AS PIORES MUDANÇAS DE UNIFORME DOS SUPER HERÓIS DE TODOS OS TEMPOS DA ÚLTIMA SEMANA

Por Venerável Victor “Clodovil dos Infernos” Vaughan

Vamos brincar um pouco? Que tal relembrar algumas das piores decisões (ou não) das duas maiores editoras de comics sobre o visual de alguns de seus principais personagens? Esquecendo de propósito o Wolverine selvagem ou o Caçador “Bloodwind” de Marte. Você concorda? Discorda? Acha que eu sou um fascista homofóbico? Comente!!!

O Super-Homem elétrico

“Ei galera!!! Que tal pegarmos o super herói mais famoso do mundo, tiramos dele tudo o que o torna o símbolo mais icônico e reconhecível ao redor do globo, e ao contrário colocá-lo em um uniforme de uma peça só, azul claro e branco. Ah! Nada de capa também! E vamos dar-lhe ridículos poderes elétricos, exatamente como uma versão genérica do vilão de segunda do Homem-Aranha, o Electro; alguma objeção???”

Não se sabe ao certo até hoje o que a DC estava fumando nesse dia, mas se existe um uniforme de super herói que não se deve mudar radicalmente, é o do cara com o grande e amarelo “S” no peito. No entanto essa fantasia estúpida durou por um ano completo de publicações da editora. Se você acompanhava na época a revista do Homem de Aço e a da Liga da Justiça, deve se lembrar de que até uma variação em vermelho e branco exista, afinal Kal-El descobriu que podia se separar em duas entidades distintas.

Claro que os leitores sabiam que a mudança era passageira (mentira, sabiam nada! Geral era bobinho e juvenil na época) e eventualmente nosso mais amado imigrante alienígena voltaria a usar seu clássico uniforme. Mas por que prolongar o inevitável por tanto tempo? E com um visual tão nada a ver com o personagem?

MAGNETO bonzinho

Muito tempo atrás, na década de 80, o mutante arqui-inimigo dos X-men decidiu tentar ser um cara legal por um tempo e se juntar ao grupo de heróis formado por seu amigo, Charles Xavier. Para pontuar sua mudança de vilão para mocinho, ele providenciou um novo uniforme… teria sido melhor fazer o que fez hoje em dia e apenas mudar a atitude, não o visual. Comprovadamente, bom gosto fashion não estava entre as inúmeras habilidades do Mestre do Magnetismo

Hoje em dia os personagens mutantes são conhecidos por mudar de uniforme a cada cinco minutos, inclusive Tempestade já teve uns 10 visuais diferentes, Vampira outros tantos, Ciclope e Jean Grey também não ficaram atrás.

No entanto cada vez que o visual desses heróis, assim como seus genes mutantes, sofrem mudanças no design, eles costumam manter alguma identidade original intacta: o visor do Ciclope, a capa da Tempestade (algumas vezes)… mas com o velho Magneto (o rei do botox no universo Marvel), a editora fumou o mesmo cigarrinho do Capiroto que a DC tinha consumido no texto acima e decidiram se livrar do icônico capacete. No lugar dele,  um macacão colante púrpura inteiriço com um “M” gigante e… LAVANDA! AH! E nessa época ele também usava uma luva de lycra comprida que cobria até depois de seu antebraço musculoso de senhor idoso e semita. Eu não quero dizer que isso tudo é muito Drag Queen, mas… sua masculinidade sofre alguma mutação inevitável ao salvar o mundo vestido assim. Esse uniforme durou pouco, mas sua variação seguinte (não coladinha) era muito pouco melhor.

Felizmente o bom e delicado Magneto emo não durou muito e finalmente, no início dos anos noventa, tivemos de volta o nosso bom e velho racista-psicopata-impiedoso em seu clássico visual,  com capacete e vilania Kirbyanos! (não entende a referência? não sabe quem é Kirby? PARE DE LER ISSO AGORA E VÁ PEDIR PERDÃO A DEUS!)

MULHER MARAVILHA vendedora de cuscuz

Nos idos anos sessenta a revista da Mulher Maravilha estava muito mal em vendas; em outras palavras a tiragem era maior que o recorde da DC de hoje em dia, o que era bem fraquinho na época. Então a editora decidiu fazer algo drástico! Eles tiraram tudo o que faz da Mulher Maravilha, a Mulher Maravilha! Realmente tudo…

Para as profundezas do Tártaro foram mandados seus poderes, seu laço da verdade, seus braceletes, sua ilha mágica, seus personagens de apoio e seu icônico uniforme, substituído por uma roupa branca bem “street” – e como se não bastasse emprestaram à moça alguns novos movimentos de karatê ao melhor estilo Bruce Lee, afinal agora ela era uma super espiã ou qualquer coisa assim. Diana tinha até um mestre japonês que lhe ensinava o caminho do guerreiro! Que maravilha, não?

