Mesmo Delivery

_0011_Quintessencia

por Carlos “leite em bar nem pensar” Lenilton

Img de CapaFazia um calor de rachar naquela manhã em que me pus a caminhar a longa distância entre minha casa e a comic-shop para comprar Mesmo Delivery de Rafael Grampá. Eu queria ser o primeiro a tê-la em mãos ao menos em minha cidade…

S_Final

cover_mesmo_delivery_english

Mesmo Delivery foi a estreia solo do brasileiro Rafael Grampá nos quadrinhos, antes disso ele havia participado com outros autores da coletânea “Bang Bang” da editora Devir e da HQ independente “5”. Esta última, inclusive, ganhou a “Eisner Awards” de melhor antologia em 2008. Vale ressaltar que Mesmo Delivery saiu primeiro nos EUA pela AdHouse Books. E isto aqui faz uma enorme diferença. O álbum embora escrito e ilustrado por Grampá foi planejado para o mercado americano, basta prestar atenção as referências pop culturais que permeiam o texto tais como: Elvis Presley, Shazam, Conan e Superman entre outras. Uma boa saída para se publicar fora, onde o mercado é mais forte.

Mas essa estratégia em nada adiantaria se Mesmo Delivery não fosse boa. E ela é.

Digitalizar0036

A história é bem simples: A empresa Mesmo Delivery contrata Rufos, um ex-boxeador, como motorista de caminhão substituto para fazer um mistérioso trabalho. Obrigando-o a aceitar dois termos para a execução do serviço: De NUNCA abrir o contêiner e de ser acompanhado pelo braço direito do dono da empresa: o amoral Sangrecco. Durante o trajeto, Rufos precisa tirar água do joelho e faz uma parada num barzinho de beira de estrada e aí se mete numa violenta briga que revelará que nada é como parece. Qual carga ele transporta e qual o verdadeiro trabalho de seu parceiro?

O que se segue daí é um jorro de sangue e vísceras bem detalhado e sob ângulos bastante incomuns para a maioria dos desenhistas… e é simplesmente espetacular. Grampá tem um estilo caricato ultra-detalhista e super cinematográfico, lembrando mesmo storyboards de filmes, a agilidade que confere à história é tão grande que a leitura se encerra bastante rápida e você já é tomado pela vontade de ler novamente ou ver, tal qual uma filme de ação. A reviravolta do final é digna de filmes de suspense inteligentes e a forma como ela ocorre é genial, a partir de flashbacks. Pena que a capa meio que entregue o que no texto só ocorre lá pelo fim. Sorte que a maioria das pessoas veem capas apenas como belas pin-ups.

Sorte de quem tem este belíssimo trabalho de Rafael Grampá, de história simples e magistralmente bem executada, principalmente pela extraordinária narrativa visual.

Digitalizar0041

Agora voltemos de onde parei no primeiro paragrafo. Ao ter em mãos o álbum, fiz o scan do mesmo e fui o PRIMEIRO a disponibilizá-lo na rede. Consegui, não?! Quase consegui um processo, isso sim. E deletei o link de Mesmo Delivery para todo o sempre. O álbum? Esse não troco, não vendo e, claro, não dou.

Anúncios

5 comentários sobre “Mesmo Delivery

  1. Grampá é um artista que eu torço muito que cada vez faça mais sucesso lá fora, ele está abrindo cada vez mais portas para outros profissionais de talento como ele, brasileiros! Ótima aquisição, rapaz!

    Curtir

  2. O traço do Rafael é transgressor e por isso mesmo eu adoro tudo que ele desenha. Carlos Lenilton você me deixou com água na boca… preciso comprar essa obra pra ter na minha coleção! = )

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s