Cavaleiros Demoníacos #18 – Nossos vampiros não brilham na luz do sol!

PrimeiraImpressao_02

por Venerável Victor “macacos demônios são santos” Vaughan

Img-de-Capaetrigan18Décadas se passaram desde que os Cavaleiros se separaram de uma forma não muito amigável ao fim do último arco de suas histórias, ainda pelas mãos hábeis do roteirista inglês Paul Cornell.

ETRIGAN o demônio – criado por Jack Kirby

JAN130270
Capa de Bernard Chang

Agora um exército de vampiros ameaça dominar a ilha nação de Themyscira – a famosa ilha Paraíso – o que força Al Jabr reunir esse bando de guerreiros novamente. Assim que as cortinas se abrem na primeira parte desse novo arco, trinta anos após o fim da história anterior, agora pelas mãos hábeis de Robert Venditti, a Cavaleira, Sir Ystin e Exoristos libertam Jason Blood das garras de Vandal Savage. Jason está impossibilitado de conjurar o demônio Etrigan, então o grupo busca a ajuda de Madame Xanadu.

A gangue está novamente reunida, com todas suas desconfianças e conflitos que aprendemos a amar, como nas boas encarnações dos Defensores (da Marvel comics), os Cavaleiros não se toleram, mas precisam reaprender a trabalhar juntos para derrotarem um inimigo impossível.

venditti&chang
Robert Venditti & Bernard Chang

Um dos personagens mais carismáticos – todos são na verdade – aqui é a Madame Xanadu, muita cumplicidade e carinho é visto entre ela e Jason Blood, mas a situação ainda é completamente ambígua, já que não é claro se ela realmente o ama ou o está apenas manipulando para ter controle sobre o poder do Demônio. Existe um intrigante mistério entre esses três para ser trabalhado no futuro.

Por falar nisso, a relação entre Etrigan e Blood chegou a um novo patamar. A dinâmica de poder entre eles muda quando o demônio se acha a mercê do fraco humano. É claro que isso não trás nenhum benefício para nenhum dos dois, mas vai levar algum tempo para que o nervoso e destemperado Blood descubra e se arrependa disso.

cavaleirosdemoniacosgrupo

Jason Blood também é um enigma a parte, claro que existe um propósito nisso. Ele tem centenas de anos, durante os quais muitas vezes suportou torturas na Terra e literalmente os tormentos do Inferno, mas é difícil dizer se ele é de fato um veterano endurecido ou apenas um adolescente petulante. Existe uma razão para isso, afinal a sua escolha como “carcereiro” de Etrigan por Merlin de forma alguma foi aleatória. Por um lado o feiticeiro achou que essa experiência amansaria sua alma rebelde, mas séculos se passaram desde esse fato e Blood continua uma personalidade difícil.

A crítica negativa a essa edição fica por conta de como o exército de vampiros foi subestimado. Nas edições anteriores eles foram apresentados como uma força impossível de ser derrotada e se nada Fosse feito o mundo como nós o conhecemos seria destruído em pouco tempo. Mas esse mês eles são retratados como um bando de idiotas. Sim, os Cavaleiros apenas lutaram contra uma parcela ínfima de vampiros, não sua armada inteira, mas apesar dos talentos de cada herói, eles eram apenas cinco e esses inimigos não passaram a ideia de um desafio visceral.

Demon-Knights-018-(2013)-(Digital)-(Nahga-Empire)-06

Se formos racionalizar o perigo imediato a esse grupo, ele é até maior do que perecer nas dentadas de vampiros meia boca deixados para trás, afinal com personagens obscuros como esses, tudo pode acontecer. No entanto uma coisa é certa, a grande maioria deles sobrevive até hoje em dia, como Xanadu, Etrigan, Savage, Cavaleiro Andante… Então as ameaças devem pelo menos assustar os leitores, para que eles acreditem que realmente essa “enrascada” vai dar algum trabalho.

A arte de Bernard Chang já conquistou muita gente, mas algumas vezes, desde o início de seu trabalho na revista até agora, não deixou de em alguns quadros mostrar rostos estranhos e erros na proporção de personagens. Seu estilo lembra muito o de Steve Dillon da Marvel, com suas linhas fortes, mas muito mais elaborado.

Demon-Knights-018-(2013)-(Digital)-(Nahga-Empire)-15

Cavaleiros Demoníacos está indo bem. Não tão bem quanto costumava ser, mas ainda pode nos provar ao contrário. Essa revista é uma bela história de fantasia com os mais variados, diferentes e interessantes personagens da DC comics e continua sendo uma das favoritas publicações da editora.

Demon-Knights-018-(2013)-(Digital)-(Nahga-Empire)-14

MERCENARY CRUSADE – Episódio III – Capítulo 21, aqui!!!

Lembra da série da globo aqui no Brasil, CURTO CIRCUITO? Veja meu texto aqui !!!

S_Final

03-walkingdead

Anúncios

39 comentários sobre “Cavaleiros Demoníacos #18 – Nossos vampiros não brilham na luz do sol!