Esse visual joga por terra tudo o que fazia dela a representação icônica feminina de heroína mais reconhecida do planeta. Em outras palavras foi uma cagada épica, apesar dela estar muito legal nessa capa lutando com a Mulher Gato (aquela com um rabão…). Mas no início dos anos setenta, graças à mobilização dos fãs (os tais que hoje infernizaram até que se tirasse as calças da heroína no novo uniforme criado por Jim Lee) Diana Prince voltou ao seu maiô de banho clássico estrelado. Muitos detestam o visual dos anos noventa em que ela usava um uniforme que parecia roupa de bike-cross e peruca? Pois é, mas de alguma forma ela ainda se mantinha reconhecível naquela época.

BATMAN Azrael

Em algum momento dos anos noventa, o editorial da Marvel decidiu que todo herói para ter sucesso precisava de uma armadura metálica bem fodona. O que era bom e funcionava para Tony Stark, aparentemente poderia também ser bom para todo mundo. A DC resolveu copiar e, em 1993, o vilão preferido de Santa Prisca, hoje em dia febre mundial, Bane, quebrou a coluna de Bruce Wayne, legando o manto do Homem Morcego ao “Justiceiro genérico” da editora, o cara durão que mata criminosos: Azrael.

O até então inexpressivo (e amigo de balada de Mephisto) Joe Quesada que, pasmem, desenha bem, desenvolveu a nova bat-roupa, que exatamente como todos os uniformes de heróis dos anos noventa tinha imensas ombreiras e bolsos nos lugares mais improváveis, além de estranhas coisas pontudas que saem de lugares estranhos… Essa mistura de uniforme de futebol americno com roupa de safari tornava obsoleto o cinto de utilidades, vê se pode…

Muita gente pode dizer que a máscara inteiriça é uma sacada legal, o que foi provavelmente o motivo de ter sido incorporada no visual do Batman do futuro, mas todo o resto é exagerado. É claro que esse visual apenas durou enquanto Bruce Wayne estava paralítico, o que logicamente não foi por muito tempo. Sabe como é…o tempo dos quadrinhos de super heróis americanos, Onde as pessoas pouco ou nada envelhecem, além de se recuperarem de lesões graves em poucos meses.

MULHER INVISÍVEL piriguete

Sue Storm não é apenas uma figura materna para o Quarteto Fantástico, mas também literalmente a mãe de duas pequenas crianças.

Esses foram os anos noventa, onde todas as heroínas americanas, apesar de não terem glúteos avantajados como nossas belas dançarinas de axé e mulheres-frutas, mostravam toda a sua exuberância e sex-appeal para de leitores, sedentos por seios fartos e pele à mostra. E assim o símbolo máximo do recato feminino foi transformada na heroína com o visual vagaba da Marvel. Até o Namor se cobria mais que ela, nessa fase. Ou então estamos exagerando, na verdade a roupa era invisível também gente…

Ainda bem que nesse momento cronológico, o babaca do Reed Richards estava “morto”. É, as coisas estavam bem mudadas no edifício Baxter nessa época.

CANÁRIO NEGRO dançarina do Flashdance

Nem tudo de pior na moda veio dos anos noventa, é claro: os oitenta também têm seu lugar nessa lista. Canário Negro foi criada em 1947, usando meias arrastão negras, maiô e jaqueta de motoqueiro, tudo negro, além da cabeleira loira cheia de volume ao estilo das grandes musas do cinema. Mas o que é sexy pode deixar de sê-lo, é só darmos tempo ao tempo… Em meados dos anos 80 a DC decidiu mudar drasticamente o seu uniforme para algo horroroso que escondia totalmente as suas maravilhosas curvas, estilo aquelas hediondas calças jeans baggy da época, só que aqui de corpo inteiro… um horror!

Em cima disso tudo, ela tinha essas duas asas, ou o que quer que isso fosse, saindo de seus ombros, o que deve atrapalhar horrores quando se está lutando em algum beco. Para coroar esse ícone máximo do mau gosto resolveram dar para a loira uma headband – dizendo assim em ingrês fica até chique, bem, mas essa tirinha de tennis estilo Olivia Newton John não passa de (mais) um detalhe que nem a Madame Xanadu explica, quem dirá Freud..

Pelo que consta essa atrocidade durou por exatos quatro anos nas publicações, até que o choramingo dos fãs fezcom que a DC produzisse uma capa onde a Canário Negro retorna para o seu sexy e antigo uniforme e literalmente queima o novo. Desde então ela usa variações do original, para delírio da galera.

