A BRUXA VIU: Alcatraz y otras cositas más…

Por Leticia “Nimphadora” Fiuza

Olá Santos e Pecadores, faz tempo que não apareço por aqui, não é? Pois é, essa vida de bruxa e embaixadora de Hogwarts pelo mundo tem agitado bastante meus dias, mas não esqueci de vocês, e hoje volto para falar de algo bem legal:

Alcatraz 

Creio que todos aqui já devem ter ouvido esse nome, certo? Se não, vamos a um rápido resumo:

Alcatraz é uma ilha localizada no meio da Baía de São Francisco na Califórnia, Estados Unidos. Inicialmente foi utilizada como base militar, e somente mais tarde foi convertida em uma prisão de segurança máxima. Foi fechada em Março de 1963, alegando alto custo de manutenção.  Coincidentemente, seu fechamento ocorreu poucos meses após a primeira fuga da prisão. Atualmente, é um ponto turístico operado pelo National Park Service junto com a Área de Recreação Golden Gate.

Relembraram? Ok, hoje o assunto é essa  ilha e sua prisão lendária, mas não a real por mais mitos que encerrem suas paredes, nosso foco é sua versão da ficção. Isso mesmo, Santos. Falo do Seriado que estreou esse mês nos USA, pela FOX e no Brasil, pela WARNER às segundas-feiras às 22 horas. Sem spoilers, podem ficar tranquilos.

O mote de Alcatraz começa de onde termina a história real, no dia do fechamento da prisão. Entretanto, ao invés da transferência de presos e funcionários como foi dito pelas autoridades, todos eles sumiram misteriosamente.

Cinquenta anos depois do acontecimento misterioso, nos dias atuais, os criminosos mais perigosos do País – daquela época, claramente – começam a reaparecer e cometer os mesmos crimes pelo que foram presos e também algumas missões especiais. Detalhe, cada um deles volta exatamente como eram, sem terem envelhecido um dia sequer.

Quando um assassinato de uma personalidade importante da cidade acontece e todas as pistas levam a um criminoso que era detento da “The Rock” e teria morrido em 1976, entra em cena uma sessão secreta do F.B.I. (cof cof Arquivo X? cof cof) que toma frente a essa investigação e logo sabemos que é responsável por tentar descobrir o que aconteceu no fatídico dia 21 de março de 63 e como os prisioneiros estão voltando.

Interessados? Agora vamos adentrar alguns detalhes: 

Sabem quem produz a série? J.J Abramns, de LostFringe e Person of Interest. Somente a citação das duas primeiras séries já nos traz alguma luz sobre a intenção por trás dessa produção, não é? Podemos esperar grandes reviravoltas e muito mistério, todas aquelas coisas do tipo “além da imaginação”.

Alcatraz antes de sua estréia, pela sinopse estava sendo comparada com Lost, tanto pela viagem no tempo, por se tratar de uma ilha, e por todas as idéias mirabolantes que adviriam daí, mas bastou o piloto ir ao ar para que todos vissem que não havia essa ligação, essas semelhanças forçosas. E se a série pudesse ser comparada a algum estilo, seria a sua irmã, Fringe. Porém, ainda é cedo para tamanhas especulações, afinal, só quatro episódios foram ao ar até agora.

Trailer Alcatraz

Opinião da Bruxa

Embora muito interessante e divertida (cheia de referências à cultura nerd, super heróis e quadrinhos), não é o tipo de série que quando termina te deixa louco e ansioso pelo próximo episódio. Alcatraz segue a linha “Assassino da semana” e seus detalhes vão costurando o enredo central. A curiosidade é o que prende.  A idéia de conhecer o mistério todo, principalmente quando pequenas peças vão se encaixando. O que pode ser uma faca de dois gumes para o publico. Causando esquecimento, ou expectativa.

A Série promete. Não só pelo seu enredo, mas também por seu criador J.J Abramns, creio que podemos esperar coisa boa por ai.

