Capuz Vermelho e os Fora da Lei #8 & Wolverine e os X-men #9 – “É o dia dos “fodões” que tem revista e um grupo para chamar de seu!”

Por Venerável Victor “Tratador e seus X-monkeys”  Vaughan

Resenha de Wolverine and the X-men #9  SPOILERS

A nona edição de Wolverine e os X-men mantém o nível de qualidade que nós estamos comprovando desde o início e apesar de não seguir a frente com o conflito com o vilão Dentes de Sabre, que eclodiu no número anterior, a revista transita agora no mais recente evento da Casa das Ideias: Vingadores VS. X-men.

Como é que pode? Jason Aaron consegue manter o roteiro sempre interessante e cheio de humor, mesmo que necessite adicionar questões um pouco mais sérias. Quando o Capitão América chega à “Escola para jovens superdotados Jean Grey”, ele está em uma missão: Trazer Wolverine para lutar ao lado dos Vingadores contra Ciclope. No entanto, certamente vocês podem adivinhar de que lado Wolverine decidiu ficar, não? Aaron desenvolve aqui um ótimo Capitão América, achando o grande equilíbrio entre orgulho e liderança sem cair para a imagem de “santo” que alguns escritores insistem em retratá-lo.

Não vamos estragar isso para vocês. A coisa que mais me chamou atenção nessa edição, foi o quanto Logan está em conflito, não era pra menos, muitas coisas foram bem retratadas nessa revista.

Primeiro, por que Logan sempre manteve uma distância emocional de Esperança? Aaron não precisou usar de um monte de diálogos para expressar os sentimentos do canadense invocado nessa edição. Ao contrário, ele escolheu suas palavras com sabedoria e as usou com parcimônia durante todo o capítulo. O que faz todo o sentido, afinal Logan é um homem de poucas palavras, mas é claro o conflito em sua alma. Enquanto ele reconhece que a maioria dos mutantes acredita que Esperança é a Messias e parte importante na sobrevivência de sua espécie, ele também reconhece que ela provavelmente será o próximo veículo para a Força Fênix, uma força cósmica de renascimento, mas também de destruição…

A melhor parte dessa edição são os pequenos momentos que cada personagem ganhou, desde os alunos até cada membro da equipe de instrutores, passando por Rapina, a guarda costas do herdeiro do Império Shiar. Todos os personagens principais também ganharam aqui um grande diálogo que captura perfeitamente o que cada um significa. O Fera mais uma vez tem seus momentos de “astro” dessa revista, como merece! E o jovem e diminuto Broo é o segundo vencedor!

O Capitão América exige que Wolverine escolha um lado, e ele definitivamente o faz nessa edição, mas vocês podem ver o quanto remorso e culpa ele sente por isso.

 “O” Diálogo da edição:

Fera – Eu vou para o espaço lutar contra um pássaro gigante da destruição cósmica, o mínimo que você poderia fazer era me dar um abraço.

Wolverine – Eu gostaria, mas você tem pulgas.

Fera – Elas não são pulgas! Os Banfs acharam minhas partículas Pym! Eu não quero morrer com você pensando que eu tenho pulgas!

Wolverine – Tarde demais. “

Resenha de Red Hood and the Out Laws #8  SPOILERS

Nessa edição de Capuz Vermelho e os Fora da Lei, o senhor Scott Lobdell trás seu inusitado time à Gotham para uma revanche com Susie Su – uma obesa inimiga mortal de Jason Todd – o que convenientemente os deixa no lugar certo para participarem do primeiro crossover das revistas da bat-família : A noite das corujas. Infelizmente essa necessidade acaba por roubar muito da importância que essa edição poderia ter, afinal Lobdell soluciona a luta de Susie e Jason de forma rápida e utiliza as últimas cinco páginas na preparação  do enredo para a edição #9.

Antes de seguir adiante uma consideração. Você leu isso mesmo, Jason admite ter matado dezenas de chefões do crime organizado em Hong Kong e  seus colegas de equipe dizem  como ele consegue contar “as melhores histórias”? É sabido que aqui, Kory, Jason e Roy são supostamente anti-heróis, mas isso foi algo escrito de mau gosto. Roy ri tanto e tão alto que teve que limpar as lágrimas de seus olhos, sim, afinal, assassinato em massa é extremamente hilário.