TEMPESTADE Neymar Punk

Ororo Munroe teve uma pequena crise de identidade no início dos anos oitenta, quando Chris Claremont a infectou com um ovo de alienígena da Ninhada e a levou a esfaquear a líder dos Morlocks, Kalisto, em um duelo pela liderança daquele grupo. Isso foi pressão demais para a jovem africana, tida como uma deusa no Quênia e não acostumada com todo esse caos que acompanha o fato de simplesmente ser uma X-woman e personagem preferida do Claremont (muita responsabilidade!). Ela raspou a longa cabeleira branca, deixando um moicano indefectível no lugar, que nem o maior tornado que seus poderes possam provocar desmanchava.

Acompanhando o novo visual punk mutante vinham roupas de couro apertadas. Naturalmente essas mudanças na aparência de Tempestade levaram os roteiristas da época a torna-la lésbica por um curto período de tempo. Ela se envolveu com a jovem Yukio, uma ronin (samurai sem mestre) amiga de Wolverine e totalmente louca. Afinal todo mundo sabe que uma garota quando usa um moicano se torna lésbica, não??? Os escritores americanos acreditavam que sim…

THOR Go Go Boy

Thor meu filho, por acaso você sabe o que você fez? Vá para o canto da sala jovenzinho e pense, ponha a mão na consciência e pense no que você usou por um tempo nos anos noventa.

Reflita profundamente por que que um martelo mágico que sempre volta para você após ser arremessado precisa de uma corrente gigante. Pense qual o objetivo prático de anular qualquer componente nórdico em seu visual, confundindo os leitores sobre quem seria aquela figura ali desenhada. Pense por que isso seria interessante para a venda de sua revista e acima de tudo, por que você pensou que usar um top, mostrando a barriguinha sarada, julgando ser uma boa ideia.

Agora que você já ficou um bom tempo no canto da sala olhando para a parede, volte aqui e escreve no quadro negro para o titio Venerável, para que diabos serviam essas faixas de couro na sua coxa???

Esse visual criado por Mike Deodato (acredito), durou pouco, pois felizmente nessa mesma época, depois de aparecer por algumas edições vestido assim, o Deus do Trovão foi morto junto com os demais Vingadores pelo vilão Massacre. E quando voltaram a vida, meses depois…vocês acham que a Marvel, perdeu a chance de manter esse uniforme morto e enterrado?

Capitão América, Demolidor e Homem-Aranha Cavaleiros do Zodíaco

E essa foi a contribuição da Marvel para o clubinho dos heróis com armaduras brilhantes, um verdadeiro show de horrores: O Demolidor e o Capitão América vestiam ombreiras e joelheiras imensas. Já para o Amigão da Vizinhança, a Casa das Ideias decidiu pegar o mais ágil e elegante herói dos quadrinhos… e cobrir sua bunda fina com toneladas de metal. Realmente não faz sentido a mania dos anos noventa em acrescentar armaduras, com centenas de placas, cartucheiras, bolsos e guarda-trecos para o herói levar Tic-Tac, moedas, dadinhos de RPG e Engov… Até o Gladiador Dourado, da DC, ganhou sua versão zodiacal, mostrando que a moda tinha saído de controle. Mas felizmente o visual “quarter-back no safari” teve vida curta, só o suficiente para vender algumas unidades a mais em seus títulos solo e variações.

Alguns anos depois, no entanto, houve uma recaída editorial e a empresa de Stan Lee provou que não tinha aprendido a lição, deixando acontecer isso:

SENHOR DESTINO Marginal

Esse foi realmente horroroso. Ao invés de manter o clássico mago de capacete dourado da década de quarenta, Senhor Destino, a DC quis chegar ao extremo com o personagem. Nabu, um antigo feiticeiro egípcio e Lorde da Ordem que dá poder ao seu hospedeiro humano, é fortalecido por três objetos místicos: uma cruz ankh, um elmo/capacete e uma imensa capa.

Nessa nova versão após “Zero Hora” Destino era um criminoso que ganhou esses artefatos e foi atacado logo em seguida. A cruz ankh explodiu, dando a ele uma imensa cicatriz em forma de tatuagem em volta de seu olho, essa mesma explosão provocou queimaduras extremas que forçaram com que o cara rasgasse o manto de Nabu em tiras e envolvesse partes de seu corpo, mantendo essas feridas sob controle e ao fim, esse infeliz derreteu o capacete, em diversas facas de arremesso em forma de mais cruzes ankh…malditos anos noventa, será que a única coisa boa dessa época foi minha adolescência?

Lógico que esse visual era completado com adereços, muitos, a marca registrada da década. Diversas cartucheiras desnecessárias, ombreiras, mechas de cabelo colorido e um dos olhos que brilham. Nessa época Nabu realmente tomou na bu…

JUSTICEIRO Angelical

Por que, meu Pai?! Se houve uma péssima escolha indiscutível da Marvel, essa é a tal. O Justiceiro sempre foi um cara sem poderes, esse é o seu maior charme. Ele atira na cara de mafiosos e volta para casa, é isso que ele faz. Vez ou outra, muito raramente, se envolve em alguma confusão em que tem que salvar o mundo junto com os heróis coloridos, mas é raro, seu babado é a guerra urbana e cinza.

