ALGUNS MOMENTOS “VERGONHA ALHEIA” DOS QUADRINHOS DE SUPER HERÓIS

Por Venerável Victor  “sem vergonha nenhuma na cara”  Vaughan

Na época pareciam totalmente inofensivos…

Batman“Eu tenho novidades para você, Robin! Espera para ouvir o que o Gordon tem escondido na manga!”

Robin“Batman está fazendo o que pode para parecer feliz, mas eu sei que seu coração não está bem”

Na época em que essa história foi publicada era comum e não continha nenhuma outra conotação, que não fosse o significado de alegria, a palavra: gay. Hoje em dia, um texto como esse é um tremendo tiro no pé. Relaxem que o Homem Morcego ainda vai protagonizar a maioria dos momentos “gloriosos” dessa matéria.

Demolidor“Então porque você não veste algo mais aceitável ?Eu quero que minha gata seja a mais linda da festa!”

Viúva Negra“Seu porco chauvinista…”

Demolidor “Eu te disse para mexer esse poposão, gatinha…”

Essa imagem há algum tempo vem sendo cult nos compartilhamentos das nas redes sociais, foi também a primeira que colecionei para um dia postar nessa matéria. Acho mesmo que um tapinha não dói e Matt Murdock tem uma vida muito sofrida, um passado ainda pior, é legal poder ver esses momentos de descontração de alguém tão sério. Agora, nessa arte a Viúva parece que esqueceu a bunda na Rússia e o cara ainda empurra o que sobrou mais pra dentro… assim fica difícil. Mas eu também ia.

Vilão do mau! (que quer fazer vilanias do mau)“Não apenas vocês estão perdidos! Assim estão também todos os que vocês conhecem!”

Elektron“Jean Loring…eu assinei a sentença de morte dela!”

Flash“Eu dei para Iris West o beijo da morte!”

Lanterna Verde“Carol Ferris , em perigo iminente!”

Batman“Robin…o que foi que eu fiz?”

O Batman não cansa de queimar o próprio filme? Que vergonha alheia . Ainda bem que um certo roteirista de nome Dennis O’Neil apareceu na vida desse cara…

Batman“Robin! Obruigado! Meus joelhos ainda estão me matando!”

hummm…depois todo mundo fica abismado da onde o infeliz do psiquiatra alemão Fredric Wertham tirou as idéias para escrever o livro: A sedução dos inocentes , não ficaria impressionado se depois de ler esses quadrinhos ele não escrevesse uma nova versão do Kama Sutra…

Legenda, Tia May“Alguma coisa deve ter sido derramada aqui… de dentro do quarto do Peter, isso está vazando por debaixo da porta. Se você me trouxer um esfregão eu posso…ó céus! No momento em que eu toquei isso, olhe o que aconteceu, eu fiquei toda grudada!”

A maldade está na mente de quem lê, ou mão do Peter Parker é cabeluda que nem uma aranha caranguejeira.

Seu posto de perfuração de petróleo está em chamas?

O Super-Homem pode salva-lo, por uma quantia módica, porém adiantada.

Legenda, Robin“Essa é a primeira vez que eu tive a oportunidade de catalogar esses troféus desde que você retornou. Nossa, Batman…lembra da sunga de couro? (também a palavra THONG pode ser traduzida como chinelo de dedo, ou “tira de couro”) Ela ainda tem as suas marcas de dentes nela.”

Bom…hum, me recuso a comentar isso, constrangedor.

Legenda, Mulher Maravilha – “Se as garotas querem ser submissas, não vejo mau nenhum nisso. O ruim para elas seria se submeter a um mestre ou uma senhora má como Paula! Uma boa senhora faria maravilhas por elas”

É sabido que o William Moulton Marston criou a heroína mais icônica dos quadrinhos baseado nas personalidades de sua mulher Elizabeth e sua amante Olive Byrne, com as quais vivia na mesma casa em uma relação publicamente polígama. Sua intenção era criar uma heroína forte, mas não deixando de ser o modelo de mulher que ele julgava  convencional: poderosa e totalmente liberal sexualmente…que que é isso, novinha!!!

