhas, dá pra ver o quanto vocês amam fazer elas e o quanto esses personagens são importantes para vocês assim como são para nós.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s