NOVÍSSIMOS X-MEN #7 – Agora é a vez da Irmandade de Mutantes

PrimeiraImpressao_02

por Venerável Victor “tratador de macacos metamorfos” Vaughan

Img-de-CapaANX7Por enquanto novíssimos X-men é um dos enredos mais encantadores da Marvel dos últimos tempos, mas o que acontecerá com essa revista, uma vez que  a equipe de jovens mutantes encontre todos os atuais personagens da editora e o efeito “novidade” se esgote ?

X-men – criados por Stan Lee & Jack Kirby

Brian Michael Bendis, Stuart Immonen & David Marquez
Brian Michael Bendis, Stuart Immonen & David Marquez

Novíssimos X-men começou com o Fera trazendo os X-men originais – Ciclope, Garota Marvel, Fera, Anjo e Homem de Gelo – de décadas atrás para o seu presente na esperança vã ou não, de fazer com que o jovem Scott Summers mudasse o comportamento do Scott Summers do presente, fazendo com que esse volte a trilhar seu caminho original.

Capa de: Immonen, Von Grawbadger & Gracia
Capa de: Immonen, Von Grawbadger & Gracia

Esses dois Ciclopes se encontraram. Essa primeira reunião foi o catalisador para a jovem Jean Grey, decidisse que eles deveriam continuar no presente (o futuro desses jovens) até que consertassem o que agora também julgam errado. Ao invés de simplesmente voltarem para sua linha de tempo e terem suas memórias apagadas por seu mentor Charles Xavier.

Durante as últimas edições, os eventos têm sido menos caóticos e agora os leitores podem acompanhar esse grupo de mutantes totalmente fora de seu tempo, tentando se atualizar e entender o novo status quo desse mundo pós Vingadores VS X-men. O roteirista Brian Michael Bendis tem feito um trabalho bastante competente, ao trazer um novo sopro de vida para uma franquia tão desgastada.

Apesar dessa revista se focar na “primeira classe” de alunos do Professor Xavier, Novíssimos X-men tem a atmosfera dos antigos desenhos dos mutantes da década de noventa. De alguma forma o roteirista conseguiu identificar o que de melhor essa revista produziu nos últimos anos sob a batuta de diversos bons autores que passaram pelo título e as misturou com algumas novas ideias, optando pelo desenvolvimento dos personagens ao invés de espetáculo barato e gratuito.

All New X-Men 007-Zone-005

Não há como não se identificar com o jovem Scott Summers. Em cada página ele descobre alguma coisa que ele irá fazer em seu futuro, assistindo como a cada momento o inocente e idealístico líder irá se transformar mais e mais em um homem com um passado repleto de pecados obtidos por diversas escolhas difíceis que terá que tomar.

All New X-Men 007-Zone-006Não é surpresa de que ele iria ter problemas com Wolverine, mas quando a jovem Jean Grey – que agora teve seus poderes desenvolvidos absurdamente fora de época – começa a ver o que Scott irá fazer no futuro, até mesmo seu namoro com a ruiva se desestabiliza, fazendo com que ele se torne um renegado, mesmo entre seus amigos mais íntimos.

Essa edição segue os passos do jovem Ciclope, enquanto ele vai até um banco em Manhattan, onde recupera uma caixa específica, que guarda diversos objetos de valor que seu “eu” futuro vinha juntando desde seu passado até os dias atuais. É desnecessário dizer que isso só fortalece em sua cabeça, através desses diversos itens que ele descobre se tornarem importantes ao longo dos anos, o que realmente tem valor na sua vida. Fotos de seu casamento com Madelyne, dinheiro, um misterioso envelope, um feixe de cabelos ruivo e seu velho óculos retrô quadrado de quartzo rubi. Mais um presente para antigos fãs da equipe. Por fim o Wolverine aparece e dá uma “carteirada” nos seguranças do banco com sua identidade de Vingador, impossibilitando de que o jovem Scott, confundido com o atual líder terrorista mutante, seja detido e levado às autoridades.Depois descobrimos quem é esse Wolverine realmente…

All New X-Men 007-Zone-007

O que mais é interessante nesse capítulo é quando Scott é encontrado pela mutante Mística. É claro que os leitores sabem que ela tem seus próprios interesses escusos nisso tudo, mas a forma como ela fala e trata o jovem Scott é bonita e emocionante.

Não é difícil de realmente acreditar na transmorfa, quando ela fala para o garoto que sempre gostou do jovem Scott Summers – mesmo que a maioria dos fãs da equipe não – e em algum momento, durante seus conselhos para o herói, ela convincentemente o põe em um caminho que pode até resolver de vez todos os problemas dos X-men atualmente. A pergunta é: o que ela realmente espera ganhar com isso?

