Novíssimos X-men #9 – “Entrevista com o símio”

PrimeiraImpressao_02

por Venerável Victor “Gigantopitecus foi um macaco imenso do passado” Vaughan

Img-de-CapaANX#9A primeira vista, Novíssimos X-men #9 é mais um passo no caminho certo. Essa edição começa com os “originais” e sua nova mentora, a professora Kitty Pryde em Times Square, descobrindo que o futuro é impressionante e Mark Zuckerberg ainda não o dominou por completo.

X-men – criados pelo fabuloso Jack Kirby e por Stan Lee, como falam.

Kitty chama a atenção mentalmente de Jean sobre o uso indiscriminado de sua telepatia e então, o caos acontece! Presenciamos uma batalha impressionante com os Sentinelas! Scott tenta manter o controle sobre sua equipe, mas tudo em vão. Pois cada integrante faz o que acha certo, com desastrosas consequências. Para sorte dos garotos, tudo aquilo não passava de um cenário da Sala de Perigo, deixando-os apenas machucados ao invés de mortos.

Brian Michael Bendis, Stuart Immonen & David Marquez
Brian Michael Bendis, Stuart Immonen & David Marquez

Enquanto isso, Mística e Dentes de Sabre fazem uma visitinha na Balça – a prisão de segurança máxima para super humanos – e resgatam uma antiga companheira, a Mestra Mental. E por fim, o Anjo do passado confronta o Fera do presente sobre qual seria sua real intenção ao trazê-los para o tempo atual.

Capa de Immonen, Von Grawbadger & Gracia
Capa de Immonen, Von Grawbadger & Gracia

O Fera contou que eles estavam no limiar de um genocídio mutante para esses jovens do passado, nada disso parece estar acontecendo aos olhos dos jovens. Hank McKoy o explica que na verdade isso é um fato: para impedir esse desastre anunciado e não para simplesmente assistir ele acontecer, esses jovens devem trazer Scott Summers a razão. E quem no fim da edição resolve visitar a mansão? Quem leu a edição desse mês de Fabulosos X-men, sabe!

Essa edição nove é provavelmente o capítulo com o enredo mais elaborado desde que esse título estreou e ela não podia ter sido feita em uma hora melhor. A série vinha com uma velocidade um pouco arrastada nos últimos tempos, apenas dando aos leitores visões e presságios de eventos futuros que poderiam acontecer. Isso contrastava com as primeiras nove edições da passagem de Brian Michael Bendis pela revista dos Novos Vingadores há oito anos atrás, quando dezenas de vilões escaparam de uma prisão de alta segurança, a mesma “Balsa”dessa edição.

Os Vingadores lutaram com os criminosos. O misterioso Sentinela apareceu. A equipe voou para a Terra Selvagem. Eles descobriram uma conspiração dentro da S.H.I.E.L.D. O passado do Sentinela foi revelado e o mundo por pouco não foi destruído pelo alter ego do mesmo supra poderoso Sentinela, o Vácuo – que só foi derrotado pelos poderes combinados dos Vingadores, Quarteto Fantástico e os X-men. E no fim os Illuminatti foram revelados.

All-New X-Men 009-014

Existe sim um benefício no entanto nesse ritmo mais lento. Os personagens têm a possibilidade de ter suas personalidades e ideias fortificadas ao invés de possuírem apenas uma ou outra fala em um roteiro mais dinâmico e repleto de batalhas.

Scott Summers se tornou mais distante e arredio após descobrir o que ele vai se tornar no futuro. A ruiva Jean Grey mostra sinais de descontrole de seus poderes e talvez de seu caráter. O Anjo está cada vez mais amedrontado e agressivo. O Fera se mostra mais inquisitivo e curioso e o Homem de Gelo ainda mantém aquele coração leve de sempre. Até quando?

E por fim Kitty está cada vez mais atarefada, mas fazendo o seu melhor para treinar esses jovens que são a nova “esperança” da raça mutante .É muito interessante ver os garotos a chamando de “Professora”, como se ela agora fosse a nova “Xavier”.

A conversa do Fera com Warren é interessante, podemos acompanhar a explicação do mutante novamente em forma símia sobre o dilema referente ao Ciclope e toda a reação do mundo às suas ações. Fora toda a tentação da jovem Jean Grey de usar seus poderes telepáticos de formas pouco morais, o que é fascinante e preocupante.

All-New X-Men 009-017

É claro que outra coisa maravilhosa sobre essa revista é a arte. David Marquez fez um trabalho fantástico nas últimas edições, mas é um prazer ter o retorno de Stuart Immonen. Toda a edição é linda, mas o painel duplo onde é mostrado a chegada dos Sentinelas no Times Square é simplesmente impressionante.