Então a Marvel decidiu deixar uma dupla de roteiristas (provavelmente os fornecedores do cigarrinho do Capiroto para as duas editoras nos últimos anos) e o resultado foi o velho Frank Castle cometendo suicídio em um rompante de ódio e frustração; mas só de sacanagem ele foi trazido de volta à vida por anjos, agora como um caçador de demônios. Assim ele ganhou olhos que brilhavam, uma tatuagem escrota na testa e umas absolutamente hilárias armas de matar demônios. Nem mesmo Harry Houdine, o famoso artistas de fuga, conseguiria sair de uma armadilha como essa.

Como Deus é Odin e não Harry Osborn, esses eventos foram apagados e esquecidos há muito tempo… UFA!

VESPA Insectóide

Mais uma monstruosidade criada por Mike Deodato. Em algum momento dos anos noventa o bilionário Tony Stark estava sendo controlado mentalmente pelo maligno viajante temporal Kang, e acabou traindo os Vingadores, matando um punhado deles no caminho (nessa época a equipe estava cheia de personagens de segunda linha). Uma de suas vítimas foi ninguém menos que a pequena Vespa (adoro mulher minhon!)

Seu marido e bundão ocasional Henry Pym tentou trazer ela de volta à vida e teve sucesso, exceto que agora ela parecia uma borboleta dos infernos. Uma híbrida insectóide com garras, asas magenta e antenas. Esse visual também criado pelo brasileiro Mike Deodato “tenho raiva da minha mãe e quero sacanear os fãs” apenas durou até o universo quase ser detonado pelo vilão Massacre, no mesmo evento citado no tópico do Thor. Naquela estupidez chamada: MASSACRE MARVEL.

Anúncios

56 comentários sobre “AS PIORES MUDANÇAS DE UNIFORME DOS SUPER HERÓIS DE TODOS OS TEMPOS DA ÚLTIMA SEMANA

  1. ola, se formos garimpar acharemos coisas piores, mas algumas pelo menos tinha uma pequena, mesmo que miseravel explicação. agora a do thor, PTqP. fala serio. relembrar algumas bagaças dessas hehehehe tira até a vontade de comentar. kkkkkk

    Curtir

  2. Mais uma vez, Vaughaniano, você nos presenteia com uma leitura agradável e muito, muito divertida. “Tomou na bu…” Tinha de ser coisa sua mesmo, não poderia ser diferente. {risos!}

    Concordo em número, gênero e grau contigo que, apesar dos exageros característicos da década de 80, o absurdismo e até mesmo a esdruxulice dos anos 90 foram muito mais dolorosos para nós, leitores de HQs. Esteticamente falando, considero-os os piores de todos os tempos.

    Mas como de ridículos todos temos um pouco, tenho de te confessar uma coisa aqui: eu meio que curtia o visual ‘figurante de peça teatral infantil’ da Canário Negro oitentista. Sei lá, fazia sentido para mim na época. Difícil de emngolir algo assim, eu sei, mas é a real. Coisas de adolescentes da era New Wave…

    OK, confissões feitas, agora é hora de me recolher em minha vergonha, sumir por algumas semanas e voltar depois como se nada tivesse acontecido ou sido dito aqui.

    Forte abraço, campeão!

    Curtir

  3. Cavaleiros do Zodíaco? As armaduras da série são tem designs muito maiores do que esses uniformes noventistas.

    De qualquer forma, gostei da lista, mas acrescentaria o visual do Capitão Marvel (Billy) após Crise Infinita, quando o uniforme e o cabelo ficaram brancos rsrsrs

    Curtir

  4. Bem, vamos lá!
    Vamos meter o bedelho no maravilhoso post de nosso ótimo amigo Victor.
    É muito fácil perceber que os uniformes do heróis, foram feitos e pensados a partir dos
    grandes circences americanos da décadas de 20 e 30 sobretudo os TRAPEZISTAS!
    Sim! O circo era a grande coqueluche clássica dos anos 20 e 30!
    Porque trapezistas? Porque eram verdadeiros heróis a voar e fazer piruetas bem longe do chão, eram
    marombados e empolados.
    E faziam as garotas suspirarem!
    E o collant ajudava a desempenharem seus papéis virís com mais propriedade e desempenho,
    coisa que vimos até hoje nos atletas olimpicos.
    Pegue um filme americano dessa década e provavelmente verá um circo americano
    clássico.
    Inclusive quando estava escrevendo esse monte de besteiras recebi um post falando
    da roupa do super e dos heróis em geral.