All New X-Men 007-Zone-009

Novíssimos X-men continua sendo a mais charmosa publicação atual da Marvel e a mais terapêutica visão da equipe nos últimos tempos. A revista é excitante e repleta de possibilidades, possibilitando também diversas novas caracterizações de antigos conceitos, desenvolvimentos de tramas e muita emoção.

Junto a isso tudo temos mais esse mês o artista David Marquez, que novamente mostra ter um bom conhecimento de todos os personagens que está trabalhando, capturando todos os elementos que tornam esses mutantes tão apaixonantes, desde toda a delicadeza de Kitty Pryde até as expressões de preocupação do jovem Summers – o que não é nada fácil de fazer, já que metade de seu rosto sempre está tapado para leitura do leitor. Apesar de Stuart Immonen, o artista regular da série voltar em breve, ele segura muito bem a série.

All New X-Men 007-Zone-013

O foco continua nos melhores personagens já criados para esse título e parece que Bendis vai conseguir finalmente achar a cura para o marasmo e falta de criatividade que vinha prejudicando as revistas X por tanto tempo. Honestamente, não podemos dizer com certeza aonde ele quer chegar com tudo que nos está mostrando, muito menos o que vai acontecer quando uma hora chegarmos lá, mas é claro que quando o jovem Scott Summers estiver pronto e o Ciclope do presente não tiver nenhuma outra alternativa a não ser enfrentar a si mesmo, essa revista irá se tornar ainda mais especial do que tem sido todos esses meses.

No fim descobrimos o conteúdo do mistério envelope, quando o jovem Ciclope o entrega para Jean.

68391_3975798805955_142453158_n
Que saudade do Stan e do Kirby!

S_Final

Anúncios

45 comentários sobre “NOVÍSSIMOS X-MEN #7 – Agora é a vez da Irmandade de Mutantes

    1. UAHAUAHAUAHA, melhor ler isso que ser cego, na verdade, durante essa história o tempo todo tive muita raiva de você, quando o Golias morreu, tive raiva de você, quando o Homem Aranha se revelou e quase morreu, tive raiva de você, quando o Capitão foi preso e levou um tiro e eventualmente morreu…Tive raiva de você… rs

      Curtir

      1. Tudo bem,o evento teve consequências imprevisiveis e desagradáveis,mas eu não tive nada a ver com a “morte”do Capitão:foi mais um plano louco do Caveira Vermelha(felizmente tinha um “treco do tempo”do Dr Destino e o velho Cap. voltou)!Um abraço de Ferro!

        Curtir

  1. É uma série que eu sinceramente não venho acompanhando, porque Bendis e a volta dos X-Men originais (mesmo que eu goste deles) não me traz qualquer ideia de “frescor” para os Xismein. Pelo contrário, eu acho que um frescor para essa franquia seria se desvencilhar de vez dos X-Men originais, do Xavier e, enfim, da mesma coisa de sempre, e não voltar atrás. OK, o Xavier já rodou, mas é provável que volte.
    Eu acho que o conceito de mutantes e de “X-Men” é muito potencial jogado no lixo. Poderiam muito mais, poderiam a cada ano renovar o time de X-Men com mutantes novos, mas sempre dão uma maneira de voltar atrás. Poderiam talvez finalmente abraçar o conceito de mutantes como evolução da humanidade.

    Como disse, eu não estou lendo isso, então não posso criticar à altura, mas ainda não vi nada que me fizesse ter vontade de ler isso.

    Curtir

  2. Eu olho a coisa na seguinte perspectiva: Bendis está motivado e isso faz com que ele seja produtivamente criativo, consequentemente acabamos nos deparando com os X-men que valem a pena ler, acompanhar sempre.

    Enquanto ele mantiver essa motivação com toda a certeza All New X-men vai manter um nível de roteiro bem satisfatório.

    Curtir

  3. Olha veneravel kkkk não é novidade o meu desgosto com algumas historias e titulos da marvel, sem querer ofender ou falar mal. So que vejo uma possivel reviravolta com esse arco. Espero que surje algo que possa movimentar e mudar as coisas no mercado das HQ’s.

    Otimo trabalho.

    Curtir

  4. Olá Victor. Gosto da sua forma de escrever: tranquila, ponderada e, mesmo sendo fã de um personagem e não tanto de outros, ainda assim, não transmite rancor ou euforia de fanboy.

    Bendis está me lembrando porque eu sempre tive os cinco X-Men originais como meus preferidos. Amava a ingenuidade e amizade da equipe. Eram realmente uma família. Especialmente desde o Cisma esse grupão enorme de mutantes só faz brigar, acusar e se separar. Não gosto… sou das antigas… dos tempos em que torcíamos pelo romance de Jean e Scott, enquanto este último não se declarava (muitos medos). E o belo Warren contribuía ainda mais para seus receios e solidão. Ambos eram apaixonados pela ruiva. E ele acreditava não ter a menor chance.

