Fabulosos X-men #10 & Demon Knights #8 “O tempo passa e nem tudo fica, a obra inteira de uma vida”

Por Venerável Victor  “demoníaco tratador de macacos”  Vaughan

UNCANNY X-MEN #10  Spoilers Mutantes

Roteiros Kieron Gillen Desenhos Carlos Pacheco

Os X-men descobrem que o alienígena extremamente perigoso conhecido como “Unit” está enfrentando Esperança e Ciclope ordena uma imediata retirada da atual batalha em que eles se encontram com a finalidade de auxiliar a “Messias Mutante”, apesar do desgosto aparente do Capitão América – que para os mutantes e os tratadores de macacos, é um grande hipócrita.

Quando eles chegam ao ponto exato, eles tacam Unit que consegue derrotar um a um de uma forma ou de outra. Até que Perigo – o ser artificial que auxilia a equipe –  chega e consegue superar o alienígena e algum sentido de ordem volta a imperar – afinal essa não é a equipe de super seres mais poderosa da Terra? -, Esperança conta que o ser apenas queria conversar e os X-men retornam para Utopia.

A agente Brand – chefe da S.W.O.R.D. e lanchinho do Fera – chantageia Ciclope para que eles tragam o Unit e o mantenham encarcerado na ilha enquanto as instalações de detenção da estação da S.W.O.R.D. é recuperada. Scott Summers aceita, depois, uma vez na base dos mutantes, Unit que apenas fingia estar capturado, força Perigo a chamar Esperança para que eles possam discutir sobre ela e Fênix. E essa é a edição.

Essa revista é muito bem escrita – os diálogos são melhores que o roteiro em si, é o forte de Kieron – é interessante ver como o Unit “arregaça” com a equipe de Extinção de Ciclope, provando que existem ameaças que até mesmo eles não tem poder contra. Também é muito bom ver o clima chato entre o Capitão América e Ciclope, o que fundamenta o caminho para a chegada da saga caça níquel das duas equipes .

Ciclope realmente coloca Esperança num pedestal e ela não precisa de um, ele é super protetor com ela e a menina foi criada por um dos melhores especialistas em sobrevivência de todos os tempos. Literalmente ela pode cuidar de si própria, A moça tem provado isso muitas e muitas vezes esse tempo todo. Mas tudo descrito aqui irá resultar em dois ou três enredos para o futuro dessa revista.

O destino de Colossus é muito triste. Peter passou por muita coisa desde que abandonou a Rússia para se tornar um X-men, e ter se tornado agora o oposto exato do seu eu interior poeta e artista está nitidamente destroçando russo por dentro.

Também o triângulo amoroso entre Emma/Namor/Scott está ficando cada vez mais explosivo a cada edição. E por fim o personagem Unit é muito interessante, esperamos que a Marvel – os editores – não esqueçam o vilão em uma gaveta empoeirada após esse arco de histórias. Finalmente Kieron Gillen tira aqui o foco do Ciclope e dá ao resto do grupo uma atenção.

A arte dessa revista é lindíssima – claro! Carlos Pacheco! – as expressões faciais de todos os personagens são muito bem retratadas, inclusive dos seres mecânicos. As seqüências de ação são muito bem coreografadas e o uso dos poderes individuais de cada mutante muito bem orquestrado. O único comentário negativo é que o grande mote da equipe, da revista como um todo não é trabalhado, não anda. O fato de eles estarem unidos para impedir que a espécie mutante seja extinta, afinal eles lutaram contra o Senhor Sinistro, foram numa aventura em Tabula Rasa e agora impediram a fuga de alienígenas encarcerados pelos governos da Terra… mas isso tudo deve mudar com a nova saga Marvel.

Vamos deixar a batalha começar e presenciar um a um dos Vingadores serem jogados ao chão como pinos de boliche…

X-men #10 primeira série, de Stan Lee & Jack Kirby (a estréia de KA-ZAR)

Demon Knights #8  Spoilers demioníacos

Roteiros Paul Cornell   Desenhos Diógenes Neves

Antes de mais nada…

Para quem não sabe, Etrigan  o demônio é uma criação de Jack “o rei”  Kirby para a DC comics – sua última revista na editora antes de voltar a trabalhar na Marvel – o personagem é uma criatura ancestral e maligna do Inferno que o famoso mago Merlin na antiguidade, não vendo outra forma, prende em essência no corpo do nobre cavaleiro da Távola Redonda Jason Blood, tencionando dessa forma acabar com a ameaça que o demônio representava, porém sentenciando Blood a uma vida eterna de tormentos.

