MACACOS & QUADRINHOS – Marvel e DC

por Venerável Victor “tratador de macacos meta símios” Vaughan

Alguns podem dizer que eu sou obsessivo com macacos, mas a indústria de quadrinhos há anos descobriu que ter um primata na capa de uma publicação pode acrescentar em muito as vendas de uma revista. Outras pessoas podem dizer que os macacos armados até os dentes caninos da DC são mais interessantes que os da Marvel. Deixo a primeira questão para o meu analista responder e a segunda para vocês.

Gorila Grodd – DC

Criado por John Broome e Carmine Infantino em 1959

Provavelmente o mais infame e famoso super macaco do mau dos quadrinhos. Na maioria das vezes que aprece é como um dos antagonistas mais comuns do Flash. Esse genial gorila mal encarado foi aperfeiçoado por alienígenas, que deram a ele e a todos os outros gorilas de sua comunidade na África, uma inteligência em nível anormal, mesmo para os padrões humanos, no pacote ainda tinham direito a telepatia e telecinese. Mas os dois últimos dois foram apenas para ele e Solovar, o rei da Cidade Gorila onde moram, não para qualquer outro. Pois é, todos esses super inteligentes macacos e o melhor nome que eles conseguiram achar para sua cidade foi esse. Ao que parece você pode ser super-inteligente, mas não necessariamente super-criativo se você for um super-gorila.

Exímio manipulador e estrategista, após Grodd orquestrar a morte dos alienígenas que aperfeiçoaram sua comunidade e depor seu benevolente líder, se tornou o novo regente da Cidade Gorila. Mas isso não durou muito, pois Solovar foi buscar ajuda na civilização humana e em seus campeões, com isso o Flash surgiu em seu caminho e aí, senta que lá vem história…

 

Monsieur Mallah – DC

Criado por Arnold Drake e Bruno Premiani em 1964

Tá bom, eu vou dizer isso agora antes que me arrependa: como não amar um super-macaco do mau que fala com sotaque francês e tem uma atração homoerótica por um cérebro dentro de um jarro de vidro? Impossível não amar.

Seguindo em frente, Monsieur Mallah foi geneticamente alterado pelo maligno Cérebro – que no caso é o objeto de sua afeição – para ser super inteligente e capaz de falar. Mas ele prefere muito mais usar de força bruta (e nossa como ele é bruto!) e suas armas imensas e fálicas para fazer valer suas opiniões. Durante muito tempo ele fez parte da Irmandade Negra, que para simplificar, é mais um vilanesco grupo que costuma enfrentar a Patrulha do Destino e os Novos Titãs de tempos em tempos. Aqui no Santuário (como o Lulu Santos também prega) somos a favor do amor, seja ele em que sotaque ou estado físico esteja!

Os Super macacos comunistas – Marvel

Criados por Stan Lee & Jack Kirby em 1963

O que um solitário cientista soviético Ivan Kragoff faz quando ele está… Solitário? Liga para o Superpapo ou para o Fala que eu te escuto? Já sei! Faz super macacos comunistas e chama eles assim! Tudo bem, sem a parte dos comunistas, essa foi minha.

Enciumado com o sucesso e fama de seu colega Americano Reed Richards, o Fantasma Vermelho lançou-se ao espaço com um gorila, um babuíno e um orangotango (ele não tinha família) para tentar reproduzir as condições do acidente que deram ao Quarteto Fantástico seus poderes e funcionou! O Fantasma Vermelho pode se tornar intangível, Miklho o gorila adquiriu super força do nível do Coisa (só que mais bonitinho). Peotor, o orangotango conseguiu poderes magnéticos ao estilo de Magneto e Polaris (mas não nesse nível, lógico) e Igor o babuíno se tornou um transmorfo. Todos os super macacos demonstram uma forma de super inteligência, apesar de que invariávelmente em situações de combate e estresse retornam para suas naturezas animalescas.

Detective Chimp – DC

Criado por John Broome & Carmine Infantino em 1952

O seu nome já diz tudo, não? Ele é um chimpanzé sagaz que se veste como um detetive das histórias de Sherlock Holmes e ganha a vida como um investigador. Seu nome original é Bobo, mas convenhamos, ele não quer que isso se torne público, é pura derrota.

