OS CAMPEÕES – A Revanche!!! Parte 2

_0004_Midgard

por Pedro Bouça

Img-de-Capachampions#2Quando deixamos o grupo, eles tinham salvo Hércules de um destino pior que a morte (o casamento com uma gostosona imortal), lutado com um terrível diretor de hospital maluco e enfrentado o primeiro supervilão (e o último, espera-se) criado pela recessão!

Tenham calma, as coisas ainda vão ficar piores!

Bill Mantlo & John Byrne
Bill Mantlo & John Byrne

14862-2746-16587-1-champions-the_superNa sua sétima edição, ainda pelo trio Isabella/Tuska/Coletta, Os Campeões encontram o espião russo Alexi Bruskin (cognominado O Comissário), que teria sido o homem que treinou a Viúva Negra. Agora um dissidente perseguido pelos comunas, Bruskin pede ajuda à Viúva, mas atrás dele está um grupo bastante heterogêneo: O supervilão Grifo, a heroína russa Estrela Negra (em sua primeira aparição!) e o vilão comuna Homem de Titânio, todos sob a liderança de uma figura misteriosa que parece ter relações com o outro mentor da Viúva, o agente russo Ivan Petrovitch.

Ele não parece ser um líder muito esperto, já que sua primeira ideia é libertar o fracassado Rampage da prisão para ajudá-lo em seus esquemas. Sério mesmo que é ESSE tipo de ajuda que você quer, camarada?

Também aparece uma misteriosa garotinha que pede ajuda aos Campeões – e é prontamente esquecida por TODO MUNDO (até os autores…). Ela reapareceria no número 12, que está no segundo volume da série.

Enfim, o título pelo visto estava indo tão mal nas vendas quanto criativamente. Toda a equipe foi trocada na edição seguinte, com Bill Mantlo assumindo o argumento (cargo que manteria até o final da série), o jovem desenhista Bob Hall nos desenhos (no lugar dos desenhistas velhos e cansados que cuidavam da série até então – uma GRANDE melhoria!) e o arte-finalista Bruce Patterson. Nenhum dos três é grande coisa, mas são bem melhores que os anteriores!

item7449.1A trama começa mais movimentada. Rampage vai até os Campeões para avisá-los que os comunas capturaram Bruskin e a Viúva e querem que Ivan vá encontrar-se com eles. Para mostrar que falam sério, eles detonam uma bomba implantada no uniforme de Rampage (VIVA!!!!), que, mais uma vez, sobrevive mas fica todo arrebentado e não pode ajudar a equipe a localizar os vilões. Outra consequência positiva da explosão é que ela destrói o horrendo uniforme do Anjo, que então é obrigado a voltar a seu muito superior uniforme antigo, criado por Neal Adams (embora com a parte azul substituída por vermelho, o que não fica tão bom quanto a versão de Adams, mas é uma GRANDE melhoria em comparação com o anterior).

O time se divide: O Motoqueiro leva Rampage para o hospital (devia ter deixado o cara agonizando na sarjeta, ninguém sentiria falta!), o Homem de Gelo ajuda Ivan a procurar a Viúva e Hércules e Anjo vão para… O evento de lançamento do grupo! Sim, porque os Campeões são a primeira equipe de super-heróis a ter… Um marketeiro! Era só o que faltava!

Enquanto isso, o misterioso líder dos comunas se revela como o filho de Ivan Petrovitch, Yuri Petrovitch. Mas esperem! “Petrovitch” não é um nome de família, é um patronímico (procurem no dicionário) que significa “filho de Pedro”. Ou seja, Yuri deveria se chamar Yuri Ivanovitch alguma coisa, não Yuri Petrovitch! Malditos americanos que não fazem pesquisa antes de escrever…

The Champions # 9Yuri assumiu a identidade (e armadura) do Dínamo Escarlate anterior, Alex Nevsky (que era um personagem MUITO mais interessante cujo desaparecimento nunca foi bem explicado…) e lidera sua equipe em um ataque ao evento de lançamento dos Campeões, que é quando termina esta edição e começa a seguinte.

A edição começa com Hércules e Anjo sendo surrados pelo Esquadrão Comuna (não, a equipe de Yuri não tem nome oficial, então eu improviso). Porém, o Motoqueiro Fantasma chega a tempo de salvá-los! Salvá-los? Não, ele entra na roda e apanha também. Os vermelhos então recolhem a equipe e levam de volta a seu QG.

Nesse meio tempo, Ivan e o Homem de Gelo chegam no referido QG, a tempo de encontrar com o Esquadrão Comuna voltando depois de derrotar seus amigos. O Homem de Gelo é rapidamente surrado, mas Ivan consegue aproveitar para invadir o local.

