COWBOYS vs ALIENS

Banner-Materias

COWBOYS E QUÊ ??? – A triste história de uma piada que queria ser séria.
por Pablo Ramos

Cowboys-e-AliensNão se assustem, caros leitores, não é mesmo desta vez que o mundo vai acabar. Sabe a famosa cena faroeste em que o bandido manda alguém dançar dado tiros ao redor do pé do coitado? Pois bem, este filme é como se o bandido tivesse acertado todos os tiros… No próprio pé! Leia os spoilers sossegado, pois não vale à pena assistir mesmo.

Cowboys e Aliens. Originalmente criado por Scott Mitchell Rosenberg - filme dirigido por Jon Fraveau (Homem de Ferro)
Cowboys e Aliens. Originalmente criado por Scott Mitchell Rosenberg – filme dirigido por Jon Fraveau (Homem de Ferro)

01Cowboys & Aliens é o exemplo máximo de sátira levada a sério demais, e com esta super-bizarra-produção damos prosseguimento à nossa semana das invasões alienígenas com um pouco de humor. Não, não se trata de um filme de humor, eu digo isso porque a única coisa boa que se pode tirar dessa versão mal-passada do James Bond são umas boas gargalhadas. Isso mesmo, eu disse JAMES BOND! Parece surreal o que estou falando? Você ainda não leu nada…

Cowboys e Aliens é uma adaptação de HQ com o mesmo nome, assinada por Scott Mitchell Rosenberg. O original dos quadrinhos pretende muito se levar a sério, aborda o esdruxulo com um charme Tarantiniano.. Mas o filme cometeu o pecado mortal de tentar reproduzir a história com um clima sério. Dá pra levar a sério aliens invadindo o velho oeste? Até que dá, afinal algum crédito o faro do produtor executivo, (ninguém menos que) Steven Spielberg, o primeiro e único, tinha que ter. Mas não deu certo, definitivamente. Nem para a produção nem para os visitantes do espaço. É uma chuva torrencial de chavões, clichês, lugares-comuns e faltas de senso, do começo ao fim!

04Primeiro clichê: mocinho acorda sem memória (ainda vão me sacanear muito por dizer que isso é clichê, fique registrado para a posteridade). Quem viu o primeiro filme do personagem Jason Bourne, “A identidade Bourne”, vai lembrar de um bom exemplo em que acordar com amnésia pode dar um bom começo de filme. Assim como o espião definitivo dos tempos moderno, nosso mocinho – por acaso Daniel Craig, que viveu recentemente James Bond) está desorientado e senta o cacete em vários homens maus e armados, num lance automático de reflexos… “Oh, como eu pude fazer isso? Como será que me tornei assim tão casca-grossa?”). Detalhe: o loiro acorda sem memória e com uma pulseira enorme no braço, uma peça exuberante e brilhosa… O que será que você fez noite passada, cowboy ???

Depois da porrada inaugural, o herói vaga até a cidade mais próxima, aonde encontra outros clichês à sua espera: o sacerdote durão que o ajuda, o filho do fazendeiro que pratica bullying com toda a cidade porque o pai dele é rico e poderoso e até uma gostosa (e que gostosa, meu Deus! Reverenciem, senhores, Ana de la Reguera!) que vai ajudá-lo em sua jornada rumo a… a quê mesmo? Sabe-se lá!

Como o cowboy acordou “todo trabalhado no bracelete” e ainda por cima deu uma lição no filinho de papai, o bicho pega e o grande fazendeiro, que de bonzinho não tem nada, vem tirar satisfação. Quando pensamos que a história está ficando chata, ela começa a ficar realmente esdrúxula, pois é aí que aparecem os ETs!

06

Naves luminosas atacando uma cidade no deserto e abduzindo gente em meados do século XIX… não pensei que fosse viver pra ver isso. Mas ainda bem que vivi, porque bem ou mal ainda é melhor do que ter morrido mais cedo, certo?. Depois de abduzir várias pessoas da cidade no melhor estilo pescaria de festa junina (inclusive o filho pródigo do fazendeiro), os malvados invasores somem na noite deixando um abatido para trás.

No fim das contas é formada uma comitiva que sai para caçar o alienígena abatido, por sinal pelo bracelete destruidor do herói (sim, pasmem, era uma arma!). O bando de caçadores improvisados conta com herói amnésico, fazendeiro mau e seus capangas celerados, a gostosa misteriosa, uma criança, um cão e meia-dúzia de figurantes “bucha”. Rastreando aqui e ali acabam por encontrar o último clichê que faltava: índios honrados e bravos lutadores, cabreiros com o homem branco mas dispostos a ajudar.