Olha o Batman montando o tigre mutante ! O que que é isso morcego ??? Zoofilia, não pode!

Super-Homem“Porque você está comendo em pé, Lois?”

Lois Lane“Eu acho que assim é melhor para a digestão!…Eu não posso sentar tão cedo, depois do que aquele robô fez comigo!”

O que diabos a safadinha da Lois andou fazendo com esse robô??? Nessa época a infância de muitas crianças chegou ao fim no momento que essa revista foi lida.

Lanterna Verde “Sem o meu anel energético, eu estou super indefeso…exceto da cintura para baixo”

O que esse babaca do Hal Jordam quis dizer com isso? Que apesar de ter perdido o anel de cima o de baixo ainda está funcionando?

Legenda: ” Eles mantiveram as mãos apertadas por um longo tempo…”

Vou postar uma carinha de meme para ilustrar esse momento. Depois vocês vão dizer que nós estamos andando muito com aquele povo do O Baile dos Enxutos, que eu sei…

Tadinho do Aranha , sempre levou no toba a vida toda, até de vilão meia boca. Isso é muita humilhação, mesmo para ele.

Anúncios

110 comentários sobre “ALGUNS MOMENTOS “VERGONHA ALHEIA” DOS QUADRINHOS DE SUPER HERÓIS

  1. Realmente perdi a noção entre a realidade dos comentários do criador dessa cultura e os que seguem para um abismo de ficções onde tudo se cria e voce se diverte com tal conjucturas inerentes ao raciocínio da lógica infanto-juvenil daqueles que um dia já foram otários em comprar fantasias desses super-heróis somente para serem diferentes daqueles que não podiam comprar sua fantasia de super-hotáriosmen. Depois de velho, esse criador, vê o ridiculo que o mesmo passou durante sua infância e agora critica através dessa matéria! Quem és tu … tatu para essa descarga emocional e degenerativa do seu sistema nervoso central em atacar as vestimentas e não se vê como está riculo na camisa do seriado STAR TRECO. Disse!
    dr. Khu.

    Curtir

  2. Na sétima imagen, Robin não parece estar segurando uma sunga… “Thong”, além de um cuecão de couro, também pode ser uma tira de couro ou um chinelo de dedo! Era bom destacar isso na tradução! E a capa do “Super-Homem marcenário” não parece constrangedora, só é uma das idéias abestalhadas das eras de ouro/prata!

    Mas no resto, tá ótimo! Nota dez na pesquisa de momentos constrangedores pros leitores!

    Curtir

  3. kkk…só você mesmo Victor, se fosse outra pessoa eu iria questionar! Mas sendo você não poderia dar outra coisa! Como sempre, perde o amigo mas não a piada! kkkkk…. com certeza se falasse de politica em um grande jornal já teria vários processos nas costas!
    Humor acido e inteligente mesmo com aquilo que leva a sério ! As hqs! kkkk

    Curtir

    1. Ah bom!!! Que bom que meu amigo, REPLETO de “grandessonhos”, marcou presença aqui! 🙂 😉 🙂 😉 🙂 Você sabe que sou um bom rapaz, só quis proporcionar sorrisos em todos, ou na maioria… 😉

      Curtir

  4. Cara, acabei do chorar de rir com fofocas do trampo e quando penso que por hoje, chegou, aproveito a hora do almoço para ler esta matéria… Meus Deus, a cena do Homem Areia no Tobey Maguire do Aranha… Já o Demolidor, o tapa foi involuntário, serei o advogado do advogado Matt Murdock Sem Medo de ser feliz: afinal, o cara e deficiente visual e não viu aonde a mão ia… KKKKKKKKKKKKKKK!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Curtir

  5. Post muito bom, bem colocadas (uiii) as explicações dentro de cada contexto histórico…

    MASSSSSSSSSSS

    Tudo nesse post “significa”! E a imagem do aranha…fizeram FIST FUCK NO ARANHA!

    Curtir

  6. eu realmente não entendo, e fico bastante incomodado com isso, porque todas as situações que insinuam homossexualidade são classificadas pela matéria como “vergonha alheia” ou “constrangedor”. pra mim, vergonhoso e constrangedor são preconceitos não assumidos apresentados em forma de piada.