Os Cavaleiros Demônios estão a caminho de Alba Serum para encontrar e conhecer a realeza que governa essa mítica cidade e receber sua recompensa por salvá-los da Rainha da Horda. No caminho para lá, Madame Xanadu é perguntada sobre a história de como ela e Etrigan se conheceram. Ela os conta sobre sua história com Merlin, Camelot e os sacrifícios que ela fez para estar com Jason Blood. Quando Etrigan é libertado, ele conta para Exoristos uma história diferente. Enquanto isso na cidade de Alba Serum, Merlin está de volta e se encontra em sua torre. Enquanto está trabalhando, ele é apunhalado pelas costas por uma figura demoníaca.

Essa foi uma edição de “origens” muito bem escrita. Após toda a ação e aventura do último arco dessa revista, nós precisávamos mesmo de uma edição ou duas de paz, revelações e fundamentação para futuros novos arcos de histórias. A progresso na relação de amor entre Jason Blood e Nimue – Também conhecida como Madame Xanadu – é muito bem feita e emociona. É bonito o sacrifício que ela tem que suportar para manter esse amor vivo e é fantástico a reviravolta no fim da edição que agora nos força escolher qual dos dois está dizendo a verdade.

Para Etrigan, um demônio do Inferno, mentiras não são diferentes de verdades, portanto isso realmente adere uma nova complexidade para o roteiro. É bom ter o foco mais vezes nesses dois personagens, mas o que todos querem é descobrir mais sobre os personagens menos conhecidos. Também é muito bom ver Merlin de volta a revista e a preparação para a próxima aventura de D&D dessa “campanha”.

Aqui nós não temos tantas tiradas de humor e momentos de ação, “mas diabo!” – desculpe Etrigan – uma edição de “descanso” é para isso. No entanto mais interação com Vandal Savage – personagem responsável por momentos de riso, quem diria ser o mesmo personagem que pode ser visto na animação: Liga da Justiça: DOOM, tocando o terror com os heróis – é sempre bem vinda. Na próxima edição não seria nada ruim mais aprofundamento agora em personagens menos conhecidos, no entanto esse é um dos cinco melhores títulos do reboot DC e uma revista extremamente agradável para quem tiver nostalgia e saudades de suas aventuras de RPG medieval e fantasia com seus amigos.

Na arte  Diógenes Neves teve o auxílio luxuoso de Bernard Chang para essa edição e ele se encaixou perfeitamente no clima da revista sendo responsável por excelentes quadros. O colorista Marcelo Maiolo (conhecido por seu trabalho em I, Vampire) continua mostrando o quanto é talentoso, apesar de me parecer mais inspirado nessa outra revista.

Finalmente estamos vendo que o título Demon Knights está engrenando, após um início de ritmo lento  o grupo está tomando a forma de algo muito além do que um filme tipo:  “SSS” – Sete Samurais Solitários – e essa oitava edição é realmente um bom ponto de entrada na série para quem não apostou na revista logo no início do novo universo DC. Afinal Paul Cornell mostra saber exatamente aonde ele quer levar esse título. E vale muito a pena estarmos nesse carro, uma vez que ele chegue.

Todas as outras resenhas podem ser vistas aqui mesmo no site.

Anúncios

55 comentários sobre “Fabulosos X-men #10 & Demon Knights #8 “O tempo passa e nem tudo fica, a obra inteira de uma vida”

  1. Vou resumir tudo, incrivel.
    Posso falar, essa foi a minha preferida ate agora. Primeiro que o Gillen esta evoluindo com cada personagem, nao so um em especial, no caso o ciclope, como voce mesmo disse. Posso falar, com o andamento dela, o final ficou muito estilo filme de suspense, o mal se da muito bem e nos da uma curiosidade em saber o que vai acontecer depois….
    Valeu abraço

    Curtir

  2. E mais uma vez o Namor entre em um triângulo com uma mulher loira e considerando uma das imagens no post, parece que teremos outra traição psíquica.

    É nessas horas que eu lembro da declaração que o Claremont deu em uma entrevista (e que foi publicada em X-men 77 [?] formatinho da Abril): “X-men é um novelão de gente super” rsrsrsrs

    Curtir

    1. Verdade Spider, eu achava que o novelão tinha começado (sido inventado) pelo próprio Chris Claremont durante sua passagem pelo título, mas quer saber??? Sempre foi,desde a época de Roy Thomas e Neal Adans (ou até mesmo em momentos de Lee e Kirby) basta lembrar de todo aquele inferno entre Monolito Vivo e Destrutor….a briga entre os irmãos Summers…o conflito de ideais entre amigos , Cain Marko e Charles Xavier… é…sempre foi novelão mesmo antes da fase mais pop.