Enquanto isso, a integrante mais competente da equipe até o momento, a Viúva Negra, consegue derrotar sua carcereira Estrela Negra e fugir. A tempo de dar de cara com Ivan e o Esquadrão Comuna, com seus amigos derrotados a tiracolo. O Dínamo Escarlate aproveita o momento para revelar sua identidade (que todo mundo que leu o número anterior já conhecia) a seu pai e acabar a edição aí, com os Campeões à mercê de seus oponentes (OUTRO acontecimento tristemente comum…). Bob Layton arte-finalizou a edição, ajudando um pouco a arte ainda inconsistente de Hall.

detailO número 10 da revista traz a última parte dessa trama francamente arrastada. Nessa o arte-finalista Frank Giacoia chega para arrasar de vez com a arte do pobre Bob Hall. Não resta pedra sobre pedra!

Com ajuda dos vastos poderes de Estrela Negra, Yuri prende o lado masculino da equipe na armadilha mortal mais absurda jamais criada: Uma caixa de aço inserida no centro da Falha de San Andreas, de tal forma que qualquer tentativa dos Campeões escaparem de sua prisão provocará A DESTRUIÇÃO DA CALIFÓRNIA POR TERREMOTOS!!!

Obviamente o impacto causado por uma pessoa na falha, mesmo essa pessoa sendo o superpoderoso semideus Hércules, não provocaria nenhum efeito, já que terremotos são causados por colisões de placas tectônicas continentais que geram uma energia muito superior a VÁRIAS explosões atômicas simultâneas e Os Campeões poderiam escapar de sua armadilha usando até bombas nucleares sem provocar o mínimo efeito na falha, mas não vamos destruir as ilusões de Mantlo.

Enfim, enquanto isso a parte russa da equipe continua prisioneira de Yuri, que os leva para um submarino russo. Ele conta sua origem, que francamente não interessa a ninguém, aos prisioneiros, que lhe explicam que é tudo uma mentira. Ele não acredita. Ficaria tudo por isso mesmo se a Força Aérea Americana não tivesse atacado a nave em que eles estão (se têm uma nave, para que o submarino?). Yuri manda o Homem de Titânio destruir os caças americanos, coisa que o comunopata (psicopata comunista) faz com prazer. A impiedade de Yuri finalmente atinge os limites de Estrela Negra, que liberta os prisioneiros (inclusive os que estavam na falha) e muda de lado. No combate que se segue, Bruskin, que até agora não tinha feito NADA na história (imagino que Isabella tinha planos para ele), se sacrifica para destruir o submarino. Yuri foge (se ele podia fazer isso só com a armadura de Dínamo Escarlate, PARA QUE o submarino afinal?!?) e nunca mais tem uma aparição significativa, enquanto o resto do Esquadrão Comuna é capturado e Estrela Negra se junta aos Campeões. Finalmente uma personagem interessante no grupo!

champ11Na edição seguinte, número 11, finalmente chega o único motivo para alguém ler essa série hoje em dia: John Byrne!

Não que o artista tenha um início muito auspicioso. O John Byrne de 1976 ainda era um desenhista de pouca experiência. Para compensar, o mais experiente Bob Layton é colocado na arte-final. O resultado não é ruim, mas o lápis de Byrne e o nanquim de Layton não combinam muito. As edições seguintes, com outros arte-finalistas, seriam melhores.

Em termos de narrativa e composição de página, no entanto, a série passa da água para o vinho!

Em termos de história, bem…

A edição começa com o jato dos Campeões entrando em pane. Aparentemente o projeto (que não dizem de quem é, será do Stark? Certamente não é de ninguém dessa equipe!) é bom, mas ele foi construído com materiais ordinários pelo empreiteiro. Isso voltaria a acontecer na série MUITAS vezes!

O herói Bill Foster, o Golias Negro, que tinha acabado de ter sua série própria cancelada, salva a equipe de uma morte humilhante e os ajuda a diagnosticar o problema do jato. Mal isso acontece, a equipe é chamada pelo Motoqueiro Fantasma, que estava no Arizona, onde se encontrou com a dupla Gavião Arqueiro e Defensor Mascarado (Two-Gun Kid, um cowboy que tinha viajado no tempo para o presente com os Vingadores e estava andando pelos EUA com o Gavião – não, eles não são gays!), bem a tempo de serem atacados por um grupo de alienígenas, os soldados de Warlord Kaa, a Sombra Viva, um dos antigos monstros da Marvel dos anos 50.

Os monstros da Marvel dos anos 50 eram os vilões das HQs que Stan Lee, Jack Kirby e cia. produziam a metro nos anos 50. Normalmente eram criaturas alienígenas ultrapoderosas com fraquezas estúpidas, que as faziam ser derrotadas por humanos comuns com um mínimo de massa cinzenta.

champions11p05

Kaa não foge à regra. Ele e seu pessoal podem “entrar” nas sombras das pessoas, dominando suas mentes, mas são expulsos se as sombras em questão forem anuladas. Um holofote acaba com essa turma! Diabos, um TETO acaba com essa turma porque neutraliza as sombras individuais! Nem preciso dizer que são facilmente derrotados…

Mas o perigo não terminou! Bill Foster entra em contato dizendo que a Misteriosa Garotinha (lembram dela?) apareceu com um pacote misterioso que tinha sido roubado do laboratório de Foster durante sua curta série (Billl Mantlo desesperadamente tentando amarrar todas as pontas soltas que tinha à mão…) e estava sendo perseguida pelo terrível METALÓIDE!