    Curtir

    1. De forma alguma quem lê o Santuário algumas vezes ou tenha lido alguma das minhas matérias anteriores, como por exemplo: o casamento do Estrela Polar , escrita aqui mesmo, poderia falar ou achar isso, rapaz! 😉 Aconselho que se puder ou quiser, se informe do que falei!!! Beijo!!!

      Curtir

  7. É claro que há luz dos nossos dias tudo isso é de uma impagável comicidade.
    Cada imagem assim retirada do seu contexto encaminha-nos a imaginação imediatamente para o lado sexual. Se como alguém disse anteriormente, que a matéria em causa é tendensiosa…claro. Mas toda a piada reside aí. Com isso estamos brincando, dando conotações imaginárias a gestos aparentemente inocentes. Uns mais que outros, sim.
    Nem sempre devemos ser sérios, e hoje esta leitura divertiu-me o suficiente; fiquei saciado como quem bebe um refresco na praia. Venham mais artigos folgazões como este, Venerável Victor Vaughan. ( Ah, e não tem que ser necessariamente de cariz sexual, entenda-se.) 🙂

    Curtir

    1. Carlos! Muito obrigado pelas palavras, como você me conhece um pouco sabe que a intenção foi brincar, como brincaria com qualquer outras questões heterossexuais ou não. Aliás graças a Deus nunca fiz distinção sobre as centenas de matizes sexuais humanas, as quais são todas maravilhosas!

      Curtir

  8. Putz, eu sabia que os heróis já deram muita mancada, mas depois disso… Mas se bem que naquela época as pessoas não eram tao maldosas como hoje em dia. Qualquer coisa ja leva os outros a pensarem merda….

    Curtir

  9. uhahauhauhuahuhauhauhauhuahuahuhaa…..!!!!!

    FAZ MUITO TEMPO QUE EU NÃO RIA TANTO!!!!! =)

    Este artigo ficou muito hilário, é realmente chocante ver como as coisas mudam com o tempo e as caracterizações variam de acordo com a evolução dos costumes… ficou muito divertido mesmo, e é claro que ninguém está afirmando que nenhum personagem seja uma quenga ou um invertido, tudo é uma grande brincadeira e quem levar algo assim a sério realmente precisa parar e pensar se não está com problemas…

    Parabéns!!!!!

    Curtir

    1. Vou falar o quê, amigo? É isso aí. Mas a gente escreve para a web ou é ator, ou a qualquer atividade pública que seja sabendo que está sujeito a dar a cara a tapa o tempo todo! Eu me garanto! 😉

      Curtir

  10. Por isso que o Robin assim que teve oportunidade foi morar em república com seus amigos e criou seu próprio grupo de heróis, cansou de ser sodomizado há anos! 🙂 A Mulher Maravilha fazia propaganda das ideias do autor! Que louco! E não me surpreendi do Hal Jordam ser um babacão!!! Agora…tadinho do Peter, isso foi muita maldade!!!!!

    Curtir

  11. Muito engraçado! A Era de Prata é cheia de exemplos…
    Por mais que eu tentasse entender em qual contexto a frase do Hal não soaria estranha, não tive sucesso kkkk

    Curtir

  12. Muito divertida essa matéria. Me lembrou o blog “porra, Maurício”, onde os caras postam uma cenas da turma da mônica que acabam ganhando outro contexto sem o resto das histórias.
    Mas essa matéria me fez pensar em uma coisa: O Batman, ao contrário do que se pensa, NÃO é o herói que mais passou por momentos de vexame. Ah, sim, ele sempre protagonizou cenas que duvidam de sua masculinidade, mas em compensação, as cenas dos outros superam as dele.
    Se fosse pra colocar em um ranking, acho que a do Hal Jordan ficava em primeiro lugar. E o Fisting do Aranha ficava em segundo. PQP…

    Curtir

  13. Excelente matéria, mas confesso que a maldade está nos olhos de quem vê. Mas os argumentistas do Batman agiam de má fé, não é possivel. Mas nao deixa de ser muito engraçado.