      Curtir

  3. Carlos Pacheco é motivo pra qualquer apreciador de um bom desenho adquirir uma revista ! Mesmo que seja dos X-Men, um grupo que faz parte de uma família editorial bastante rentável e justamente por isso torna-se o popular do popular. Os X-Men viraram uma espácie de “axé” dos quadrinhos norte-americanos. O tipo de coisa que algumas pessoas resolveram gostar por obrigação independente da existencia ou não de qualidade.

    Quanto ao Etrigan, parece que finalmente está começando a receber a atenção que sempre mereceu.

    Curtir

    1. Pois é, no caso no Etrigan também tenho que te responder “pois é”, mas com o detalhe de que além dele ter recebido uma equipe criativa competente e talentosa, o elenco de apoio é “fodástico”…

      Curtir

  4. E cada dia fica mais dificil comentar aqui no meio de tanta pessoas entendidas do assunto, porem, nada melhor que dar os parabens para mais um trabalho bem escrito. Vou arriscar alguns comentarios. primeiro: espero que desta vez eles possam dar valor ao colossos e não se perderem com as grandes possibilidades de grandes historias que este personagem pode gerar.
    Agora, sobre o capitão america e o ciclope, desculpem, mas pq eles não somem com esses dois, nunca somam em nada e quando soman os roteiristas (não importa o tanto que sejam bons) sempre acaba virando em merda, são personagens sem sal, que um monte de gente gostaria sempre de ver eles se dando mal.
    Agora sobre o senhor Etrigan, não posso falar muita coisa pois so conheço ele nas participações com o cavaleiro das trevas. Porem prometo um dia ficar a par desse que dizem ser um grande personagem.

    Curtir

    1. É verdade nobre Leonam, o Colossus merece sim ter sua história ali muito bem contada. Sabia que a Tempestade está pior que ele na revista? apenas uma figurante de luxo. Quanto ao Etrigan, boas histórias já foram feitas com ele, essa é uma deles, porém temos por aí minisséries e especiais só com ele, que valem muito a pena. Mas quem sou eu? Apenas um rapaz latino americano fã de tudo que foi criado por Jack Kirby…

      Curtir

  5. Veketor, logo chego nesta fase dos Xi-Ximen… não sei quem questionou o porque dos x-Men sempre lutarem com aliens, só sei que depois do pau que vão levar dos Vingadores o espaço será a próxima morada do gene X, o filme vai ajudar, claro.

    Não curto Etrigan, mas realmente essa fase tem muita gente falando bem.

    Curtir

  6. Por Gaia e Chronos!!! Etrigan o demônio???……. personagem obscuro da DC comics criado em 1972 ??? E EU que estou na DC desde 1965, sou super pop, NÃO FAÇO PARTE NEM DE COMERCIAL DE COTONETE!!! Ódio!!!

    Curtir

  7. Eu não li nenhuma das revistas e provavelmente só o farei quando sair no Brasil. Não sou fã de scans ou de importados. Em todo caso, os x-men parecem sempre contar a mesma história. Se antes tinhamos o triangulo scott/jean/wolverine e depois scott/jean/emma, agora temos scott/emma/Namor. É interessante verificar que apesar de estar mais que estafada esta ideia, os fãs não parecem cansar-se da mesma. No fundo porque interessa mais a maneira como se conta do que o que realmente se conta, bem como o facto de que todos querem esquecer a altura em que ciclops era um personagem chato e sem carisma (ver x-men antes de Morrison). Sempre foi uma maneira de fortalecer o personagem (bem como afastar o professor xavier da liderança). Também é interessante de que muitos fãs sempre se queixaram dos x-men sempre ficarem de lado nas grandes sagas da marvel. Os x-men raramente foram protagonistas nos mega eventos, ou seja a propria Marvel os descriminava (o que sempre achei irónico pois o carisma dos personagens assentava precisamente no racismo e descriminação). E justo agora que vão fazer um mega evento com eles no palco pricipal (e não apenas em tie ins ridiculos) surgem logo vozes de que esta saga é só mais uma e blá blá blá. Desde guerras secretas que sempre houveram “mais uma” saga. O melhor protesto que poderiam fazer contra os mega eventos seria não os comprar. Mas quem duvida que as vendas serão fabulosas? Lá está. Novamente não interessa se este x-men vs vingadores é uma guerra civil recauchutada. Se a história for bem contada e divertida, a originalidade pode passar um pouco ao lado. Isto é entretenimento.