Ao contrário de Grodd e Mallah, o Detetive Chimp conta  apenas com inteligência no nível humano, mas você entendeu, né? Ele continua sendo um super-chimpanzé. Essas habilidades lhe foram concedidas através da Fonte da Juventude (sim, essa mesma que você pensou), o que lhe possibilita falar com qualquer ser vivo na linguagem que ele utilizar. Além da vantagem de manter sua juventude por um indeterminado prazo de tempo, afinal ele precisa, pois fuma um cigarro atrás do outro e bebe feito gente.

Ultra-Humanoide – DC

O que será que você vai conseguir se cruzar o cérebro de um cientista do mau com um raro gorila albino? Provavelmente eu não vou conseguir nada, mas acredito que uma imagem fale mais que mil matérias do Santuário. Não desmereça o potencial desse personagem criado pelos lendários Jerry Siegel e Joe Shuster em 1939. Ele foi desenvolvido para ser o completo contrário do Super-Homem. Enquanto um é um homem de intelecto normal em um super corpo, ele é uma criminoso genial em um corpo morimbundo.

Então esse é o resultado de quando você tem um louco que pode transferir sua mente para qualquer corpo que quiser (costumava ser o de um inseto gigante e o de uma gostosa atriz do cinema mudo, verdade!) e acaba preso na forma de um macaco grande e branco. Não digo nada, mas os coloristas da editora adoram! Pode parecer que esse cara é apenas mais um genérico do Grodd, mas muitas vezes essa peste deu ao Super Homem e à antiga Sociedade da Justiça da América várias dores de cabeça.

Hit-Monkey – Marvel

Criado por Daniel Way e Dalibor Talajić em 2010

Esse simpático macacaquinho do gelo, vivia em paz  com seu bando até que eles encontraram um humano ferido próximo ao habitat. Salvo da morte certa esse forasteiro da morte certa passou a viver entre eles por um tempo.

O que os macacos não sabiam era que o estranho que eles acolheram entre os seus era um assassino renegado jurado e morte e que era questão de tempo até os mesmos homens que o feriram, descobrissem que ele não estava morto e voltassem para terminar o serviço. Enquanto aguardava por esse dia, o homem se recuperava com a ajuda dos macacos e a noite aprimorava sua mira e técnicas de combate corpo a corpo. O que ele não sabia era que o um esperto macaco a tudo observava com uma inteligencia quase mutante e aprendia cada movimento, cada técnica. Infelizmente os assassinos voltaram e tanto o homem, como seu bando foram chacinados. Mas o esperto macaco sobreviveu e agora munido de um desejo de vingança no nível do Justiceiro se tornou o matador de assassinos mais impiedoso da editora! Onde houver belas mulheres, bons drinks e criminosos desatentos, Hit-Monkey estará para fazer a justiça da maneira símia.

Congorila – DC

Criado por Whitney Ellsworth & George Papp em 1940

Possivelmente um dos primeiros super-macacos dos quadrinhos, o explorador e aventureiro Congo Bill se tornou um dos grandes protetores da África, ganhando um mágico anel de um amigo que salvara a vida e era líder de uma tribo. Com esse artefato ele podia trocar de corpo por um período de tempo com um sagrado gorila dourado (mas peraí, isso quer dizer que a mente do gorila ia para seu corpo? Tenso) e enfrentava toda a sorte de ameaças a vida e segurança do continente adotado por seu coração.

Com a morte de seu corpo humano, Bill ficou preso definitivamente na forma desse macaco carnavalesco, com fator de cura, alteração de tamanho (sim, o Congorila é praticamente um King Kong de ouro), super sentidos e imortalidade. Será que no fritar dos ovos, ou melhor, no flambar das bananas, o velho Bill não saiu ganhando ao perder sua humanidade?

Macaco Humano -Marvel

Criado por Robert Q. Sale em 1954

Esse é o nome de três personagens da Casa das Idéias, mas aqui escolhi falar do mais querido pelos fãs.

Ken Hale era um estudioso obcecado com a ideia da imortalidade, até que descobriu sobre o mito do legendário “Macaco Humano”, uma criatura metade homem, metade gorila que vivia numa parte remota da África. E soube que aquele que matasse a fera, seria imortal.

O que o idiota do Hale fez? Foi ao antigo continente e tanto infernizou que achou o tal macaco e o que aconteceu? Matou o infeliz do bichinho. Mas o que o americano idiota não sabia era o final da lenda que ele nunca se preocupou em traduzir, que vinha com uma maldição de brinde: se um Macaco Humano morrer, outro ser imediatamente mais próximo deve tomar o seu lugar. Por anos ele ficou isolado nas florestas do Congo, envergonhado da sua estupidez , mas ora! Ele agora é imortal e faz parte de um seleto grupo de heróis casca grossa da editora! Isso claro, até outro idiota atirar nele e se tornar o próximo Macaco Humano…

Agora é com você, nobre devoto! Qual o macaco mais legal dessas duas editoras???