A interação entre Jason e Tim, que predominou praticamente durante toda segunda metade da revista, é algo que muitos fãs queriam ver após o reboot. Para novos leitores que não estiveram a par de toda confusão que o Capaz Vermelho aprontou no universo particular do Batman após sua volta a vida, na fase pré reboot, essa cena dos dois juntos aqui nessa edição pode não ter significado algum, afinal para todos os efeitos essa é a primeira vez que se vê esses dois interagindo, mas para leitores mais experientes, esses diálogos são relevantes.

A última vez que eles se encontraram, Jason tentou matar o rapaz e apesar de Tim admirar Jason por seus jovens dias como Robin, Jason sempre odiou Tim por tudo que ele representa. Não necessariamente pessoalmente Tim, mas as implicações que vieram com o rapaz substituindo ele como Robin.

Tim Drake representa algo crucial para Jason: ele pode ser substituído e sua morte não teve o impacto para Bruce Wayne que ele esperava que tivesse. Pelo menos em seus olhos – nós fãs mais antigos sabemos que isso não é verdade – mas pelo menos aos olhos de Jason, quando Batman tornou Tim o novo Robin, ele o traiu por simplesmente seguir adiante. Para ele, Tim representa uma simples e dolorosa verdade, ele pode ser trocado como um brinquedo quebrado, apenas comprando um novo e é assim que isso tudo é visto na mente doente de Jason. Isso não tem nada a ver com Tim como pessoa, mas sim com o garoto como símbolo – junto ao Batman – que representa tudo o que deu errado em sua vida.

E pior, enquanto Bruce rapidamente aceitou Tim, o tratou como um filho basicamente, Jason sempre foi a ovelha negra, a experiência que falhou. Como ele não pode odiar Tim? E o que parece ser a pergunta mais importante, como ele pode agora se sentir culpado por isso? O que o senhor Lobdell pode possivelmente fazer para nos convencer que Jason Todd superou tudo isso? Ele não pode. Com as interferências editorias constantes em seu trabalho, ele teve que buscar resolver isso da melhor forma, no entanto, seu conflito com o Batman sempre foi sua maior motivação, certamente isso não era nem um pouco saudável, mas era assim que funcionava. O roteirista apenas diz que tudo já passou e não parece ter muito espaço para no momento explicar convincentemente isso. O jeito é esperar.

Mas nem tudo são críticas negativas, a luta no hospital possibilita Lobdell  explorar com genialidade e dar momentos de brilho para todos os três membros da equipe, algo que nas últimas edições estava fazendo falta, mas poderia ser feito se o conflito deles com a “Corte das Corujas” ficasse circunspecto à edição #9 somente.

A arte de Kenneth Rocafort continua sendo “top”, é impressionante a fluidez e sinergia de seus quadros, nos brindando também com detalhadas páginas a cada mês, possibilitando com que ele continuasse na revista enquanto tantos outros artistas que estrearam nos Novos 52 títulos, já “dançaram” após as conclusões dos primeiros arcos de histórias. Realmente seu traço é o ponto alto dessa revista desde o início e principal responsável pelas vendas dela.

O Ministério da Saúde e o Santuário advertem:

Pratique esportes, mantenha bons hábitos alimentares e busque o equilíbrio entre mente e corpo. Estar tão fora do peso como Susie Su – no caso dela, obesidade mórbida – não é algo apenas ruim para sua auto estima, é em primeiro lugar prejudicial para sua saúde.

Parabéns ao site O Baile dos Enxutos pelos mil posts!Tudo Viado!

Anúncios

64 comentários sobre “Capuz Vermelho e os Fora da Lei #8 & Wolverine e os X-men #9 – “É o dia dos “fodões” que tem revista e um grupo para chamar de seu!”

  1. A cada dia que essas ediçoes passam, eu sinto pena do Wolverine. Ele e apenas um mutante com grandes problemas psicologicos que resolveu criar um hospic… uma escola para mutantes com problemas psicologicos em escala menor.
    Tambem sinto pena do Ciclope. Nessa ediçao ele parece um vilao, mas acho que ele e o mocinho, mas eu nao sou o mais indicado para falar isso…
    No final, achei muito boa, boa pra repensar o que aconteceu ate aqui, pois tudo pode mudar de um piscar de olhos, anda mais com a Força Fenix envolvida. Tudo pode acontecer.

    Curtir

  2. A piadinha do Fera com o Wolverine ficou engraçadinha, mas esse título ainda não me chama muito a atenção.

    ————

    Quanto a revista do Capuz, o Lobdell parece estar indo bem mesmo já começando a encarar interferências editoriais.