    Curtir

    1. A melhor parte sem dúvida nenhuma de amar a nona arte, seja nacional ou de qual editora (afinal todas tem seus méritos e apesar das repetições concordo contigo que nunca iremos abandonar) é descobrir outros “amigos” que nos presenteiam com generosidade e personalidade.

      Curtir

  8. Estou acompanhando de longe os X-Men e aguardando o momento melhor pra ler essa saga numa tacada só; já Demon Knights é algo que devoro desde o primeiro número com muito prazer. Finalmente alguém conseguiu pegar o jeito com um personagem solo do Jack Kirby na DC (que pena que o mesmo não pode ser dito de OMAC – que amo – e Novos Deuses – Alias, algum sinal deles no reboot?)

    Etrigan é um dos meus personagens favoritos e essa é uma das melhores revistas da nova DC. Não era preciso rebotar um universo inteiro pra fazerem isso…

    Curtir

  9. “Vamos deixar a batalha começar e presenciar um a um dos Vingadores serem jogados ao chão como pinos de boliche…”

    AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAUEHUAEHUHEUHEUHEUHUEHHAE!! PARTILHO DO MESMO PENSAMENTO!! AS VINGADORETTES CHOOORAM!!
    (Mas o Filme dos Avongires vai ser MUITO da hora!!)

    Curtir

  10. Vocês não estão vendo o “padrão” ??? Os “badboys” pegam tudo, no caso da Xanadu, ela bem que tira uma casquinha com o diabão e no da Emma Frost, só o peixão do Namor pra jogar água naquele fogo todo dela (o mulher fogosa…), mas também que peixe é esse!!! Orelha pontuda ta na moda, gente! Ô esse peixão lá em casa…

    Curtir

    1. Acho que isso depende do escritor. O Joss Whedon soube retratar muito bem este lado da Emma… plantar a “dúvida” de sua lealdade na cabeça dos leitores… infelizmente nem todos conseguem conduzir as tramas com a mesma maestria.

      Curtir

      1. Verdade caro Doutor, concordo sobre esse trabalho interessante que o Whedon fez sobre a dualidade na lealdade da Emma Frost. Já as sementes desse triângulo amoroso atual não foram plantadas pelo Kieron Gillen , no entanto justiça seja feita, isso ele está sabendo fazer muito bem, agora façamos um exercício de imaginação e pensemos como seria tudo isso que está aí, mas com alguém do naipe do Whedon a frente: MELHOR TRAMA MUTANTE DA MARVEL.

        Curtir

  11. É realmente um feito digno de nota a Demon ainda estar sendo lançada entre os N52 da DC. Isto deve significar que a edição chegou a um nível mínimo de qualidade.

    Quanto aos X-Men, é interessante esse atrito plantado entre o Capitão América e Ciclope… considerando o que o futuro os reserva. Porém, são dois personagens que eu jamais imaginaria numa pedenga. Mas na Marvel, tudo é possível. 😀

    Curtir

  12. Essas séries “Origens” foram uma ótima sacada, muitos fãs ficaram agradecidos por poderem conhecer a história “Antes” que tornou seu herói ou vilão, como é agora. Muito bom.

    Curtir

  13. Não vou comentar DemonKnights por que não acompanho nem um pouco, mas… sabe uma coisa que sempre me incomodou nos X-men? POR QUE RAIOS ELES VIVEM ENFRENTANDO ALIENÍGENAS? E a saga atual adiciona outra coisa para me irritar, que o maldito do namor tendo mais um triangulo amoroso. E acabando com a única coisa que ainda me agradava no ciclope, que era ele manter um relacionamento que presta, ao menos uma pessoa que ele não havia alienado por completo. Bem, tá mais do que na hora do Scott tomar várias surras.

    Curtir

  14. Dessas duas só leio X-Men e torço para que consigam criar novos vilões interessantes para os mutantes, pois muitos estão usando um X no uniforme atualmente (Magneto, Apocalipse, Fanático, Krakoa, Ninhada, Perigo…)!

    Se bem que esse Unit tá me cheirando a um futuro par romântico com a Perigo! Que São Loeb nos proteja disso.

    Curtir

    1. Caraco…. será??? Agora você conseguiu me “trollar” colocando pavor na minha mente…era só o que faltava, Perigo e Unit… mas é verdade mesmo, tem tanto inimigo dos X-men virando aliado sabe por quê? Porque eles tão numa merda tão grande com o perigo de extinção e com os humanos que se esses caras ainda estivessem contra eles, já era Ckreed!!!

