O QUARTO MUNDO DE JACK KIRBY # 03 – O Resgate de Odin

Quarto Mundo

darkResenha de Jack Kirby´s Fourth World # 03 de John Byrne (roteiro e arte) e Lee Loughridge (cores).

Por Rodrigo Garrit

Contém spoilers revelações sobre a história

S_Final

O QUARTO MUNDO DE JACK KIRBY # 03: De volta a Muralha

1265946-jack_kirby_s_fourth_world__3_super
Capa de Walt Simonson

“Amanhece em Apokolips”

Com essa frase, começa a narrativa da história, explicando que o planeta das trevas sempre viveu à sombra de seu gêmeo radiante,  sem jamais receber diretamente a luz de seu astro-rei, sendo iluminado e abastecido por suas foças flamejantes. Mas com a surreal fusão dos planetas, agora ocupando a mesma órbita, ele desfruta dos mesmos movimentos de rotação e translação que permite dividir o dia e a noite entre seus hemisférios.

Mas a luz que conforta o mundo das trevas não diminui a maldade de seus habitantes.

Tigra, Barda, Magtron e Senhor Milagre levam Thor, o deus do trovão para a supercidade, onde ele é colocado diante do Pai Celestial, que confirma a história da mãe de Órion: durante séculos, Darkseid vem roubando o poder dos deuses espalhados pelo universo e sua próxima empreitada seria contra as divindades de Asgard. Durante muito tempo, Darkseid temeu entrar em conflito com eles, pois os deuses de Asgard são aqueles que estão mais próximos dos patriarcas do Velho Mundo, e Odin, seu mestre supremo, provou ser um adversário superior ao senhor de Apokolips… mas isso mudou quando, recentemente, o senhor de Asgard foi ludibriado e trancafiado em uma prisão de que nem mesmo ele poderia escapar: a Muralha da Fonte.

A cada dia, Darkseid se torna mais poderoso, derrubando antigas divindades e tomando seu poder para si. O próprio Pai Celestial reconhece que não há muito que possa fazer contra ele agora, a menos que Nova Gênese forje uma aliança com Asgard. Thor concorda em combater Apokolips, mas com uma condição: Odin deve ser libertado da Muralha. O Pai Celestial alega ser uma tarefa quase impossível, principalmente porque Metron está inacessível e sua Poltrona Mobius é o equipamento melhor preparado para essa viagem.

jkfw-03-13

Enquanto Izaia delibera com os outros anciões, Scott Free decide tomar uma atitude mais radical, e juntamente com sua esposa Barda e a ajuda do Povo do Amanhã, empreende uma viagem até a Muralha na tentativa de libertar Odin, mesmo que isso signifique ser uma viagem sem volta.

O jovem deus Vykin é considerado a maior mente de Nova Gênese, exceto por Metron. Ele constrói uma máquina rudimentar que pode abrir um desvio temporário até a Muralha. O Senhor Milagre se oferece para atravessar, mas precisa levar o jovem Serifan, pois ele possui o poder bruto necessário para tentar libertar Odin. Barda decide ir também, apesar do protesto de seu marido. Assim, os três atravessam, sendo ancorados por um cabo mantido pelo Grande Urso, outro jovem deus do Povo do Amanhã.

O caminho é tortuoso, mas eles conseguem chegar na Muralha, onde encontram Odin, petrificado com os demais gigantes. Scott guia o jovem Serifan, e juntos empreendem o poderoso ataque, sem saber que tipo de resultado poderia causar… mas por fim, Odin é libertado e volta com eles para Nova Gênese.

jkfw-03-14

Depois de todo esse trabalho, e de quase morrerem, Metron finalmente resolve aparecer. Mas ele não tem boas notícias.

Enquanto Odin era resgatado, Darkseid reuniu uma armada composta pelas frotas saqueadas de incontáveis mundos, e empreende um ataque maciço ao planeta Terra. O senhor de Apokolips pretende destruir o planeta… roubar o poder de seus deuses… e tornar-se invencível.

Ainda não ficou claro a situação que obrigou o Pai Celestial a fundir Nova Gênese com Apokolips, e como ele e Darkseid continuam interagindo com os outros personagens, uma vez que havia sido dado a entender que ambos se fundiram a Muralha da Fonte numa improvável aliança a fim de impedir uma ameaça em comum. Isso tudo foi um embuste? Uma farsa para encobrir seus verdadeiros atos? O mistério persiste.

Tákion dá mais detalhes sobre si mesmo nessa edição, revelando que foi um terrestre chamado Josh Sanders, um psicoterapeuta cego de nascença, que foi transformado pelo Pai Celestial para lhe ajudar a “enxergar” melhor e de uma nova perspectiva as consequências de seus atos. Mas o Pai Celestial não esperava que como consequência, Tákion seria o primeiro ser vivo desde a destruição do Velho Mundo capaz de se comunicar diretamente com a Fonte, sem a necessidade de agentes intermediários.

E o que dizer da arte de John Byrne? Seu traço é uma referência por si só. Seu estilo é marca registrada, e facilmente reconhecido. O desenhista realiza um trabalho braçal, e é normal notar por vezes algum sinal de cansaço ou descuido, o que pode ser amenizado pelo auxílio de um bom arte-finalista e colorista. No caso dessa revista, Byrne vem acumulando a função do lápis e da tinta e embora mantenha seu visual característico impresso em cada quadro, é possível observar em um âmbito de maior exigência certas quedas na qualidade em comparação com trabalhos anteriores, o que não compromete o andamento da história nem desmerece seu esforço.

Algumas coisas estão confusas, e não sei se isso faz parte de algum grande plano ou é John Byrne experimentando caminhos em pleno percurso sem um mapa de onde esteja indo. Em se tratando desses seres cósmicos, é possível alimentar certas liberdades criativas que permitem percorrer os confins do universo e convergir no elo desse grande nó infinito, ou simplesmente atribuir eventos inexplicáveis aos desígnios da Fonte ou as maquinações de Darkseid (ou do Pai Celestial). Mas ainda assim, é preciso que o leitor seja convencido de tais fatos. O abuso dessa liberdade pode tornar a história absurda demais, e fazer o espetáculo tornar-se banal. Mas prefiro acreditar que não seja o caso.

Jon Bosco
Grande Barda por Jon Bosco.

 Resenha anterior dos Novos Deuses? Atravesse a Muralha AQUI!

Anúncios

13 comentários sobre “O QUARTO MUNDO DE JACK KIRBY # 03 – O Resgate de Odin

  1. Primeiro o Thor!!! Agora Odin. Esse homem desse jeito mata qualquer fã!!!!! material de primeira e muito arrojado. Presentão de fim de ano aqui no Santuario!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s