    Sabe, isso me faz pensar se ele também passava por muito disso na sua época com os X-men. Dada a popularidade do grupo na época, eu diria que sim, mas as vezes a mentalidade dos editores podia ser diferente. Vai saber….

    Curtir

  3. Wolverine TEM que ficar ao lado dos X-Men… putz, não tem nem o que pensar, velho! Tu tem fator X, Xará!

    A relação dos ex-Robins sempre foi meio tensa, mesmo antes do retorno de Jason. Mas o Capuz está tomando jeito, da sua maneira errada. Agora, esse sexo à três imaginário mexeu legal com a imaginação HEINS? Se depender da Kory vai rolar fácil, fácil…

    Curtir

    1. Eu dou a maior força para eles também nesse “three some”.
      Cara, me da vontade de pegar o Wolverine pelo braço e falar: “Se liga, xará!!! Os caras são o seu povo, sua família!!! Onde estava Tony Stark e Steve Rogers todas as vezes que vocês precisaram???”

      Curtir

  4. Por Chronos e Gaia!!! Se eu estivesse nessa revista (Capuz Vermelho) com meus amados amigos e o Jason (o maldito Diddio não quer…) as coisas iam ser diferentes. Eu ia ACABAR com esse clima de ménage a trois … ia virar “SWING” !!!!

    LOVE AND PEACE FOR ALL OF YOU IN THE MULTIVERSE!!!!

    Curtir

    1. Uma HQ reunindo Mulher Gato, Donna Troy e Estelar SERIA MUUUITO MAIS ATRATIVA que esse tal de “Capuz Vermelho e os Ôtláw”… principalmente com os desenhos do Frank Cho, Adam Hughes ou Guillem March por exemplo.

      Curtir

  5. Fiquei até animado com esse pendenga V vs X, acho que a cama da história está bem construída, há potencial aí.

    Agora, a primeira e única vez que vou discordar do Sr. Victor. Lobdell pra mim é um cara muito fraco. Aprendeu um pouco, mas é muito “novelístico” pro meu gosto. Blergh!

    Curtir

    1. Nobre Alex, o Senhor Lobdell está sendo boicotado! Existe um complô impossibilitando que ele escreva como deseja! Uma coisa faz sentido, pensa…deram 3 revistas para ele roteirizar no Novo Universo DC…(ele vendeu a alma em troca disso) e por “alma” entenda: LIBERDADE CRIATIVA.

      Curtir

  6. Bem… eu só li a primeira edição de “Capuz Vermelho e os Ôtláw”… e putz… não me causou boa impressão… pelo contrário, acho que tem tanta coisa errada nessa revista… Jason Todd NA MINHA CABEÇA, continua morto e enterrado (soco de realidade é o caraglho)… além disso, a mesma deveria se chamar “Estelar e os Ôtláw” (embora não deveria existir, mas já que eZéste… fazer o quê…). Creio que sua resenha, Venerável camarada, seja melhor que o gibi em si.

    E DE FATO: NO BDE, TUDO VIADO!! DAQUI A UMAS DUAS SEMANAS, SE O WITCHKING MANEIRAR, ELES DEVEM CHEGAR A 2 MIL POSTS, HEHEHEH

    Curtir

    1. Que gratuito! No BdE é TUDO VIADO, menos eu! 😉

      O Fera em Secret Avengers está sendo muito bem escrito com diálogos afiados!

      Das revistas X, X-Factor e W e os XM são as minhas favoritas.

      Curtir

      1. Diria Ousado Ckreed, que na sua lista de títulos X, poderia ser agregado a X-force do Remender. O Peter David está em casa no X-factor, não é mesmo? E sim…Poderoso Manhattan se depender do seu amigo Witchking vocês chegam nos 2 mil até antes! auahauahauhaau

        Curtir

  7. O Capitão e o Wolverine me fazem lembrar, um pouco, de Guerra Civil. Com essas escolhas de posição. Que, por sua vez, é bem interessante e possibilita o desenvolvimento de diálogos épicos.
    O Capuz se torna cada vez mais profundo (créditos devem ser dados ao desenho). E o que deve receber ênfase e esse joguinho psicológico entre Jason e Tim. Isso é muito bacana.

    Curtir

    1. Sim, jovem Felipe, essa saga lembra em parte muito Guerra Civil, nesse caso, fica difícil decidir quem é o “TONY STARK” ali… já que o Capitão e o Ciclope estão cheios de “razões” e “Certezas”…tenho medo por Ciclope (não pelo Logan, porque ele vai acabar indo pro lado dos mutantes) mas pelo fato dele estar levando tudo muito no fanatismo, ele está desesperado e transtornado, fora que não mede esforços para vencer…isso é muito perigoso.

