CAVALEIROS DEMONÍACOS #15 – “O vinho virou água, a ferida não cicatrizou e no terceiro dia ninguém ressuscitou”

PrimeiraImpressao_02

por Venerável Victor “Tratador ressuscitado” Vaughan

Img-de-CapaDN15Para todos os devotos desse site, fãs de Cavaleiros Demoníacos, o dia que mais temíamos finalmente chegou: a última edição escrita pelo britânico Paul Cornell chegou as lojas de quadrinhos americanas e ao mercado digital chamado, comixology. Essa passagem inicial da revista, toda idealizada por Cornell foi muito amada e é muito triste vê-lo deixando o título e a editora. SPOILERS INFERNAIS

Etrigan, o demônio – Criado por Jack Kirby

Paul Cornel, Bernard Chang & Marcelo Maiolo
Paul Cornel, Bernard Chang & Marcelo Maiolo
Capa de Bernard Chang
Capa de Bernard Chang

Mas toda essa lamentação de fã velho e rancoroso deve ficar de lado para que a último episódio dessa maravilhosa campanha de RPG seja comentada. Uma batalha épica entre os exércitos do Inferno, liderados por Lúcifer MorningStar; as hordas de Mordru e sua rainha déspota; os Cavaleiros Silenciosos, que são as forças que protegem a mítica Avalon e os próprios Cavaleiros Demoníacos. Essa edição cumpriu a promessa de mostrar uma sensacional conclusão para a saga criada pelo britânico. Mas esse final de sua passagem será lembrado e valerá no futuro da cronologia da DC, ou será esquecido e desconsiderado pelo próximo roteirista do título?

Na edição passada, um palco foi montado ao fim da edição para uma grande batalha agora. Quatro forças convergem para Avalon para uma batalha no intuito de determinar o destino do poderoso mago Merlin e todo medieval universo da editora do Super-Homem.

demon-knights-015-03

Os Cavaleiros Demoníacos têm que pensar rápido se quiserem sobreviver a esse caos, mas para sorte desses guerreiros, a cavalaria está vindo para ajudá-los na forma de um legendário guerreiro bretão e seus experientes cavaleiros da Távola Redonda. Mas o que acontecerá com a equipe caso eles tenham sucesso? Eles irão continuar unidos daqui para frente?

Paul Cornell surpreende o leitor, muita ação acontece nesse número (mais do que em todos os outros quatorze números), grandes desenvolvimentos de personagens (o que seria como se eles tivessem “passado de nível” no RPG) e o tempo todo um humor refinado e inteligente. É impressionante o quanto o escritor enriqueceu esse universo particular da DC durante esses mais de quinze meses de trabalho e como tudo o que propôs para seus personagens teve suas pontas soltas atadas no fim de sua passagem. Mês que vem a equipe continua suas aventuras com o hiato de trinta anos de distância dessa última batalha.

demon-knights-015-04

Apesar de resolver grande parte dos conflitos propostos desde o início da série, muita coisa propositadamente parece ter sido deixada para que o próximo roteirista a assumir o título, Robert Venditti, possa brincar a vontade caso escolha. A conexão com a equipe da cronologia presente: StormWatch mostrada mais uma vez nessa edição foi interessantíssima, pois faz com que mais ainda os Cavaleiros Demoníacos se encaixem ainda melhor dentro do universo da DC. Seria ainda melhor se esse número quinze da revista tivesse pelo menos algumas páginas a mais para dar mais espaço para a batalha do início da edição e o retorno de Merlin. Mas Paul Cornell fez um trabalho espetacular mesmo com o limite de espaço.

demon-knights-015-07Artisticamente, Bernard Chang nos oferece mais um grande trabalho. O cara provou que sabe desenhar muito bem soldados, dragões e demônios com excelência. Essa edição ele mais uma vez não desapontou. Em alguns quadros, os personagens desenhados no fundo dos painéis ficam um pouco esquisitos, mas isso é um detalhe ínfimo que fica esquecido no fim pelas fantásticas cenas de ação em primeiro plano.

Os desenhos das expressões dos personagens fica sendo o ponto alto desse número e as cores de Marcelo Maiolo continuam a agregar valor aos desenhos de Chang com uma qualidade raramente vista em outras revistas da mesma editora. Todos os efeitos das cores nos efeitos de magia só provocam mais radiante deslumbramento ao leitor.

No fim de tudo, é um grande final para um novo épico escrito por Cornell, um belo legado deixado no último ano para a editora usar com sabedoria, se conseguir. Felizmente Bernard Chang continuará da revista e é sabido que Venditti é um roteirista talentoso e habilidoso, portanto, sejamos otimistas quanto ao futuro da revista. Honestamente, se você não estava acompanhando essa série, mês que vem é o momento certo para começar o ano novo lendo um dos melhores títulos do mercado de comics em produção nos últimos tempos e ainda vai poder resgatar todas as edições que perdeu desde setembro de 2011.