A batalha entre os robôs gigantes e os mutantes foi muito bem feita, assim como as cenas da invasão na Balsa. Se você sempre quis ver os Zumbis Marvel destruindo os agentes da S.H.I.E.L.D., esse é a edição que você deve ler.A únicas críticas negativas da edição são: a falta de atenção do arte finalista ou colorista sobre o uniforme da filha do Mestre Mental (não sabemos se ela está mudando seu visual através de suas ilusões ou se é um erro mesmo, não fica claro) e sobre a indecisão dos artistas sobre se as calças do Fera são curtas ou compridas, elas mudam a cada novo quadro. Moléculas instáveis talvez?

Mas acima de tudo, essa edição é muito boa. Apesar de uma batalha holográfica não ter a emoção de uma verdadeira, foi um prazer assisti-la. E apesar de que um gancho de última página não é a mesma coisa que um desenvolvimento de clima constante, ainda assim foi um passo na direção certa.

Apesar de termos tolenadas de diálogos, de forma alguma a edição foi cansativa, fora que cada discurso dos diferentes personagens é único e muito bem trabalhado. A motivação da Mística é fraca, temo dizer, mas é interessante vê-la reerguendo sua equipe de mercenários e terroristas da época da passagem de Mike Carey pelo título dos mutantes. É… Ultimamente as coisas estão muito boas para os X-men.

All-New X-Men 009-004

S_Final

Anúncios

48 comentários sobre “Novíssimos X-men #9 – “Entrevista com o símio”

  1. Bendis não é um roteirista que produz enredos que revelam suas intensões todas de uma vez, tudo com ele é bem lento, arcos demorados entre outras coisas e é nessa toada que ele segue em All new X-men,

    A edição é boa, bem trabalhada e com desenhos muito bons, nem todos os títulos da Marvel Now valem a pena acompanhar, mas All New X-men, Fabulosos, Thor e Hulk tem valido muito a pena ler.

    Curtir

  2. Meio arrastadinha sim, principalmente a parte da Mística, mas não deixou de continuar bem interessante. Gostei do clichêzinho da sala de perigo haha, e pirei nessa página dupla dos sentinelas!

    Curtir

  3. As histórias continuam muito boas,assim como os desenhos estão muito bonitos!Brian Bendis repete com os X-Men o ótimo trabalho que fez nos Vingadores!Mais uma matéria irada do Venerable man!Ah,não fale mau do papai Stan Lee,por favor…

    Curtir

  4. “X-men – criados pelo fabuloso Jack Kirby e por Stan Lee, como falam”

    🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂

    Curtir

  5. Achei legal essas homenagens que o Bendis costuma fazer ao entrar num título, relembrando antigos temas e formações de outros autores na franquia, aqui no caso, a Irmandade de Mutantes mais recente da Mística, do Mike Carey.

    Curtir

  6. Uma coisa sobre Bendis: ele sabe como terminar uma edição.
    Embora que, para quem viu Uncanny X-Men, essa imagem é repetitiva, é muito interessante vê-la através de um outra perspectiva.

    Nas ultimas oito edições, Bendis nos mostra a evolução de cada personagem, de forma separada. Foi uma ótima ideia que existisse agora uma visão voltada para a equipe como um todo, e como os problemas e suas experiencias vividas no presente estão influenciando o trabalho em equipe. Até mesmo Scott e Jean e mostram cada vez mais abalados e afastados. A liderança do Caolho está sendo posta em duvida. Enquanto Jean mostra que existem muitas dificuldades unidas a sua telepatia: sua relação com os outros (membros dos X-Men originais ou não).

    Sobre a arte, devo dizer que nao foi lá essas coisas nessa edição. Se compararmos a arte de Immonem no inicio da saga ate agora, podemos notar que nessa edição houve uma queda da qualidade (na minha humilde opinião). Isso nao impede de apreciar alguns dos painéis propostos pelo artista (como o citado por você)

    E isso ai VVV. Eu estou gostando muito de Bendis no comando. Ele consegue nos prender e nos afundar no universo dos mutantes. Em seus problemas e em suas vitórias….

    Curtir

    1. Jovem Lucas, também achei que de qualidade essa foi a edição mais fraca do Imonnen, não imagino o porque se ele teve um descanso de quase três edições para se organizar… Sabe, ta faltando agora se aprofundar um pouco no Homem de Gelo, vamos ficar ligados.

      Curtir

  7. Achei que essa edição foi a mais fraquinha até agora. Não desenvolveu muito bem, e apesar de ter aquela arte incrível de página dupla dos Sentinelas na Times Square (realmente impressionante), no argumento acho que ficou fraco.

    Não tô curtindo a história da Mística, acho essa ideia preguiçosa e tô um pouco decepcionado com o caminho que ele escolheu levar essa parte da história. A aparência da Lady Mastermind deixou a desejar também, parece coisa de Ultimate, moderninha demais (mesmo que seja ela projetando a imagem de si mesma).

    Enfim, eu diria que essa edição se resume em uma palavra: apelação. Apelou total em colocar os Marvel Zombies. Apelou na sensualidade exagerada e fora de contexto da Mastermind. Apelou muito com o “To me, my X-men” fora de hora ali no final.