    Ciclope sempre foi meu preferido entre os cinco. Exatamente por fugir do estereótipo de herói fodão que dá porrada, mata geral, cospe no chão e beija “as mina”. Affhh, já comentei o que acho desse tipo de personagem. Se não exageram, até fica interessante, mas quando torna-se a regra…. aiai… só adolescente/adulto fã de Rambo e GTA que se empolga.

    Mas, sobre Ciclope… exatamente sua angústia, insegurança, solidão e erros constantes… o faz – a meu ver – um dos personagens mais humanos da Marvel (ao lado de Peter Parker, Jessica Jones (criação do Bendis), Matt Murdock, Clint Barton, Luke Cage… (foram os que lembrei). É interessante observar que, sob as grossas camadas de rancor e resignação, o velho Scott ainda está lá. Ele ainda sofre pelos seus poderes e sonha com um mundo melhor para humanos e mutantes.
    É, portanto, um personagem que merece uma maior atenção. Fica uma sugestão para aqueles leitores que estão cansados do lugar-comum.
    Bem-vinda, Irmandade de Mutantes (curiosa com os planos da Mística).

    Curtir

    1. Ah, você, assim como eu, que defende o “Ciclope has right”, leia as três primeiras edições de Os Novos Vingadores. É até hilário ver o discurso de Ciclope presente entre os personagens (suas ações e falas). Fazer o necessário para defender seu povo, usar poderes cósmicos etc. E o mais interessante foi ver Hank McCoy (O Fera), que tanto acusou Scott, defender o necessário para evitar a extinção.
      Merece uma lida… a hipocrisia reina solta… e a ironia também. A cara irônica de Namor é muito engraçada…. parece dizer: “tanto acusaram e agora usam o mesmo discurso (ou pior). Seus hipócritas.”
      Abraços

      Curtir

    2. Um dos baratos de escrever sobre “Novíssimos X-men” aqui são suas ponderações! Obrigado por voltar e voltar. Sim, reparei a cara do Namor, sim! Hilária, realmente a hipocrisia impera com esses grandes heróis Marvel que tanto apontaram o dedo para o Scott. Realmente, apesar de brincar bastante com a frase, sei que ele teve defeitos e qualidades o tempo todo, ele foi incrivelmente humano!!!
      p

      Curtir

  5. Que e fácil se deixar persuadir por Mistica, isso é verdade. Inclusive quando a pessoa persuadida precisa de um minimo de apoio…… Mais uma vez, Bendis nos mostra que não só de grandes cenas de luta se fazem os X-Men, uma vez que ele consegue transmitir uma serie de emoções e ideias através dos diálogos (como você pode ver a insegurança de Scott e a “ternura” de Mistica pelo mutante entorpecido). E isso se torna ainda melhor com o traço de Marquez. Desde a ultima edição, eu tenho prestado mais atenção em seus traços, principalmente nos rostos e expressões. Ele é um artista com o qual eu não importaria que fosse o substituto de Immonen.
    Ufa, haja teclado… mas e isso ai que eu achei dessa edição…….

    Curtir

  6. Muito bom cara.
    Ainda não li as duas ultimas por falta de tempo. Também ando meio enjoado de X Men, mas esta revista e a do Wolverine e os x emn estnao bem leigais de se ler. Vou me atualizar nesta aqui hehe Mas também fico pensando onde o Bendis quer chegar. Espero que continue bom.
    Abs

    Curtir

  7. Uma coisa o Venerável colocou em voga. Algo que eu exalto desde o começo. Onde tudo isso vai dar? Bendis não vai poder a vida inteira cozinhar o galo e adiar várias questões óbvias e que conhecemos bem. Este não é um mundo novo, mas uma história onde todo mundo já conhece o final e por mais fantásttico que ele seja, não estamos diante de um mestre dos argumentos e nem da obra primaz dos mutantes

    Curtir

    1. Você acha mesmo que esse título pode fracassar, Vandal? Eu acho que ele vai pra lista de fases como a do Claremont e da curta do Whedon… Nem digo do Morrison, Nilson, porque apesar de muito legal, é mais controversa. Mas ainda precisamos de mais uns meses pra ter certeza.
      o

      Curtir

  8. Agora, Venerável, me diga, de onde a Mística tirou uma credencial dos Vingadores? É muito loco como funciona os poderes dela, pois ela é quase uma “durlaniana, da DC”, ela não só muda de forma, mas também cria brincos, acessórios, roupas e “documentos” !!!! Bom, acaba que essa liberdade poética é necessária, não? Ótima HQ, Make mine Marvel !!!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s