Gosta de Macacos, de robôs e de Zumbis? E se todos eles vierem do Inferno?

Clique por conta e risco e se divirta

Anúncios

54 comentários sobre “MACACOS & QUADRINHOS – Marvel e DC

  1. não é a toa que o grodd esta no topo da lista mesmo os outros serem muito bons, principalmente o detetive chimp…………………..

    Curtir

  2. Não existe ninguém capaz de fazer essa lista como o Veneravel!Votei nos Super macacos,pois eles e seu lider,o Fantasma Vermelho,quase acabaram comigo em uma batalha!Venci por pouco…fim da transmissão.

    Curtir

  3. Grande macacada!!!!!
    😀
    Já te disse uma vez que não gosto de ver macacos em comics de super-heróis… parece-me sempre rebuscado!

    O único que eu gosto, pela sua brutalidade e maldade é mesmo o Grodd… todos os outros podes levar para o Zoo…
    😛

    Curtir

  4. Que macacada!E ninguém melhor que o Victor “Tratador de macacos”Vaughan pra fazer essa lista!Todos são legais,mas fiquei na dúvida entre os que mais conheço:Gorila Grood,Monsieur Mallah e os Super Macacos!Meu voto ficou com o Gorila Grood!A Marvel lançou o personagem Rei Macaco,mas esse com certeza é o venerável disfarçado!

    Curtir

  5. Macaco humano e o Grodd são maneiros, os outros não fazem muita diferença.

    Agora eu sei porque você ficou tão aborrecido com a ilustração do Bruce Banner serrando a cabeça do macaco em Hulk 15.

    Curtir

  6. Algum dia o V3 teria que fazer uma postagem exclusiva sobre macacos…
    E que postagem! Está muito massa!
    E dentre todos, nenhum é mais presença que o Hit-Monkey =P
    Pelo menos pra mim, né…

    Curtir

  7. Macacos nos mordam!!!! Afaguem!!!!!!!!!!!!!! Nos matem!!!!!!!!!!!!! Quase toda a macacada reunida. Faltas já comentadas antes aqui como Gleek (que infelizmente foi criado prá televisão como os seus coterrâneos Suepergêmeos) e outras que com certeza podem fazer parte de uma próxima revisão desta matéria (como o macaco de Y: O Último Homem ou a grande série e que passou por várias editoras lá nos EUA: Planet of Apes, nesta imagem com a passagem pela Marvel: http://pota.goatley.com/comics/adventures/adventures-11.jpg e também o João Grandão que figurava as páginas da revista Astros HB no início dos anos 80: http://bimg1.mlstatic.com/s_MLB_v_F_f_215581197_4540.jpg). Dos personagens citados, escolhi o Detetive Chimp pois foi um dos melhores personagens resgatados do passado e colocado no Pacto da Sombras. O melhor personagem daquela equipe.
    E veja bem Victor, essa revisão não pode demorar, hein????? Melhor!!!! Apronta uma matéria só com o Planet Of Apes, que com certeza dá uma boa corda, prá você encaixar os outros macacos na revisão!!!! Valeu pelas ótimas lembranças!!!!!!

    Curtir

  8. Vaughan, o filho perdido de Sarah Vaughan, esqueceu um dos meus preferidos, AS BESTAS DE BERLIM, macacos de MACACÕES (OH, MACAQUICE!) e comunistas.
    http://www.marvunapp.com/Appendix/bstber.htm
    Pena que criações tão geniais foram esquecidas e a aparição mais recente das Bestas foi em Nextwave, onde estavam com a pelagem roxa.

    E claro, houve o Cy-Gor do McFarlane.

    Que é um macaco robô e meio zumbi criado por um projeto secreto do governo MALIGNO. Uma ideia que é genial. Quando se tem 10 anos, claro.