02Nesse meio tempo o herói vai recuperando sua memória e descobre que era um bandidão implacável, que ao se apaixonar por uma mulher da vida acabou por largar seu bando. Aí entra a maior decepção da história: Daniel Craig não vai dar um “CREG” na gostosa misteriosa! Até porque ela morre. É isso mesmo, ela morre em batalha contra os aliens! Mas antes que alguns empolgadinhos digam “Tá vendo, isso não é clichê, a gostosa morrendo no meio do filme” eu digo apenas “A não ser que ela ressuscite em um ritual xamâ e se revele uma aliem também”. O que? Pensa que eu estou brincando? Pois é isso mesmo! Ela é uma aliem, provavelmente do planeta Gorgeous, não se sabe, que está na Terra para impedir que os invasores façam com este planeta o que fizeram com o dela, que é o que os cowboys querem fazer com ela.

Aí, neste ponto, é que a moça explica o que os invasores querem na Terra. Na minha opinião, o motivo mais xulo, torpe e sem criatividade para uma invasão aliem: OURO!

05HAHAHAHAHA !!!!! Os caras querem extrair OURO da terra, e usam as pessoas abduzidas para… para que mesmo? Não interessa, mesmo que houvesse uma boa explicação para as abduções, ela se perderia no mar de nonsense criado pela produção. Rapaz, estou gastando todo o meu repertório de esculhambações homéricas para definir esta obra-prima do fracasso cinematográfico, mas ainda falta muito pra chegar ao nível de ridículo devido a Cowboys e Aliens!

No lance final do filme vemos um bando de índios armados com arco e flecha, meia dúzia de cowboys, uma gostosa-alien-misteriosa (que não vai dar pro herói), uma criança e algumas bananas de dinamite contra… Contra uma nave estelar extrativista blinda, cheia de criaturas malvadas e sanguinolentas. Eca!

Sejamos justos: os efeitos especiais são ótimos, os aliens invasores são bem nojentos e tal, bom trabalho de computação gráfica… Mas PELAMORDEDEUS, NINGUÉM FAÇA ALGO ASSIM NOVAMENTE !!!

03Para completar o festival de clichês e baboseiras, depois de a alienígena mais curvilínea das galáxias se sacrificar para destruir a nave invasora e de TODAS as pessoas que tinham sido abduzidas recuperam sua memória, vemos que o filho (da P) do fazendeiro, além de não se lembrar de nada, não lembra que era o cão chupando manga. Uma espécie de lobotomia seletiva perpetrada pelo destino. O herói, que só conseguiu ganhar um beijo da (agora sim) falecida das estrelas, também parece redimido de todos os seus pecados após salvar a cidade e o mundo; e o fazendeiro, que no começo era visto torturando um de seus empregados, agora ostenta um olhar plácido de quem entendeu o sentido da vida e não pretende mais cometer os abusos de sempre.

Um final feliz para uma história triste de tão ruim.

Agora, pra não dizer que só tem coisa que não preste nesta matéria, vamos honrar a famosa REGRA TREZE do O Baile dos Enxutos. Com vocês, o melhor de “Cowboys e Aliens”, Ana de La Reguera, em duas versões: CINCO CONTRA UM  e A FREIRINHA!

reguera

S_Final

Fechamento-de-materias

Anúncios

50 comentários sobre “COWBOYS vs ALIENS

  1. “Rapaz, estou gastando todo o meu repertório de esculhambações homéricas para definir esta obra-prima do fracasso cinematográfico” HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA
    #MORRI

    Curtir

  2. Eu realmente tentei assistir esse filme, mas fui abduzido no meio… ou talvez eu dormido… ou talvez eu tenha me auto induzido ao coma… enfim, o filme é mesmo uma bomba nada genética… mas ainda bem que ele foi feito, pois assim pude me divertir e rir alto aqui com essa matéria espetaculosa… 😉

    Curtir

  3. Eu tinha plena esperança que esse filme daria uma excelente história de aventura.Fiquei na expectativa e tomei uma rasteira.Bem,fico feliz de não ter ido ao cinema ver,pois apenas vi pelo dvd e ainda assim me senti mal por ter visto algo que poderia ter sido muito bom.