      Curtir

  8. Ótimo review, Venerável… Gosto muito da revista do Capuz Vermelho. E também não vejo problema dela não se definir como uma revista dos Titãs ou “do Batman”, gosto dessa sensação meio híbrida, pois gosto dos dois cenários. De qualquer forma, acho que veremos mais e mais eles interagindo com o resto do UDC, mesmo que seja algo que eu não faça questão.

    A arte do Kenneth Rocafort me lembra os melhores dia do John Romita Jr, muito boa mesmo! me espanta ele não estar recebendo toneladas de elogios, já que ele vem fazendo um trabalho memorável. E com certeza foi “mandate” isso do Jason e do Tim terem superado das diferenças entre eles… Forçado, mas fazer o que!?… Eles tem que colocar as coisas em novos termos agora que estamos num universo pós-relaunch…

    Curtir

    1. Você disse tudo Érico, faz todo sentido, agora a forma como ele vai resolver isso é que é problema dele (do roteirista)! Mas Jason e Tim tem que andar pra frente no novo universo, é isso aí. E quanto ao Rocafort…verdade, como é que esse cara ainda não explodiu no gosto geral da indústria??? Em tempo: você é um dos poucos seres vivos na Terra que se lembra dos bons tempos do John Romita Jr….sim! Já existiram! Ele já soube desenhar no início da carreira!!!

      Curtir

  9. Capuz Vermelho: Acontece alguma coisa estranha entre esses três heróis/anti-heróis mesmo!!! E acho que é a Estelar que é a “macha” da relação! rs WOLVERINE: Eu sou Marvel na veia desde que me iniciei no universo dos heróis e essa revista é o máximo, me lembra de bons tempos da época “escola” da fase do Grant Morrison, com a ficção científica que ele impunha!

    Curtir

    1. Ouso dizer….posso ser linchado…que apesar da fase do Grant Morrison na revista ter sido fenomenal…e ter pontos altos mais que fracos…que essa é especial demais, nem deveria ser comparada!!! Mas lógico que bebe na fase do escocês careca, para seguir em frente.

      Curtir

  10. Faz tempo que não leio a revista. Acompanho mais por aqui mesmo! Bom, curto o que os editores da edição vêm fazendo e pedindo para o Lobdell moldar. O essencial mesmo é a arte. Indiscutivelmente uma das melhores nesta fase…

    Curtir

    1. Essa foi a coisa mais fofa que vi você falar desse título! Está tomando medicamentos para a raiva? Ou tem um certo psicopata recém ressuscitado com uma arma apontada para sua cabeça mineira, enquanto escreve esse comentário?

      Curtir

  11. Os desenhos dessa edição de “Wolverine …” estão fantásticos. ipo de coisa que tira vc do marasmo 🙂 Faz a gente querer a edição impressa! É uma pena que esses editores imbecis sempre trocam o desenhista qdo os leitores começam a se apegar 🙂

    Curtir

  12. Wolverine e os X-men segue muito bom, mas não consigo gostar dos desenhos hehe.
    Quando isso sair por aqui estou bem tentado a acompanhar. Mas vou ter de ver bem que acompanhar eheh Vai ter Homem Animal, Monstro do Pântano, Batman, Talvez Aquaman, Wolverine e os X-men e alguns mangás hehe Vou precisar de outra emprego… Alguém aí está contratando? heheh

    Curtir

  13. Esse arco do Wolverine está ficar muito bom, embora não goste da arte… infelizmente não se pode ter tudo! O diálogo das pulgas está fabulástico! Muito bom!
    😀

    Quanto ao Red Hood… li algumas coisas e não gostei muito da estória… talvez porque ainda não está bem integrada com o restante universo DC, embora nos queiram dizer que sim, que está bem integrada no actual DCU! Eu acho que não. Não é carne, não é peixe… decidam-se!
    😉

    Abraço

    Curtir

  14. Wolverine e os X-men é uma das melhores coisas que a Marvel fez nos ultimos anos (isso e Astonishing X-MEN). Tirar Logan do lugar comum, o ultra-mega-power-motherfucker e o colocar como o que ele sempre foi – em seu íntimo- alguém que embora a vida tenha aprontado poucas e boas com ele, é um cara legal, e quer fazer diferença no mundo. Eu sempre vi Logan como um professor e isso foi trabalhado ao longo desses anos com a quantidade de “sidekicks” que ele adotou e treinou: Kitty Pryde, Jubileu, Armadura…

    Capuz vermelho foi minha grata surpresa do reboot, eu achava que não ia gostar do titulo e ele me surpreendeu muito positivamente. E não só entendo, como concordo com o Jason, Batman não o vingou. Nem a ele e nem à Barbara Gordon, deixou o Coringa à solta, sem punição definitiva.