    Então os autores creio eu, percebendo isso seguiram o raciocínio e criaram o tal uniforme nos
    supers e junto disso veio a frase tão falada “collant por cima da cueca.”
    Acontece que muito tempo se passou e junto com ela a maldita mudança das Hqs e o pior de tudo
    a possibilidade de tirar isso do papel e passar para as telonas como temos visto as grandes produções
    cinematográficas com super- heróis de carne e osso.
    Entendo que que a maioria das vezes fica inviável de fazer um filme vestindo o personagem com o uniforme clássica.
    Acho sim que houveram mudanças um tanto estranhas em alguns uniformes e em outros não.
    Vamos ver aí nesses exemplos do Victor, coisas que pelo menos para mim ficaram muito legais e outras não!
    Cito aqui o que gostei muito de alguns na época e Azrael foi um deles.
    Na minha humilde opinião foi muito válido
    Pra falar a verdade e talvez ferir os “especialistas em hqs” não sei até onde toda essa mudança descaracterizaram
    os personagens.
    A menos que o escritor tenha feito isso que já é outra história.
    Vemos nos péssimos filmes X-MEN, o ruim Hugh” Logan” Jackman, fazer uma piadinha com o uniforme clássico do
    Wolverine.
    Vemos “Batman Bale” vestido em uma verdadeira armadura.
    Vemos também o querido Capitão fazer outra brincadeirinha com alusão ao uniforme clássico.
    Sou a favor da mudança sim é claro que com moderação.
    Essas roupas apresentadas certamente não seria uma versão boa para o cinema.
    Não ví como de todo ruim essas mudanças que houveram já há algum tempo, não!

    Enfim!

    De qualquer forma mudando ou não! Os super heróis são alegóricos e extravagantes por si só.
    Sem contar que os uniformes vem mudando dia a dia !
    Está chegando aí o Superman sem a cueca! rs..

    Parabéns mais uma Vez Victor, post maravilhoso!
    Obrigado por deixar eu escrever essas idiotices, mas é o que acho!
    Agora, CLODOVIL DOS INFERNOS! rí muito… kkkkkk…

    Curtir

  5. Por que as HQs nao sao simples com “The Goon”. A unica coisa que muda no visual dele e ele estar com ou sem casaco e os acessorios como pe-de-cabra, chave-inglesa, porrete, cano ou revolver.

    Curtir

  6. Eu fico com Azrael porque odiei toda aquela palhaçada que foi A queda do morcego! O visual lixo O Thor também ficou escroto! O super azul achei legal no inicio mas quando veio a divisão de um azul e vermelho e poderes elétricos pqp!! A maconha da galera no anos 90 estragou legal!

    Curtir

  7. Cara, pra mim é um páreo duro entre o Thor e a Vespa, mas no final o Thor ficou pior. Que coisa mais horrível aquele uniforme hehehe
    O Super Elétrico é ruim, mas tenho que admitir que na época eu até achei legal hehehe
    A mUlher Invisível ficou ,massa meu ehhe Especialmente pra quem era adolescente hehehe
    Ou tra coisa que tenho que admirtir é que acho legal visuais com armaduras. Mas prefiro quando ficam em histórias alternativas e universos paralelos. Mas é minha opinião hehe
    Abraço meu.

    http://www.palitosnerds.blogspot.com

    Curtir

  8. Muito bom Victor! Mas só discordo com o Azrael, pq ele nunca se garantiu sem uma armadura,nada mais natural que ele vestir uma ao assumir o manto do morcego,mas o Thor go go boy realmente é o pior hahahah!!! De barriga de fora tipo baby look, pô Thor! Sei não heim esse martelo tá mais pra chave inglesa hahhahah!

    Curtir

  9. Muito divertido o texto, Victor! Concordo com praticamente todos os pontos que você colocou, apesar de achar o visual “punk” da tempestade melhor do que muitos que ela já teve.

    Abração! 😉

    Curtir

  10. tem coisas que eu prefiro esquecer mas é muito bom relembrar e rir. A diana estilo kill bil estranho pra caralho, o demolidor com aquelas ombreiras é muito foda kkkkkkk mas acho que quem escreve histórias com frequência uma hora tem que dar uma merda…….. vlwwww ótima matéria vlwwwww abração……..

    Curtir

  11. Dizer o que? Excelente materia por mostrar que os erros sao ciclicos, vira e mexe alguem inventa algo ¨novo¨ que ira revolucionar… so para voltar como era antes. No mais, a do Azrael… GZUS!