DEFINITIVAMENTE ETRIGAN NÃO É O MAIS CASCA GROSSA DA EQUIPE…

demon-knights-015-10

S_Final

 

Arrow

Anúncios

19 comentários sobre “CAVALEIROS DEMONÍACOS #15 – “O vinho virou água, a ferida não cicatrizou e no terceiro dia ninguém ressuscitou”

  1. “E de repente o vinho virou água
    E a ferida não cicatrizou
    E o limpo se sujou
    E no terceiro dia, ninguém ressuscitou”
    “Fátima” do Aborto Elétrico, uma das canções mais amargas e sombrias que já ouvi.

    Sobre Demon Knights, espero que Robert Venditi mantenha a qualidade do título. Pesquisei sobre ele, eu soube que Venditi roteirizou a HQ que inspirou o excelente filme “Substitutos”. Não há muitas outras referências além desta, que me parece boa, embora eu ainda não tenha lido a HQ de “Substitutos”. Enfim, torço por mais boas estórias com os Cavaleiros Demoníacos, mesmo sem Paul Cornell.

    Curtir

  2. Melhor título do reboot da DC, Paul Cornel deu um show em cada edição, só espero que o próximo roteirista faça o serviço direitinho.

    Curtir

  3. Deste o seu lançamento, só vi coisas boas sobre este título e sobre Cornell! É preciso aguardar o próximo número para saber se o novo roteirista vai seguir o ritmo ao estilo de Cornell.

    Curtir

  4. Com ou sem Paul Cornell, Etrigan sempre será Etrigan!!!

    Tudo bem, palavras fortes… Há tempos Garth Ennis que é um escritor que gosto muito, escreveu uma fase que não gostei do personagem de Jack Kirby… paciência…

    Esperemos por dias melhores então…

    Curtir

  5. Bah… só espero que o próximo TPB contenha toda a run do Cornell,para esta ficar toda juntinha. Assim não preciso de comprar às cegas o que o próximo autor vai fazer. Tenho aquilo que importa: Demon Knights do Cornell!
    😉

    Curtir

  6. Olha eu acho essa revista sim uma das melhores da DC, mas tenho críticas quanto ao desenvolvimento de alguns personagens, a Cavaleira foi aquilo ali…. Nada, o Al Jabr foi na mesma e o mistério da Exoristos, continuou mistério. Teve muita coisa boa? Os já famosos… Porque os novos personagens (esses três) não foram bem tratados, Exoristos ainda saiu no lucro, literalmente. 🙂

    Curtir

  7. Nunca tive interesse em ler essa revista, mas a galera fala tão bem dela, que vou ter que passar a ler, já sei que os desenhos estão muito bons e o roteiro tbm. Espero que ela me surpreenda 😀
    Parabéns pela matéria Victor ‘—‘ Conta sempre.

    Curtir

  8. Eu curti muito a passagem do Cornell pela revista e sinto por ele sair do título e da editora, a DC que se ferrou, assim como nós. Mas quero ver o trabalho desse novo roteirista antes de tirar qualquer conclusão. Quanto ao fim desse arco aqui. Adorei…. Salve Cavaleiros Demoníacos!

    Curtir

  9. É uma pena ver mais um grande talento indo embora. Falei em suicídio na semana passada. Se todas essas ações tivessem resultados tão bons quanto esses dois arcos de Demon Knights, todos os reboots seriam bem aceitos. Mas vejam pelo lado positivo (estão aí dois TPB´s (um já saiu!!!) e quem sabe um futuro HC prá enriquecer a biblioteca de qualquer grande fã da nona arte. Nem alguns desenhos que na minha opinião ficaram meio “animezados”, ops, quadradados, tiram o vigor da obra.
    E o que é um salto de 30 anos prá quem tem a Eternidade (pelo menos metade da equipe com certeza dará ou já deu as caras no futuro, como é o caso da Madame Xanadu). Foi muito bom enquanto durou e também acompanhar essa cruzada junto com o Tratador e os fiéis devotos. Como o fim do mundo se aproxima só posso desejar vê-los todos lá no outro lado!!! See all later!!!

    Curtir

  10. Puts, acompanhei tudo ou melhor quase tudo aqui pelo santuario, ainda não tive o prazer de poder ler na integra, porem é de impressionar com o trabalho feito e fica ai o medo de fazerem lambança com tudo que foi construido. Vamos ficar no aguardo.

    Curtir

  11. Estava atrasado com os Cavaleiros Demoníacos, coloquei a leitura em dia em uma hora. Essa é uma das melhores dessa nova safra sem dúvida.
    Espero que mantenha o nível, boa sorte para Venditti, ou que Etrigan o mate se ele fizer merda.

    Curtir

  12. EDITORIAL SANTUÁRIO:

    Segunda – Fabulosos Vingadores #1

    Terça – Cavaleiros Demoníacos

    Quarta – Arrow

    Quinta – Top 10 Maiores Cientistas dos Quadrinhos

    Sexta – Frankenstein Agente da S.O.M.B.R.A.

    Sábado- Novos Deuses de Jack Kirby

    Domingo – Arte do devoto
    TARDIS

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s