Personagens principais

Como toda série, todo personagem central tem uma ligação direta com o ‘acontecido’ e em Alcatraz temos três personagens principais, cada um ligado de forma diferente com o acontecimento de 63, e que vão precisar se unir para resolverem essa grande charada.

Detetive Rebecca Madsen: Interpretada por Sarah Jones. Inteligente, atenciosa, dedicada e um tanto obsessiva, Rebecca entra de cabeça nesse mistério, primeiro por sua curiosidade e depois por ela mesma ter uma ligação muito forte com Alcatraz. Entretanto, a personagem / atriz parece um robô diante de todos os acontecimentos, suas expressões são automáticas e a aceitação diante de toda bizarrice que vem acontecendo beira o cômico. Sarah  vem de uma carreira entre seriados e filmes para TV sem muito destaque e ainda não se deu conta que ela é a alma de cada episódio. Espero com fé que isso melhore no decorrer dos episódios e que seja possível  criar laços com ela, como já aconteceu com os outros dois personagens.

Emerson Hauser: Interpretado por Sam Neil Juntou-se ao Governo dos Estados Unidos, tornando-se parte da “Força-Tarefa Alcatraz” como seu líder com planos para construir uma segunda prisão de Alcatraz, na Califórnia.  Recrutou a detetive Madson e o Dr. Diego Soto como parte dessa força-tarefa. Sam Neil é impecável no que faz, e deu formas tão bem trabalhadas a Emerson que você fica sempre numa constante luta entre entendê-lo e odiá-lo. Seus próprios mistérios e ações são motivos para várias teorias.

Dr. Diego “Doc” Soto: Interpretado (pelo ótimo) Jorge Garcia. Com doutorado em Justiça Criminal e História da Guerra Civil e especialista na história de Alcatraz, Diego acaba se tornando parceiro da detetive Madson, sendo parte importante na captura dos criminosos viajantes no tempo. É dono de uma comic store, aficionado por quadrinhos e super heróis, o que dá um contraste muito legal com os outros personagens, pela sua humanidade, sua dedicação e fragilidade diante dos acontecimentos do mundo real, como ele mesmo diz quando sente-se fraquejar diante de um crime “Isto não é uma história em quadrinhos”. Jorge Garcia, o conhecido Hurley de Lost, volta em grande estilo para as telas e dentre os três personagens principais, é o primeiro a conquistar nossa afeição.

Bem, é isso ai, não vou entrar mais em detalhes porque já percebi que até o menor deles, nessa série pode significar um grande segredo. Indico, assino em baixo e digo, não vão se arrepender.

Enquanto isso…

Once upon a time – Chegando ao seu 12º episódio, o seriado fantástico sobre Branca de Neve e seres encantados só ganha ritmo, como previsto. Com os dramas e histórias contadas dos personagens e adaptação dos contos originais para que caibam dentro da mitologia criada, Once… só merece elogios. E os personagens cada vez mais ganham destaque e os laços vão ficando mais fortes. Por enquanto só passa pela ABC Studios, nos Estados Unidos, mas já foi anunciado pela Sony Brasil que exibirá a série dublada a partir de Abril. (Obs: DUBLADA, GEPETO, DUBLADA?! ¬¬)

Grimm -Não costumo desistir de algo que me interessa a primeira vista, e continuei esperançosa acompanhando Grimm, quase chegando ao seu 11º episódio, a série começou a andar direito e melhorou consideravelmente. Enfim, os personagens estão mais carismáticos, principalmente Nick Burkhardt, O Grimm do titulo. Os temas dos episódios estão interessantes e a boa surpresa foi Monroe, o Blutbad bonzinho que se torna o parceiro de Nick, quando o assunto são os seres fantásticos.  A série passa no Brasil no canal Universal, segunda-feira às 21 horas.