    Curtir

  12. FIKEI BEGE C BOLINHAS COR DE ROSA !!!!!!! :o(((
    Quem fez essas mudanças absuuuuuurdas nos uniformes, ñ saca nada d “IDENTIDADE VISUAL” !!!!! A identidade visual CLÁSSICA do Super-homem é seu uniforme vermelho e azul. Da Mulher-Maravilha, top vermelho c detalhe em dourado (cm seus braceletes e laço) e calçolão azul d estrelinhas brancas e assim, respectivamente, aos d+ herois despidos e ridiculamente re-vestidos !!!!!!!!!!! É qs a mesma coisa q mudar dos arcos dourados do Mc Donald’s p roxo ou verde, ou tanto faz……….. MATOU O IMPÉRIO DO FAST-JUNKIE-FOOD !!!!!!!! sacaram ? 😉

    Curtir

  13. Hahahaha! Dei altas risadas com essa materia. Do comeco ao fim o “Clodovil dos Infernos” rsrsrs.
    O Magneto foi realmente o pior, deu ate para ouvir a trilha sonora do Village Peopple.
    Agora desconfio que a viagem foi de LSD. :-D.
    Adorei! Bjão.

    Curtir

  14. Legal, mas a ideia do uniforme do Batman Azrael era realmente ser ridículo. Toda a Queda do Morcego foi uma resposta aos leitores que pediam um Batman mais “hardcore”, mais durão e obcecado. Curioso que toda essa onda dos heróis durões começou justamente com o Batman do Frank Miller, Cavaleiro das Trevas. Essa HQ acabou sendo um dos maiores venenos para o gênero “super-herói”.

    Desses uniformes aí o pior é o Thor metaleiro, criação do Mike Deodato. As histórias do Thor metaleiro nem foram publicadas aqui.
    Outra mudança ridícula: Psylocke “ninja”, criada só porque Jim Lee queria desenhar uma mulher dando “voadeira” de perna aberta. Para Jim Lee um maiô azul é uniforme.

    Curtir

  15. sem comentários, a tempestade e seus uniformes diferentes são ruins, mas a historia da nova roupa do doutor destino pos infinitas terras , é HORRIVEL , achei a pior

    Curtir

  16. Pelamaedoguarda, cada uma…. e pensar que eu gostei de alguns, na época rs. Nada melhor que o tempo pra fazer o legal ficar ridículo, rs.

    Esses uniformes cheios de placas e bolsos são é muito militarescos, não espanta terem ficado em voga durante o auge do capitalismo hegemônico-invasor. Ou é um termômetro dop momento em que vivíamos ou é a indústria puxando o saco do discurso vencedor e, na época, aparentemente invencível.

    Curtir

  17. 🙂 Sabe, existia toda uma razão para a mudança de visual da TEMPESTADE, eu adorei o que você escreveu, concordo com o fato de que o visual não mudaria a orientação sexual dela, mas tudo o que mudou por fora, foi reflexo do que mudou por dentro, nas convicções e na forma de encarar o mundo por Ororo depois do que ela sofreu, fazia sentido até mesmo ela experimentar outros frutos nessa época. Agora…os demais personagens da listagem? Um absurdo de tão ridículos, pura tentativa de salvar revistas e conceitos, DESTRUINDO conceitos! O Thor e a Vespa? Os piores pra mim. Até que o Magneto seja homem o suficiente para usar pelo menos uma última vez esse uniforme com o M gigante…MAKE MINE MARVEL !!!!!

    Curtir

  18. A maconha era mais barata e fácil de se encontrar nos anos noventa?
    Por que fizeram uma cagada dessas? Ninguém meche com meu Batman não viu!
    Ainda bem que essas merdas ai não foram do meu tempo!
    Mas morri de rir com a Tempestade Neymar Punk e o Thor Go Go Boy! asuhsahu’s
    Belíssima matéria V3!

    Curtir

  19. cigarrinho do Capiroto
    MULHER MARAVILHA vendedora de cuscuz
    THOR Go Go Boy
    …..
    Eu ri de mais com essa materia, caro VVV. E, pelo amor de Deus, a maconha rolou legal entre as editoras. De onde tiraram esse moicano pra Tempestade, Deus meu… e essa Mulher invisivel… nessa epoca eu nao sei, mas hj eu sei que muita gente e louco por ver este tipo de roupa (na personagem certa)….

    Curtir

  20. HERESIA!!!
    Diana Kung-Fu é um clássico e Tempestad punk é linda!
    quem deveria estar nessa lista é a Troia de 1989… mais cafona que apresentadora do Globo de Ouro.

    Curtir

  21. Faltou o uniforme negro do Namor, e outros, mas aquele M de Magneto … Deus me livre! O Sue piriguete até que tem seu lugar… E o capacete que fizeram o Capitão América usar, junto com a armadura? Argh!