    Curtir

    1. Imagina se a Barbara Gordon pensasse como o Jason? O Batman tava fudido com esses dois unidos…daria até um “ELSEWORLD”, heim, Uchoa????

      Safadinho esse Logan com suas pupilas adolescentes, heim? E sempre de etnias diversas…chinesa, Japonesa, judia…e agora tem a Idie (africana) ele ta cada vez mais próximo dela.

      Curtir

  15. Cara, se a Marvel deixar o Brubaker vazar, ou levar ele a sair, eu deixo de acompanhar a Marvel por um bom tempo, Victor…

    Agora, quanto aos X-men… talvez seja só uma opinião minha e de um amigo meu, mas cada vez mais o Wolverine tem ficado heróico (embora ainda seja resmungão), e o Scott está mais perto de um vilão. Esse rolo todo da Fênix só falta o ciclope gritar “DANEM-SE OS RISCOS”, ou algo do gênero. Ele já tomou um mijão do Magneto por estar ‘soando como ele”…

    Curtir

    1. Você disse tudo Pedro, concordo com você em gênero, número e grau no seu argumento. Existe um objetivo com isso, pena, não quero o mau do Scott, muito pelo contrário, me identifico totalmente com ele, o Santuário é a minha ilha UTOPIA, e meus nerds aqui, minha espécie em extinção. Faria tudo o que ele faz para garantir meu castelo e meu povo vivo. AUHAUAAHUAHAU. AHHH! O Brubaker é a sua cara! Se você não tivesse dito, pelo que leio seu, nas suas críticas na FORTALEZA DA NERDITUDE
      http://fortalezadanerditude.blogspot.com.br/
      (procurem na web, ótimo site) , diria que seria ele “o cara” para você, nos roteiros.

      Curtir

  16. Fiquei boiando, não sabia destas fase dos personagens que abordou. Sacanagem com o Fera, ele deve ser muito asseado pela fama de don Juan quando estava nos Vingadores… Não curti muito o estilo da arte dos X-Men, mas combina com o humor que parece ser a proposta da equipe criativa. Valeu por me deixar informado das HQs atuais, Vê Vê Vê !

    Curtir

    1. Leal Joubert, a única coisa que tenho que admitir que realmente gosto na arte do Chris Bachalo, é como ele desenha o FERA, pra mim, tenho que dar o braço a torcer, o Hank Mccoy fica lindo e estiloso no traço dele, só dele e do Nick Bradshaw. De resto…quer saber, é tanto “Bachalismo”que já estou me acostumando…a revista é tão ótima que supera isso> Milagre!!! (milagre não, TALENTO, do Jason Aaron)

      Curtir

  17. Bem, gosto é gosto e não se disculte, meu amigo fala que eu tenho uma puta de uma inveja por não conseguir desenhar (logico, quando eu estava aprendendo eu destronquei quase os 10 dedos, mas isso não vem ao caso), porem sou invejoso sim, e gosto do que é bom, e pelo pouco que venho acompanhando aqui e pelo pouco que meu ingles permite os roteiros das historias dos x-man e wolverine continuam magnificos porem a arte ainda fica a desejar, bem tem pessoas que gostam deste tipo de arte, é uma arte e eu respeito, mas acho que o fera e o wolverine poderiam contar não so com um bom roteiro mas com uma arte melhor.
    O que dizer sobre esse trio de hero…. ops hehehehe, são magnificos, e acho que esses contatos com os titans e com a batfamilia poderiam acontecer menos, algo nas sombras mostrando sempre o desequilibrio de jason e de seus companheiros que não ficam atraz tambem, o universo é muito grande para eles dependerem em suas historias desse contatinho, acredito que se continuarem em mãos de bons roterista podem sobreviver eternamente. Espero que a DC de o devido valor a eles e não os tranforme descaradamente em vilões como fez com exterminador, que foi muito mal aproveitado pela dc como anti-heroi.
    no mais parabens novamente pela postagem que ficou muito boa.

    ps.: puts que ilustração sacana ai no final da postagem hem, hehehe lembrei de um filme (comedia romantica) com um dos irmão baldwin e um outro ator que não me lembro o nome que vivem em um triangulo amoroso tipo esse heheheheh, sacanagem.