    Curtir

  14. A impressão que deu é que nós brasileiros somos muito maliciosos…
    Não é possível que mesmo naquela época o pessoal não via duplo sentido nessas falas e imagens…
    O Batman é uma bixona pedófila, não tenho dúvidas!!!
    Hahahahahahahahahaha…

    Curtir

  15. Texto muito divertido.

    Os momentos acima citados mostram que a vida era mais tranquila, menos carrancuda e pesada em vários momentos. Percebe-se nas falas e ilustrações que no passado as pessoas tinham a mente bem menos intoxicada.

    O tempo passou e se fizerem uma história hoje com o Demolidor dando um tapa na bunda da Viúva Negra escrevem um monte de artigos dizendo que os quadrinhos estão estimulando a violencia contra a mulher.

    A vida tem fica muito mais tensa e complicada.

    Curtir

    1. João Roberto tem razão.Era uma época muito inocente e os quadrinhos eram para entreter crianças e adolescentes,porém hoje,vê -se que os quadrinhos mais uma vez sobreviveu graças a inumeros fãs que herdaram oque outros fãs mantiveram…Daqui ao futuro outras coisas serão publicadas e os fãs terão uma nova visão sobre o assunto.

      Curtir

      1. Mas tem havido uma reciclagem de argumentistas que podem mudar isso e deixar a galera da década de 90 para tras… no entanto a mudança vem da gente também, mas pelo comportamento intolerante que vejo pela net…dos próprios leitores, vai demorar um pouco ainda.

        Curtir

  16. BWAHAHAHAHAHAHAHA

    Vergonha alheia é ler o Baile dos Enxutos, Victor!

    Post sensacional! Essa imagem do fist fucking no Aranha foi assustadora. Mas eu ri.

    Curtir

  17. A cada dia vc se supera meu grande amigo, muito engraçada a matéria, me fez relembrar muitas cenas vergonhosas e conhecer outras, me lembrei daquele filme O Homem sem sombra quando o Kevin Bacon conta aquela piadinha da Mulher Maravilha pelada em cima do prédio e o Super Homem vê a cena, kkkkkk muito mala…

    Curtir

  18. Eu vou eleger a última do Aranha como a melhor de todas! LooooL
    😀
    Está linda! Credo…
    (O que é que o desenhador estava a pensar quando fez aquilo????)

    Obrigado pelo link do Punisher!
    😉

    Abraço

    Curtir

  19. Como diria a Edileusa: Ahhhhhh, meu Deus do Céu. E o pior é que muita gente quando criança acompanhou tudo isso e não viu maldade nenhuma.
    Daria prá fazer um top 100 vergonha alheia só com as obras do MESTRE!!!!!!

    Curtir

  20. Achei a matéria totalmente tendenciosa e pretensiosa. A tentativa de fazer o leitor enxergar algumas situações, isto sim é constrangedor.

    Curtir

    1. De qualquer forma fico agradecido por você vir aqui colocar a sua opinião, Regis! Pena que você não me conhece nada…caso conhecesse também enxergaria a proposta sem o preconceito que você viu na matéria.

      Curtir

  21. Depois de rir como uma louca comecei a relembrar os momentos “vergonha alheia” que eu li… depois posto aqui.

    Amei a matéria! Mas continuo defendendo o Batman, ele era inocente… igual ao Michael Jackson.

    Curtir

  22. kkkkkkkkkkkkk … constrangedor, porém divertido de ler.
    É interessante perceber que a medida que o tempo passou as pessoas foram ficando mais “maldosas” rs.
    Que o Batman e seu parceiro eram “diferentes” eu sabia, mas do aranha … eu não esperava isso rs

    Curtir

  23. Uma certa revista ( não consigo lembrar o nome) quebrou, com palavras simples, todos os argumentos do Fredric Wertham: “Vocês estão levando a mente de uma criança muito a sério.” O Fredric, um pouco antes de morrer, confessou a sua homossexualidade, o que explica tudo. E essa foto do Demolidor dando um tapinha na nossa querida Viúva, é sensacional. HAHAHAHAHA

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s