    Curtir

  22. Pelo amor dos meus filhinhos! Pelas barbas do Profeta! Cada uniforme que aparece kkkk. Ja viram um tal de FALCÃO DA NOITE da Marvel kkkkkkkkkkk aquilo é ridículo, o PUNHO DE FERRO de ferro, pior que o punho usa isso ainda. Agora voltando a falar de mudança de uniforme, a minha de Robin era braba ai troquei para aquele macacão azul e dourado e me tornei o Asa Noturna, nossa como era feio aquilo, ainda bem que melhorou, gosto do Azul, mas o vermelho to na moda kkkkkkkkkkkkkkkkk

    Curtir

  23. Faltou a mulher maravilha de jaquetinha! Aquaman azul! Gavião arqueiro de saia ! Aquaman com mão de agua! Hulk de trambuco e cabelo partido! Aranha bola de buatchy! Post foda kamen rider v3

    Curtir

  24. Cada um pior que o outro! Não sei como o Deodato pode fazer isso com o Thor e a Vespa, sorte que ele é um ótimo artista e esses erros podem ser esquecidos. O que não pode ser apagado de minha cabeça é este visual do Super, não li a revista nesta época, mas não tenho interesse nenhum de saber como isso foi acontecer e como ele se livrou dessa coisa.

    Curtir

  25. A fase em que a Marvel decidiu enfiar uma armadura nos seus poderosos é bem tosca. E o que falar desse Justiceiro “angelical”? Ah, cara, ridículo! Ainda bem que o Garth Ennis colocou tudo em seu devido lugar.

    Curtir

  26. Não tem uniforme pior que esse do Thor… ODIN DEVE TER FICADO TÃO ENVERGONHADO QUE PROVAVLEMENTE TIROU O RETRATO DE THOR DA PAREDE E COLOCOU A FOTINHA DO LOKI!! AEUHEUHUEHUEHUE

    Bacanudo o texto VVV!!

    Curtir

  27. Cum escafandro, sempre fui fã de Magneto, e vê-lo de fatinho justo, e luvas até aos biceps é… é… fucka-se, nem sei o que diga! ]:-|
    Parece um travesti ao contrário. E aquele M gigante?
    Tenho a certeza que a ideia deste uniforme foi do parvo do Prof. Xavier, que colocou a ideia na cabeça do desenhador. Aquele Xavier nunca me enganou. grrrrrr
    beijo d’enxofre

    Curtir

  28. Nossa, lista muuuito boa! Os fatídicos Anos 90 podem ter trazido péssimos designs (sem contar os do Liefeld, claro), mas não são os únicos culpados.

    Curtir

  29. O Thor ganha como o pior, com toda certeza. Além de feio, é o que nem tem uma explicação plausível (entenda “plausível de acordo com sabe-se lá o que se passava na cabeça dos editores nos anos 90”).
    O Justiceiro, eu li essa hq dele caçador de demônios, a história era bem feita e tal, mas parecia que ela foi escrita pra qualquer personagem “de terror”, mas o roteirista resolveu jogar o Justiceiro nela de qualquer jeito. Legal quando o Garth Ennis assume o título, e nm faz questão de explicar como o Frank volta ao normal. Merecidamente.
    O Bat-Azrael: é incrível, mas eu li toda a Queda do Morcego, e não lembro de uma vez sequer que ele usou aqueles bolsos na coxa.
    Quando eu leio textos assim, eu fico feliz por ter passado os anos 90 colecionado apenas o Batman, pois se eu tivesse colecionado mais super heróis, hoje eu teria vergonha até de levar as hq’s num sebo pra vender…

    Curtir

  30. Tem vários uniformes podrões… Mas esse do Thor é de terror….. A Sue fica em segundo rsrsrs – Eu ainda adicionaria o uniforme azul-branco-vermelho da Poderosa… O preto do Namor (Aaaargg), Aquaman cospaly do Netuno sem mão (?!?)… Essas coisas :/

    Curtir

  31. Mulher maravilha com certeza, mas os outros são medonhos, o thor é horrorossooooo, agora convenhamos a mulher invisivel e a canario foram para melhor, mas existem varios outro que também foram ridicularizados com o tempo, pena que o tempo não é um bom amigo para todos, como minha avó dizia “o tempo é a maior maquina de criar monstros do mundo, heheheheh

    Curtir

  32. De certeza que o visual da Vespa é do Deodato? Tinha ideia que era o Joe Madureira tinha feito os novos uniformes em “The Crossing” (além da Vespa, também o Toninho, o Moonraker, o Gavião Arqueiro sem máscara e a Wanda Maximoff sem capa).

    Nunca tive problema com o Supersmurf Eléctrico (aliás, o uniforme foi criado numa história de Elliot S! Maggin, nos anos 70, e acho que era roupa de presidiário kryptoniano), mas eu não lia Superhomem na época, só Liga da Justiça do Grant Morrison, por isso não enjoei do visual.

    Quanto ao Thor, não durou muito tempo com essa meia camisa – depois passou a andar de tronco nu, para ficar ainda mais parecio com o modelo italiano Fabio.