Supernatural:  Existem rumores que a série ganhará uma oitava temporada, e por mais fã e viciada que eu seja, não sei se isso me agrada. Depois de apocalipse, idas e vindas ao mundo dos mortos, a série ainda está se agüentando. Anda fraquejando um pouco com a história dos Leviatãs, mas segurou a mão quando voltou com o “Monstro da semana” que era a atração principal. Quem sabe as coisas engrenem de novo devido alguns acontecimentos do ultimo episódio “The Slice Grils”. Alguma aposta? A série é exibida no Brasil, pela WARNER às quartas-feiras às 21 horas,  pelo SBT às 3 da madrugada aos sábados.

 The Walking Dead – Depois do sucesso absoluto das duas primeiras temporadas, o apocalipse Zumbi mais amado da TV estará de volta ao ar com sua 3ª temporada no dia 12/02 e para alegria de mortos e vivos, terá 16 episódios. A segunda temporada está passando na Fox, às terças-feiras às 22 horas.


Espero que tenham curtido e agora gostaria de saber suas opiniões ou indicações de séries legais. Deixem seus comentários e quem sabe daí surja novos assuntos para post! Até breve 😉

Anúncios

13 comentários sobre “A BRUXA VIU: Alcatraz y otras cositas más…

  1. Puuuts.. não faz isso comigo… da vontade de ver tudo! hauahua
    Parabéns pelo post, super completo e legal! 😀
    Beijoss

    Curtir

  2. Alcatraz tou acompanhando, é FTW mesmo xD a menina principal é meio morninha mesmo, não é nenhuma olivia dunham mas não é das piores. Mesmo que ela continue assim, não chega a diminuir a qualidade da série xD Vou continuar assistindo igual =D

    Supernatural concordo i.i alias a temporada q eu mais gostei ainda foi a primeira (inspirou uma porrada de sessão de D&D xD)…

    grimm não acompanho i.i vi o piloto e não gostei i.i e walking dead,depois da cena do scumbag shane matando o cara a 3 metros da camionetinha eu larguei de mão. Tou lendo alguns dos gibis, é beeeem melhor ._.

    bjo bjo moça =D
    keep up the good work =D

    Curtir

  3. Adorei a matéria Letícia! Sou muito fã de Once upon a time também! Maravilhosa! Grimm eu assisto porque, bom…porque tenho interesses em alguém lá. esses malditos produtores de elenco sabem trabalhar… Quero ver Alcatraz, já que até hoje dou chance pra Grimm, por que não apostar em algo que parece muito mais promissor? Parabéns menina! Girl Power!!!!!!!!!

    Curtir

    1. Brigada, Bianca!
      Grimm me prendeu por causa do lance fantasia e a trilha sonora! Acredita? XD E bem, tenho esperanças no futuro da série. Alcatraz é uma boa aposta viu….
      Once… bem, já é minha segunda série da semana XD

      Curtir

  4. Letícia, sempre fui muito “atraído” pela rocha, aquela ilha, a prisão inexpugnável… que acredita-se que um ou outro “expugnáram” kkkkk, mas prefere=se dizer que morreram para não quebrar o marketing ferrenho da prisão. Talvez o caráter icônico dela que me tenha tanta força e influência.Só sei dizer que se essa série for essa Coca-cola toda, viro fã no ato.
    A maravilhosa “Oz” inteirinha e a primeira temporada de “Prison Break”, bem mais fraca, conseguiram isso. Essa tem TUDO para ser a estrela para mim entre elas.

    Curtir

    1. Eu tbm sempre tive uma quedinha por assuntos relacionados à Rocha, ainda mais com todo misticismo que rola em alguns assuntos. E qdo li sobre o seriado, não pude deixar de ficar curiosa, né? Espero que continue melhorando =D

      Curtir

  5. Estou, como vc, em relação a Grimm. Vou baixando os episódio na esperança que vire uma boa série. No momento é apenas “um tapa buraco”. Ah! O Monroe é o meu personagem preferido!

    Alcatraz, concordo mais uma vez com vc, pode se tornar uma grande série! Vamos torcer!

    Once upon a time é ótima!!! Me ganhou desde o primeiro episódio!

    Bjsssss

    P.S. Curti muito o post!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s