      Curtir

  15. X-Men: Pelo que parece só depois do cross (aqui pode Arnaldo??? Se não puder depois eu me acerto: O MAGNETO VAI CHUTAR O BUNDINHA DE LATA DE VOLTA PRO VIETNAM!!!!!!! Prontofalei!!!!) é que o ritmo volta ao normal.
    Quanto aos Cavaleiros: Tá faltando mesmo explorar os outros integrantes.

    Curtir

    1. Você acha mesmo Vandal Savage Latino que o Homem de Ferro vai ter a bundinha milionária/playboy dele, criada a leite com pêra, a ovo maltine, na geladeira em pleno mês de estréia do filme Os Vingadores ??? tomara… mas…

      Curtir

  16. Parece que tudo está a convergir para mais um mega crossover comercial de bons contra bons (descobriram que dava mais dinheiro que bons contra maus). Os X-Men irão incompatibilizar-se com os Avengers, andarão à paulada e como é normal nestas tretas no fim ninguém deve ganhar… outro foco de interesse será a loura a passar-se para o Namor… será que é assim para criar espaço para uma possível volta da Jean Grey? É que essa menina tem mais vidas que um gato e deve estar para voltar!

    Demon Knights é uma das boas surpresas da DC! Excelente revista com muito sangue novo! E por isso mesmo interessante e capaz de potenciar leitores!
    É uma revista que eu ando a seguir online para comprar a compilação quando sair, e além disso Etrigan e Madame Xanadu são personagens muito interessantes quando alguém sabe escrever estórias para eles…
    5 estrelas!

    Abraço

    Curtir

  17. Eu nunca deixei de acompanhar os títulos mutantes, algumas vezes com mais alegria, outras com menos, essa ainda não é uma volta a uma era de ouro das revitas X, mas é um bom momento indiscutivelmente. Estou torcendo para de uma forma ou de outra, as revistas fiquem o máximo possível intocadas pela saga dos Vingadores com eles…sonho meu, não? Bom… o Ciclope não gosta da Emma Frost, por mais sensual e feminina que ela seja, nem eu mesmo sei se gosto dela ali., então que ela seenrosque com o Namor..o que parece injusto, não? Afinal ela financia a ilha…ouvi dizer que o Professor X e o Legião (filho do careca) farão parte dessa equipe, o que acha, Venerável, sabe disso????

    Curtir

    1. Eu diria nobre Frederico que…acreditar que as revistas X não vão ser influenciadas com essa saga com os Vingadores é muita UTOPIA sua !!! auahauahau. Pra começo de conversa, a relação com a tal Messias Mutante vai mudar…agora…o Ciclope ta com um monte de bombas relógio nas suas mãos: Fenix…Namor e Rainha Branca….Colossus de Fanático…Magia…. acho bom ele contar mesmo com o apoio da Tempestade. E sim!!! Consta no site da Marvel esse spoiler sobre o Professor X e Legião…eu fico como??? Os Veneráveis pira!!!!!!

      Curtir

  18. Rainha Branca…. Uma injustiçada. Ela é dona de si (e às vezes dos outros), sabe o que e quem quer, dá pra quem quer, telepática ou praticamente, ela é A LOIRA FATAL, e tem todo direito de dar pro Namor. E o Namor tem todo direito de come-la. E o Scott Summers não tem que reclamar, tem que ficar quietinho mesmo, no canto dele, olhando e sem poder nem brincar consigo mesmo. Ele vai gostar……..

    Curtir

  19. É verdade, a revista está cada vez melhor, no início deu uns tropeços, não foi como a do Jason Aaron (Wolverine e os X-men) que desde o início deu show, mas potencial para ela nunca faltou e agora vai…para quem n”ao sabe, a S.W.O.R,D. é uma espécie de S.H.I.E.L.D. que lida com ameaças extraterrestres ao nosso planeta.

    DEMON KNIGHTS é sim uma das 5 melhores revistas da DC nos dias de hoje, na classe de Homem-Animal, Monstro do Pântano,Mulher Maravilha do Azzarello e Batman do Scott Snyder… quem nunca deu uma chance para ela, a hora é agora! Etrigan na veia!!!

    Curtir

      1. O genialidade de Rob Liefeld em Rapina e Columba não podem ser comparadas com as outras revistas, tem estar numa categoria a parte…ele é “hors concours”… pronuncia-se bem lá no fundo.

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s