    Outras mudanças ridículas de uniforme: que tal o Nova do segundo volume dos Novos Guerreiros? Ou as várias mudanças de visual do Dr. Estranho na era dos Filhos da Meia-Noite (vou por tapa-olho, não espera, vou tirar o bigode mas de deixar me barbear, não, vou deixar crescer cavanhaque estilo Três Mosqueteiros e usar um sobretudo vitoriano, não, afinal vou usar roupa de superherói afectado com pontas afiadas nos cotovelos, não, afinal decidi deixar crescer o cabelo, fazer a barba de novo e usar óculos estilo John Lennon)? E as jaquetinhas dos Vingadores na era Bob Harras? E a fase metaleira do Namor? E o Átomo Junior dos Novos Titãs 1995?

    Mmm. Tudo isso também foi feito nos anos 90.

    VVV, que tal uma sobre os “heróis” esquecidos dos anos 90? Podes começar com o Nightwatch, a resposta da Marvel ao Spawn (ridículo).

    Curtir

  33. É normal que depois de batermos com a cabeça em algum lugar o cérebro chocalhe contra as paredes do crânio. Mas com o tempo vai ao lugar. Eu sou por natureza um tradicionalista; gosto das coisas, muitas delas, tal como as conheci. Porque aprendi a gostar delas tal e qual. Claro que devemos estar abertos à mudança, MAS OMBREIRAS, BOLSOS, FAIXAS DE COURO, ELETRICIDADE E “BUNDAS FINAS COM TONELADAS DE METAL”??!??!!!??? Vá lá que isto é uma matéria humorística, valha-nos isso.
    Venerável Victor, diverti-me especialmente com os comentários sobre o Thor: “Vá para o canto da sala jovenzinho e pense.” É preciso imaginar-se a cena para se rir. 😀

    ps: Com um pedido gentil e insinuante como aquele no final quem resiste em comentar aqui? 🙂

    Curtir

  34. É porque nós já nos acostumamos. Mas o Ciclope com cabeça de camisinha atual (e também do inicio de carreira) é muito inferior a versão Ultimate e do começo dos anos 2000, também.

    Curtir

  35. Adoro o Mike Deodato, ele é um orgulho para nós brasileiros, costumo migrar para qualquer título da Marvel que ele desenhe, mas na década de 90…o cara só faltou por uma pochete no Thor e uma calça de bali na Vespa!!!! Horríveis!!!! 🙂 Esses são os piores…

    Curtir

  36. Muitos dos uniformes horrorosos citados surgiram juntamente com conceitos horrorosos de personagens. Acho que esse é o casamento perfeito para surgir uma nhaca dessas!

    Eu destacaria pra essa matéria praticamente todo o Youngblood, o Vibro, o Poderoso (aquela versão homem da Poderosa q fez parte dos jovens titãs e tinha um decote igual ao dela), o Alan Scott clássico, o Aranha Escarlate e aquela jaqueta q parecia um saco de batata azul furado… nossa, ficaria a noite toda listando.

    Parabéns pela matéria, Venerável Clodovil!

    Curtir

  37. kkkkkkkkkkkkkkk … Ri d+!
    Sempre me fazendu rir rs.
    Só podiam ter fumado um baseadinho mesmo pra terem feito issu rs … afinal, o que foi aquilo q fizeram com “A Maravilha” …. “O Super” então … nem se fala … se onde saiu a ridícula ideia dos poderes elétricos .?? Só rindo mesmo …

    Curtir

  38. Cara, to rindo muito aqui… O que é aquele Thor? Santo Deus! hahahahahahaha

    Ótimo post, pra nenhum Ronaldo Ésper reclamar!

    “…ele foi trazido de volta à vida por anjos, agora como um caçador de demônios. ” Acho que descobri de onde a Será Gamble tirou a ideia da 4ª temporada de Supernatural.

    Curtir

  39. Realmente foi difícil escolher o q foi pior nessa lista..porém até é aceitável num contexto a mudança.. como por exemplo o uniforme de Superman, WW e Ororo… A Vespa era uma estilista…então fazia parte as viagens de moda dela.
    Mike Deodato, sinceramente tá bem próximo do péssimo traço do carinha americano que todos conhecem e desenha ruim pra caralho!
    Mas realmente Thor ganha nos dos piores!!!

    Curtir

    1. Hahahahaha!!!Mais um texto hilario!Nao sabia que vc entendia de moda…Super-Heroisca!Pareo-duro dizer qual o pior…vou votar no Magneto,ficou estranho(nao que os outros tb nao tenham ficado),note o “pé”do Super-eletrico pra frente(meio estranho),a Mulher-invisivel,pelo menos,ficou gostosa…otima garimpagem de “pessimos”uniformes!Um abraço!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s