  1. Esse demônio é um boboca… Ta sozinho com quatro gatas maravilhosas… Tá é mais macha do que eu (mas gostosuda), outra se veste homem…. E outra é paralítica, mas ORRA!!! São lindas as quatro e só me pega uma???

    Falando sério agora, essa revista é um barato, mas ainda tem que pegar um ritmo e nem acho que é porque o Cornell saiu, é porque tem mesmo, as coisas demoram muito para acontecer.

    Curtir

    1. hahahaha
      esses personagens machos dos quadrinhos…
      Mulheres “pegadoras” são chamadas de putas (Emma Frost, Estelar…) …. mas os homens…
      tsc
      oh, como nós mulheres sofremos rsrsr

      Curtir

  2. Fiquei muito preocupado com a saída de Paul Cornell do título, mas logo vi que nem sempre uma troca de equipe criativa brusca pode ser ruim para o título… bom, apenas em 90% das vezes, mas é bom saber que Etrigan e seus associados estão dentro desse grupo dos 10%. Essa ainda é aquela revista que eu gosto de ler… e quanto a essa edição, só lamento que o roteiista tenha perdido a oportunidade de usar o vampiro Andrew Bennet e fazer uma espécie de crossover com o título “I, Vampire”… a não ser que Andrew não seja tão velho assim, então esqueçam… rsrs

    Grande texto, Victor!

    Curtir

  3. Estou atrasada com esta série. Preciso me atualizar…
    A DC tem personagens místicos muito bons. Etrigan e Blood estão entre os melhores…

    Curtir

  4. Obrigado mais uma vez amigo por nos agraciar com essa linda resenha, os cavaleiros estão indo muito bem, umas das melhores publicações da dc nos ultimos tempos, personagens ótimos com seu idais e conflitos muito bem elaborados, que continue assim, sem falar na arte que está perfeita…

    Curtir

  5. E agora o Bonde dos Vampiros: Vem que vem que vem dentudo. Vem que vem que vem dentudo. Vem que vem que vem dentudo!!!!!!!! Ha ha ha ha!!!! Essa não podia passar em branco e mesmo não gostando de pancadão estou entregue a mc Etrigan e o Bonde dos Cavaleiros. Essa edição caiu um pouco sim, mas comparado a outros trabalhos meia boca por aí com pretensão de ser clássico, nem tem comparação. E Victor, vou falar com Durvalino na Bahia prá te ensinar a dança do vampiro: ÔOoo que terror!!!!!

    Curtir

  6. Cavaleiros Demoníacos é uma revista que espero de coração todo santo mês. Ela perdeu o Cornell, eu acompanhei, ela perdeu o maravilhoso desenhista anterior, eu acompanhei… Ela só não pode perder é o rumo. Conheço o trabalho do Robert Venditt da uma outra editora, menor, a Valiant e sou fã. Vamos cara, nos impressione! Essa foi sem dúvida mesmo a edição mais fraca, não ruim, fraca. Mas a resenha como sempre é forte! Falastes da edição sem entregar os detalhes da história! Abraço!!!

    Curtir

  7. Minhas lembranças mais fortes da DC quando era criança, fora os Superamigos, eram as histórias de terror, como Eu, o Vampiro. A pesar do esvaziamento da Vertigo, acho legal que o universo regular tenha voltado a ter um lado sombrio em destaque.

    Curtir

  8. Muito bom, a DC realmente esta indo muito bem nesse reboot, e Cavaleiros Demoníacos é um titulo que deixa qualquer leitor fascinado com aguá na boca, a história nos prende do inicio ao fim, e tanto a arte quanto o enredo estão fantásticas. Essa eh uma hq que ainda vai durar muito tempo, assim espero.
    Béla materia Victor.

    Curtir

  9. falar bem das resenhas do 3V é chover no molhado então aqui fica minha opinião humilde que essa equipe demoníaca deveria estar no lugar da liga da justiça dark, tanto o roteiro como a arte estão bem acima da liga do constantine ( que deveria ter ficado na vertigo ) !

    Curtir

  10. Li a edição e sinceramente ela não me agradou tanto quanto as outras edições, esperava bem mais da batalha contra os vampiros, e ando esperando uma morte para algum desses personagens, sim ando meio sangrento ultimamente rs.
    Gostei da M.Xanadu, e tem sido uma das melhores personagens dessa nova fase, depois claro do impagável Vandal Savage que sempre proporciona ótimos momentos em suas cenas.
    Espero que melhore, mas mesmo em suas falhas ainda é uma de minhas series favoritas, junto ao Esquadrão Suicida (sera que sou o único que gosta deles nessa terra?), Aquaman e M.Maravilha.
    Valeu pela resenha Victor, como sempre um ótimo trabalho.

    Curtir

  11. EDITORIAL SANTUÁRIO:

    Segunda – Os Campeões Parte 3

    Terça – Fabulosos X-men #3

    Quarta – Complexo de Chipanzé

    Quinta –
    Cavaleiros Demoníacos #18

    Sexta – Resenha: Homem Animal # 11

    Sábado – Umas Tirinhas da Pesada

    Domingo – O Quarto Mundo de Jack Kirby!
    p

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s