ADÃO NEGRO: A ovelha negra de uma família maravilhosa

Por Gustavo Sleman (@GustavoSleman) – Antimonitor HQs / Queen Brasil 71

Há milhares de anos, durante a décima nona dinastia do antigo Egito, um homem chamado Teth-Adam se tornou o primeiro a ser agraciado com imensos poderes sobrenaturais pelo mago Shazam.

Quando Teth-Adam pronunciou o nome do mago, foi magicamente transformado por um raio no Poderoso Adam, detendo os poderes de seis dos deuses egípcios: Shu (resistência), Heru (velocidade), Amon (força), Zehuit (sabedoria), Aton (poder) e Mehen (coragem). Isto ocorreu porque Blaze, filha de Shazam, fez um acordo com o deus Set para que Teth retirasse poderes dos deuses egípcios e não de Shazam.

Durante anos, Teth-Adam atuou como herói por todo o Egito e depois veio a servir ao Príncipe Khufu (a encarnação original do Gavião Negro) e Nabu.

Este serviço, o manteve longe de sua família e de seu país de origem, que acabou sendo atacado durante sua ausência, o que resultou no assassinato de sua família e na da devastação de seu povo. O ataque foi realizado por Ahk Ton, que tinha se apossado do Globo de Rá e se tornou uma versão maligna do Metamorfo e pelo imortal Vandal Savage. Com a ajuda de alguns membros da SJA, que tinham viajado no tempo, os dois vilões acabaram sendo derrotados.

Adam retornou ao Kahndaq, onde enlouqueceu e começou a abusar de seu poder, graças a corrupção de Blaze. Sentindo-se parcialmente culpado pela terrível corrupção de Teth-Adam, Shazam o despojou de seus poderes, colocando-os em um amuleto escaravelho.

O amuleto foi enterrado com o Faraó Ramsés II e permaneceu intacto até o final do século XX, quando o casal de arqueólogos C.C. e Marilyn Batson o descobriram. O casal foi brutalmente assassinado por seu sócio, Theo Adam, que pouco depois libertou os segredos do escaravelho, recebendo os poderes e memória do Adão Negro. O filho dos Batson, Billy, foi escolhido pelo mago Shazam como seu novo campeão, Capitão Marvel.

Theo Adam descobriu que na verdade era Teth-Adam, um príncipe egípcio que havia servido ao mago Shazam e, infelizmente, se corrompido. Recuperada a memória, Theo pronunciou a palavra mágica e se transformou em Adão Negro, um vilão de poder equivalente ao do Capitão. Mesmo inexperiente, o herói derrotou sua versão corrompida no primeiro confronto, e o mago Shazam fez com que Theo Adam ficasse mudo, perdendo assim a capacidade de se transformar, Theo voltou a falar graças a Blaze.

Com a ajuda dos outros dois heróis do “Poder de Shazam”, Capitão Marvel enfrentou Adão Negro diversas vezes. A antiga moralidade de Teth-Adam ressurgiu e Adão ajudou a Sociedade da Justiça a derrotar Johnny Pranto e a Sociedade da Injustiça. Aclamado como o herói que foi no antigo Egito, Teth-Adam foi aceito como membro da SJA, apesar de nem todos os membros da equipe acreditarem na sua regeneração.

Com o passar do tempo, a paciência de Adão Negro para com os métodos da SJA foi diminuindo e suas ações tornaram-se cada vez mais violentas. A situação atingiu um limite após o Terrorista Kobra sair impune de seus crimes. Adão Negro então reuniu um grupo formado por Esmaga-Átomo, Bóreas, Onda Mental, Nêmese e Eclipso. Já na primeira missão, o grupo executa o vilão Kobra.

Buscando honrar a memória de sua família ele resolve libertar sua terra natal Kahndaq. Com a ajuda de seus novos aliados ele consegue tomar o poder e libertar o seu povo e acaba tendo que enfrentar a Sociedade da Justiça. Depois de uma sangrenta batalha, é feito um pacto no qual a SJA aceita que Kahndaq fique sob a responsabilidade do Adão Negro, mas em troca, ele ficaria confinado no seu país.

Pouco antes da Crise Infinita, Adão se tornou membro principal da Sociedade de Vilões de Alex Luthor Jr da Terra 3, que se passava por Lex Luthor graças a um holograma. Porém, durante a Crise, como nenhum outro membro da Família Marvel havia sido capturado, Adão foi traído por seus companheiros e foi usado como fornecedor da magia que seria o combustível pra a Torre de Alex Luthor. Libertado, matou brutalmente o Pirata Psíquico. Logo depois voltou ao seu país.

Tempos depois, após os eventos da Crise Infinita, Adão Negro passou a governar com punho de ferro seu país. O representava com dureza perante as outras nações. Concomitantemente, uma organização criminosa conhecida como Intergangue expandiu seu poder além dos mares até Egito, onde Amon Tomaz e sua irmã, Adrianna, foram capturados pela organização junto a outras pessoas.

Enquanto Amon permaneceu prisioneiro, sua irmã foi enviada à Kahndaq como um “presente” para seu governante, Adão Negro.