    Curtir

      1. Foi uma puta sacanagem minha João…o nome disso é TROLLAGEM… to andando muito (digitalmente) com um povo maravilhoso da cidade de ICÓ no Ceará, FANTÁSTICA NET QUE UNE A GENTE, lá eles são reis! E eu…amigo dos reis e o carioca mais cearence do planeta!!! Um CC !!!

        Curtir

  18. Uma coisa em comum nos dois títulos é a velada imposição editorial por causa dos momentos passados e os arcos nos quais elas “esbarram”. Mas Aaron e Lobdell a seu modo contornam isso e entregam dois diálogos memoráveis. Agora só nos resta pedir à Deus boa sorte ao tratador e seus macacos que agora são espaciais em mais uma empreitada cósmica.
    PS: dois momentos em que o Logan não brincou com partidas. Na segunda morte de Jean e também na morte de Mariko Yashida. Memoráveis!!!!!!

    Curtir

    1. Sabe grande CATALOGADOR da NONA ARTE….você que nasceu a 10 mil anos atras…o Wolverine vai é ficar de um lado…o da escola! quero só ver se a Jean voltar no final…por Deus, Nilson! Reza para a Jean voltar no final!!! Vai ser um samba do crioulo doido….entre Utopia e Westchester!!!

      Curtir

      1. Huuuuuummmmmmmm……..Vou ver o Logan do mesmo jeito que era na época do Silvestri????? Brigando com o caolho pela Jean???? Só que desta vez não vai ter uma Maddie, mas sim uma Emma entre eles!!!!

        Curtir

  19. Meu jovem rapaz, realmente essa revista dos X-men tem me agradado, existem certos elementos na mitologia da equipe que quando valorizados, são o segredo do sucesso em vendas, pois atingem em cheio o corãção dos fãs…um deles é o elemento carisma e família (ali não falta em todos os personagens), outro , o respeito pela história pregressa deles (e Jason Aaron tem de sobra), por fim, muito bom humor, essa revista tem isso o tempo todo.

    Jã o Capuz Vermelho precisa estar mais interligada ao universo do morcego de vez…ou então deixarem mais Titãs participarem e ela assumir essa faceta, agora ficar nem sendo uma coisa nem outra está prejudicando demais o título, não? No entanto a arte realmente é coisa de louco. Abraços a todos.

    Curtir

  20. Realmente o traço de Kenneth Rocafort é um diferencial e foge “Graça aos céus” do que estamos acostumados a ver. Traço mais simples e natural, dando fluidez e liberdade nos movimentos.

    Curtir

  21. “Você tem pulgas”
    Esse é o tipo de dialogo q eu consigo imaginar perfeitamente entre o Wolverine e o Fera. Nossa, essa hq deve ser mesmo f*, uma junção dos Vingadores, Wolverine…

    E isso ai, exercicios e nada de novas Susies por ai.

    Ótima resenha, caro Vaughan =DDD

    Curtir

    1. Nada de novas Susies Su por aí! Vocês sabiam que a parcela da população acima da linha da obesidade no nosso Brasil já chega na casa dos 30%??? Um absurdo em um país com uma vocação tão grande para a atividade física e o esporte.

      Curtir

  22. Gostei da Review! Achei que a Revista está sendo legal… Dos três, dois são personagens que eu amo muito e o Jason, aos poucos, tenho começado a gostar. O que me está fazendo simpatizar com essa revista, é que eu sinto que deram o valor que a Estelar estava precisando… E eu confio no Lobdell.

    Ótima Review!

    Curtir

    1. Também confio no Lobdell, amigo…quanto a princesa alienígena…isso realmente não esta sendo levado em consideração para quem fica de “mimimimi”, independente de onde ela está, a moça está tendo importância sim, veja o caso daquela primeira Moça Maravilha…ninguém nem lembra que ela existia…ou existiu.

      Curtir

  23. Eu ainda quero acreditar na revista do Capuz Vermelho, confio plenamente no potencial do senhor Lobdell (se deixarem ele trabalhar) e quanto ao Wolverine e os X-men, nossa, que barato, a Marvel que se cuide e mantenha escritores como o Brubaker, o Aaron e o Remender (a prata da casa) muito bem guardados.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s