    Curtir

  9. Muito bom esse post!
    Particularmente, prefiro o Gorila Grodd. Ele é genial e tem um tom irônico maravilhoso, todavia, dos personagens citados, com certeza, o que mais chamou a minha atenção foi o Hit-monkey! Que para bizarra! Para ser franco, sequer sabia sobre a existência dele rs

    Curtir

  10. Massa! Sempre gostei do Grood. Não tenho certeza , mas acho que o Hultra-Humanoide pertencia a Terra 2, né? Irado esse vilão tbm. Não conheço muito os macacos da Marvel, mas lembro da macacada do Fantasma Vermelho dos desenhos antigos dos 4 Fantásticos! Eu gostava do Monsieur Mallah até a sacanagem que o Grant Morrison fez com ele em Patrulha do Destino. O Chimp é um mala e o Congorila teve boa participação na Liga do Robinson. Resumindo: Melhor um macaco na mão que cinco bananas no chão! =P

    Curtir

  11. Sinceramente, não sei o que as pessoas vêem em macacos! Eu, particularmente, jamais acessaria um site que tivesse “macacos” no nome e… OH, WAIT!!!!!!

    Falando sério, mais um excelente post, oh, Wolverine dos blogs!

    Curtir

  12. Vlw pela resenha Victor, agora sei o nome de mais uns trocentos macacos dos quais nem sabia que existia.
    Só para deixar de registro, o Grodd sempre vai ser o mais fodão, mas vou pesquisar sobre o Congorila, gostei da história dele 😀
    ate a proxima Victor,
    Bye Lucas Farias

    Curtir

  13. Gosto demais de tudo relacionado a Hqs, e todos me acham estranho, sei que muitos compartilham esse mesmo sentimento que tenho, mas o diferente dentro do diferente é o que mais me atrai, macacos???? E vc meu amigo é suspeito de falar sobre macacos devido a seu trauma de infância, kkkkkk, mas os super macacos são os melhores….

    Curtir

  14. Achei que devia votar no Congorila, pois traz com ele uma mensagem muito positiva de preservação ambiental. Se bem que não vá muito com o tom dourado do pêlo…:) Engraçado foi a “partida” da maldição a Ken Hale. Mas como tudo na vida, acabamos por nos habituar. Ih, ih, ih!
    E já que é de símios que falamos, adoro o Evil Monkey do Family Guy de cada vez que aparece.

    ps: Mais uma excelente e engraçada resenha do Venerável Victor com que tivemos a sorte de ser presenteados. Abraços.

    Curtir

  15. Otimo artigo, acho que a DC sem sombra de duvida aproveita melhor o potencial de seus símios. Gosto do Macaco Humano da marvel e dos macacos comunistas, mas os da DC possuem muito mais carisma.
    Até agora não li nada do Hit Monkey, é bom?
    Victor tendencioso por macacos Vaughan otima materia.

    E para registro: odeio o Congorila, ate hj não sei como ele entrou para a Liga.

    Curtir

  16. U-HU-HA-HA-HAAAAAAAA
    U-HUUUUUUU
    HA-HA-HA-HA-HA-HUUUU

    Em outras palavras: Duca! Depois que percebi a influência e importância dos macadcos na indústria cinematográfica, gráfica, erótica, literária e quadrinesca, nunca mais subestimei estes bichos: Sua capacidade de conquista (e venda) é imensa, instantânea e irresistível.

    Monkeys forever!

    Curtir

  17. Isso me lembra uma edição do Monstro do Pântano do Rick Veitch, onde ele juntou vários gorilas da DC em uma edição onde “dava a louca nos símios”. E, na edição brasileira (publicada pela Atitude em 1999) tinha um texto que falava sobre a atração que os macacos atraem nos humanos. Que há uma lenda que diz que nos anos 50 ou 60, não lembro bem, um editor (acho que o Julius Shwarts) dizia que quando um gibi estava mal das vendas, era pro roteirista criar uma história com macacos, pois macacos na capa aumentam as vendas. hahaha

    Agora, na votação, votei no Ultra Humanóide porque foi o único que li uma história excelente, que é “Era de Ouro”, do James Robinson. Lá ele não está no corpo de um gorila, mas se mostrou um grande vilão.
    Já li uma história dos novos Titãs onde o Mallah aparece, numa história com a PAtrulha do Destino, que também é ótima, mas prefiro não votar em um subalterno. rsrsrs
    E fiquei com vontade de ler esse Hit Monkey. Nem sabia que ele existia até ler outra postagem do SAntuário sobre ele. Já saiu algo no Brasil com ele?

    (ah, outro macaco que se estivesse na lista acima ganharia meu voto é o “Ampersand”, co-persoangem principal de Y – O Último Homem)

    Curtir

  18. Artigo digno do nosso Venerável, han??? =D

    Ótimo!

    Acho que de todos esses primatas, o que mais gosto é o Hit Monkey. A história dele é tão improvável qto a de todos, mas ele ganhou meu afeto.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s