Adão ficou impressionado com o temperamento de Adrianna. Assim, pediu ao Capitão Marvel que a abençoasse com os poderes de uma deusa. Portando um amuleto antigo e dizendo “Sou Ísis!”, Adrianna transformou-se em Ísis. Com o passar do tempo, Adão e Adrianna se apaixonaram e se casaram Logo depois, Adão achou o irmão de Ísis e lhe deu uma porção de seu poder. Porém, Ísis e Osíris foram assassinados, o que fez com que Adão Negro ficasse mais revoltado e violento, desencadeando uma guerra mundial, a 3ª. Todos os heróis do planeta se uniram para deter o tirano.

Para acabar com a essa 3ª Guerra, o Capitão Marvel, que ficou responsável pela Pedra da Eternidade após a morte de Shazam, retirou os poderes do Adão Negro tornando-o uma pessoa comum e mudou a palavra mágica de Shazam para “Chocolate Espumante”.

Sem poderes e tentando descobrir a nova palavra, Adam decide levar o corpo de sua falecida esposa para jogá-lo no Poço de Lázaro pra trazê-la de volta a vida. Porém, o processo acabou falhando, devido a ausência de um dos dedos de Ísis. Irado, ele decide procurar o Amuleto de Ísis para trazê-la de volta a vida. Em sua jornada, Adão chegou a Torre do Senhor Destino. Lá, ele encontra um aprisionado Felix Fausto e os dois acabam firmando um sinistro acordo. Adam precisa recuperar os pedaços perdidos de amuleto de Isis para que Fausto a traga de volta.

Através da magia de Fausto, Adam drena uma parcela da magia residual dos ossos de Ísis e ao gritar o nome dela se torna novamente o Adão Negro, porém Fausto adverte que se ele se transformar muito no Adão Negro será impossível realizar a ressurreição de Ísis. Adam consegue todas os pedaços e sem querer descobre que a palavra mágica nova era Chocolate Espumante.

Porém a tentativa de ressuscitar Ísis acaba falhando, pois Fausto trocou o esqueleto dela pelo de Ralph Dibny,que estava na Torre. Adam acaba pensando que ele foi o culpado por tanto ter se transformado. Fausto então ressuscita Ísis e faz dela sua escrava sexual e foge da Torre.

Mary Marvel, que estava sem poderes na época, acabou encontrando Adão Negro, sem poderes, na embaixada do Kahndaq em Gotham, onde ela recebeu os poderes dele. Porém logo depois esses poderes voltaram a Adam que achou sinais que Ísis estava viva.

Durante a Crise Final, persuadido pelo Capitão Marvel, Adão Negro ajudou os heróis na batalha contra Darkseid. Esteve presente na batalha de Blüdhaven; Após o fim da ameaça trazida pelo tirano de Apokolips, seguindo as pistas, Teth encontrou Felix e Ísis. Livre de seu domínio mental, Ísis decidiu não matar Felix e sim arrancar seu pênis.

Os dois destronaram Billy da Pedra da Eternidade e voltaram ao Kahndaq. Com a ajuda da SJA, Billy foi atrás dos dois. Durante a batalha Ísis se mostrou enlouquecida e violenta. Enquanto isso, o fantasma do pai de Billy levou Joel Ciclone até a Pedra da Finalidade, onde trouxeram a estátua do Mago Shazam a Terra. Adam percebeu que aquela não era Isis que ele amava e decidiu libertar Shazam de sua condição de estátua pra derrotá-la, porém um irado Shazam não só tirou os poderes de Teo e de Ísis, como os transformou em estátuas. Durante a Noite Mais Densa, o Lanterna Negro Osíris levou as estatuetas de volta ao Kahndaq, porém, entretanto, apenas Ísis voltou ao seu estado normal, missão essa que foi dada e realizada pelo então ressuscitado pela Lanterna Branca, Osíris,  durante os eventos do Dia Mais Claro.

Anúncios

7 comentários sobre “ADÃO NEGRO: A ovelha negra de uma família maravilhosa

  1. A Família Marvel nunca foi bem explorada na DC, salvo as edições da revista Shazam que foram publicadas após Zero Hora. Mas mesmo assim não valorizaram os personagens. O Adão Negro é um personagem muito interessante. O rebuliço que fizeram com ele, a Isís e Osíris foi desnecessário e inútil!

    Curtir

  2. Gostei do Adam sobretudo a partir do aparecimento de Isis. A partir daí o Black Adam surge em grande e com muito proeminência na cronologia da DC!
    Black Adam não é bom nem é mau… é apenas Black Adam! Com um sentido de justiça muito próprio, e cheguei a ter pena dele nos eventos que rodearam a 3ª Guerra Mundial!
    Bom artigo!

    Abraço

    Curtir

    1. Adão Negro é um cara polêmico mesmo, ele não tem o senso de moral que maioria acha “correta”… com ele é “olho por olho”.. e fim de papo. Errado ou certo, é uma figura admirável.

      Abraços!

      Curtir

  3. Vendo essa história do Adão me fez notar como a DC meio que avacalhou com os Marvels durante a época de Crise Infinita.

    De qualquer forma, eu prefiro o personagem como um supervilão e o oposto do herói que o Billy é.

    Curtir

    1. Também não gosto do que foi feito com a Família Marvel nos últimos tempos… pra mim, a versão clássica é insubstituível… a não ser que Geof Johns me prove o contrário com essa nova roupagem de Shazam no reboot…

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s