Sim, o Metalóide. Um dos vilões mais patéticos da Marvel. Ele é o PODEROSO vilão que o Golias precisa da ajuda dos Campeões para deter! Já sei por que a sua série foi cancelada, meu caro…

Mas isso será apenas no próximo volume!

Comente

Parte anterior dessa matéria, aqui!

S_Final

Anúncios

29 comentários sobre “OS CAMPEÕES – A Revanche!!! Parte 2

  1. Gostei muito do texto!Como eu disse,eu adorava Os Campeões!Não me pergunte porque,eu só adorava aquela confusa equipe!Ah,as Indústrias Stark não fizeram os jatos do grupo…tô fora dessa…

    Curtir

  2. Hehehe
    Tem que dar um prêmio pra vocês por conseguirem ler a série e resenhar pre gente aqui, sério 😀 Eu tentei ler a um tempo atrás e achei muito tosca hehehe
    Mas as matérias estão bem legais 😀
    Abs

    Curtir

  3. Bouça vou falar de novo, não tenho muita paciencia não. Sou TDAH e dislexico, ler algo assim pra mim é a morte cara. Com todo respeito ao saudosismo de alguns mas tem coisas que foram feitas somente para poucos lerem. E esta é uma delas viu. E esta serie tem hora que so consegue pensar e agradar pela forma que vc coloca no seu texto, no mais, para muitos deveria continua esquecida.

    Curtir

  4. Eu reintero o que falei na comunidade do facebook quando divulguei o link dessa matéria: é muita “tosqueira”, a gente ama falar mau, mas amamos Os Campeões. Eu particularmente amo porque são meus queridos personagens Marvel, amo porque tem roteiros do meu saudoso Bill Mantlo (que tanto me alegrou a vida com a revista do Rom & a fase do Hulk…), amo porque em algum momento teve o John Byrne na arte, amo porque acho as capas muito legais (inclusive muitas são clássicas hoje em dia),modéstia a parte, apesar de histórias duvidosas nos anos 70, a Marvel por outro lado produziu capas maravilhosas. E acima de tudo amo porque são quadrinhos, não que ame qualquer quadrinho, mas ser HQ/BD é motivo sim para eu pensar em amar, exemplo disso é como buscamos aqui no Santuário lidar com os artistas e suas obras da Nona Arte, mesmo brincando, nunca desrespeitando. Sempre com amor.

    Parabéns pelo texto, Bouça. Me divirto muito com ele e não li apenas uma vez.

    Curtir

  5. Ver a arte do John Byrne ali, começando, é tão legal! Eu não li nada dessa equipe, tinha referências sobre o grupo em outras histórias mais recentes que essa época, como por exemplo em histórias dos X-men da década de 90, onde a estrela Negra apareceu, quando a equipe azul, foi com o Xavier para a Rússia ajudar um mutante cientista (ou humano alterado, não lembro), amigo do Professor, rolava até o conflito de terem que sacrificar a Illyana para poder salvar a cidade… Acho que era o Jim Lee desenhando. Mas então, foi ali que conheci a Estrela Negra e saquei que tinha uma tensão dela com o Bobbye (Homem de Gelo).

    Depois vi a personagem na Corporação X do Morrison, mas ela só apareceu para morrer, ridículo…

    Curtir

    1. Ela ressuscitou recentemente nos EUA, Bianca, em história não publicada por aqui. Trata-se de um especial da Guarda Invernal lançado em 2010: “Darkstar and Winter Guard”. E ela aparecerá na edição desse mês de Homem-Aranha da Panini.

      Curtir

  6. Esse é um time que vale por dois… Duas russas gostosas (que nem eu, mas eu sou de Irajá), dois mutantes inúteis, dois esquentadinhos ( Hércules e MF), um negão que vale por dois e tem duas razões para se ler hoje em dia, saudosismo e John Byrne!!!!

    Eu sou Kátia Flávia
    e pelo rádio da polícia eu mando o meu recado…

    Curtir

  7. É um time em que a Viúve Negra é a mais eficiente… Mas com carinho a gente tenta entender cada um… O Homem de Gelo faz rampas de gelo, a Viúva cumpre a cota de gostosas, o Motoqueiro fantasma joga fogo…. O Hércules mete porrada e o Anjo? Voa, voa, voa por aí… Ainda bem que a Estrela Negra entra… Ela vai ser o “Deus ex machina” da equipe daqui por diante. Acho que rola um “affair” entre ela e o Homem de Gelo, não???

    Curtir

  8. Eu falei que melhorava…tá certo que ainda não foi os 100%. Mas já chegou nos 70. Campeões é bacanq. Muito melhor que vários mainstream que enfiam hoje goela abaixo.

    Curtir

  9. EDITORIAL SANTUÁRIO:

    Segunda – Os Campeões

    Terça – Novíssimos X-men #8

    Quarta – Quadrinhos

    Quinta – Aquaman #17

    Sexta – Resenha: Monstro do Pântano # 11

    Sábado – Umas Tirinhas da Pesada

    Domingo – O Quarto Mundo de Jack Kirby!
    p

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s