    Aliás, me ofendeu um pouco esse final, já que o Scott dizendo “To me, my X-Men” no finzinho de Astonishing X-Men foi uma das coisas mais legais que eu li na história do grupo.

    Enfim, essa edição preferia passar. A única coisa boa foi a Jean Grey, tá bem interessante ver o desenvolvimento dela nessa situação, só que isso já vimos em edições passadas, foi só um repeteco. Que a próxima seja melhor!

    Curtir

  8. Immonen voltou. Mas ele já foi melhor. Vai ver pegou a mesma doença do Bendis: falta de criatividade. Prá é claro, inventar sua batalhazinha dentro da Sala de Perigo ( QUE INOVAÇÃO!!!!!!). E quanto a dubialidade da Jean, somente isso não traria a devoradora de mundos de volta pous faltou um fator que até agora eu nã vi : Força Fênix.

    Curtir

  9. Achei a edição arrastada, mas necessária. Desenvolvendo mais seus protagonistas e conflitos, e claro gerando muitas especulações 🙂
    Espero que a jovem senhorita Grey não pire, pois estou gostando da personagem, tanto quanto gostava dela nas primeiras edições que li dos x-mens.
    Mas já me preparo para a merda que vai ocorrer com essa ideia absurda do Fera do presente, que me soa como: vamos trazer o pessoal do passado para transforma-los para pior no presente, vide Jean, Ciclope e Anjo.
    E estou torcendo pela nova Irmandade da Mistica. E que Olhos Vendados assuma o manto da Sina, e como sonhar não é demais, que o Wolverine morra, e que a Tempestade volte a usar moicano, opa isso já aconteceu :).

    Curtir

  10. Cara, muito boa a edição, só para variar um pouquinho, essa recém dubialidade (será, recente) da Jean ” ninfetinha” Grey é espetacular e porque não dizer…Fabulosa!

    Curtir

  11. A preocupção do Fera é legítima, mas… interessante como ele aparenta se preocupar APENAS (e de forma egoísta) com a escola. O oásis para os mutantes. Ele só agirá se os sentinelas aparecerem na escola. Lembrou-me aquelas pessoas que vivem em suas mansões dentro de condomínios fechados, com muros altíssimos para evitarem que a ralé invada. Dane-se o mundo lá fora. Dane-se se elas são caçadas, presas, humilhadas, oprimidas. O importante é que dentro dos muros há um oásis.
    As ações de Summers vão de encontro às do Fera, pois o caolho não vive mais dentro deste oásis. Agora, ou ele fica sozinho, preso, ou junta-se àqueles que antes “não existiam”, ou seja, os ditos excluídos.
    E sempre que excluídos se revoltam contra a opressão, tornam-se, além de oprimidos, marcados como terroristas, vagabundos, bandidos etc.
    É fácil arrotar discurso de “paz e amor para todos”. Difícil é juntar-se às fileiras. Por essas é que “o melhor a fazer” para evitar o “possível genocídio” é não fazer nada e viver sua vidinha em sua mansão dentro de seu condomínio fechado.
    Nem….
    Vai Ciclope…. leve as cucos e mais uma dezena de estudantes consigo. Dentre os cinco originais…. talvez o Anjo resolva acompanhá-lo? Quem será???
    Curisosíssima.
    Valeu, Victor… sempre um prazer ler suas resenhas.
    Belo site.

    Curtir

  12. Seria interessante a Jean Grey destruir o planeta! pelo menos seria diferente!
    😀
    A sério Victor, eu não li, mas vou seguindo as guidelines para ir acompanhando minimamente os universo Marvel. Nunca se sabe, se começarem a sedimentar boas histórias talvez eu volte!
    😉

    Curtir

  13. Outrou otimo trabalho Venerável. Espero que com isso eles consigam conquistar o coração dos fãs novamente. Mas ainda continua achando estranho ver o fera esta mistura de gato com gorila. gostei do visual ai do dente de sabre ficou bacana. Andava pensando aqui, não sei, nao acompanhei, mas não seria algo impossivel de acontecer. Esse comportamento estranho da Jean poderia ser usado para uma nova aparição da entidade Fenix, quem sabe?

    Curtir

  14. Sério que vocês acharam os desenhos do Imonnen nessa edição essa coca-cola toda??? Eu não. Outra coisa que ia reclamar era da motivação besta da Mística para reorganizar a Irmandade dela, mas aí me lembrei que apesar da gente falar mau das histórias atuais, no passado era pior, as motivações que levavam um vilão a ser …Vilão, era ainda mais bestas… Boa resenha, Venerável.

    Make Mine Marvel!!!!

    Curtir

  15. EDITORIAL SANTUÁRIO :

    Segunda – Os Campeões Parte IV

    Terça – Novíssimos X-men #9

    Quarta – O Questão – Steve Ditko e o Objetivismo

    Quinta – Os personagens Marvel mais esquisitos

    Sexta –
    Liga da Justiça Dark # 11

    Sábado – Umas Tirinhas da Pesada!

    Domingo – O Quarto Mundo de Jack Kirby!
    o

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s