    Curtir

  4. Até hoje não entendo tanta badalação em torno deste álbum de quadrinhos do Cowboy vs Aliens. A não ser que a história seja muito boa, já o folheei várias vezes e achei o desenho horrível, as cores péssimas e o texto pobre.

    Curtir

  5. Seu resumo me lembrou muito a minha sensação ao assistir o filme “Sinais” com o Mel Gibson.
    O filme é até bom……….Até aparecerem os ETs !!!!! Ai acaba totalmente com o filme…. :p
    Não entendo essa fixação mórbida dos americanos por zumbis e ets, sinceramente !!!
    Acho que nem Freud conseguiria explicar isso!!! rsrsrs

    Curtir

  6. ainda bem, que eu só assisti esse filme, quando passou lá na tv, cara o filme é muito ruim, só valeu mesmo, por causa daquela cena rápida da gostosa sem roupa, tirando isso, pode jogar fora todo o filme! valeu meu camarada

    Curtir

  7. Num passado não muito distante…reuniamos eu e alguns amigos por pura falta do que fazer, para assistirmos filmes toscos, apenas com o objetivo de rir das interpretações horriveis e principalmente dos efeitos horrendos e claro, roteiros e cinco minutos e as sucessões de clichês pavorosos que os acompanham. (vide Perolas como House th Dead de Uwe Boll)
    De uns tempos para cá hollywood também tem investir milhões nesse mesmo tipo de filme. Não voou citar nomes por que alguns são de preferencia de muitos , não queroi ser imolado no fogo da furia de tais cidadãos :v
    O Referido filme a bem humorada resenha do nosso amigo Pablo aqui eu não consegui assistir, primeiro por não ia querer gastar uns trocados, nem mesmo baixar na web. Alguns amigos também já tinham me desestimulado de tal intento falando que a coisa era ruim, mas a coisas que não conseguimos escapar e um dia ao chegar na casa da minha irmã meu sobrinho estava assistindo e vi boa parte do ‘negocio’ e constatei o quanto e ruim. Pior que hoje já tenho trauma esse tipo de filme!

    Curtir

    1. Se vc não se comportar direitinho, então, comentando as matérias do Santuário e indicando pros amigos, Eliel, nós promoveremos uma sessão de tortura à lá “Laranja Mecânica” te forçando a assistir Cowboys e Aliens!

      Curtir

  8. A primeira vez que fiquei sabendo que esse filme seria produzido, pensei “é tão bizarro, que deve dar um filme bem legal e divertido”
    Aí, o filme estreou, e o trailer me fez desistir de ir ao cinema. Aí, li umas reportagens, e desisti de baixar pra ver. Agora, taí o tiro de misericórdia (no pé).
    Nunca verei MESMO.
    Custava fazer um filme “pythonesco” como a premissa bizarra aponta?

    Curtir

  9. Eu nunca consegui ver esse filme, mas pela matéria percebi que estava certa,

    Não que a época seja inconcebível, até por que os Ets podem ter vindo pra cá a muito mais tempo, mas meu, só pelo trailer já me deu dores de estomago XD

    ótima matéria.

    Curtir

    1. Verdade, Bruxinha! O lance da época e ambientação nunca foi o problema, pois justamente existem relatos históricos de desbravadores do Velho Oeste e notícias em jornais do século XIX que contam de avistamentos de estranhos objetos luminosos e barulhentos nos céus dos Estados Unidos nessas regiões…

      Curtir

  10. Macaco

    Eu acho que tenho duas explicaões para o por quê dos aliens desse filme capturarem humanos, já que realmente a princípio não faz o menor sentido, dado suas verdadeiras intenções.

    1 – Da mesma forma que hoje em dia, as grandes empresas poluidoras da nossa civilização se preocupam com o marketing ecológico, no caso, se em certa região precisam devastar um determinado recurso natural, logo em seguida plantam centenas de mudas de árvores ou limpam o manancial de outra região, visando compensar os danos e a imagem negativa que sua atividade causa. Esses aliens, ao vir à Terra para explorar nossas reservas de ouro, buscam através da “lobotomia surpresa” de indivíduos de nossas comunidades residentes nas áreas exploradas, promover um avanço moral muito mais rápido em nossa sociedade!!!

    2- Assim como nossos garimpeiros humanos, na antiga Serra Pelada, ou em inúmeras outras localidades, esses aliens ficam grandes períodos de tempo longe de suas famílias e esposas, isolados do contato humano e do calor que um “brioco” pode proporcionar para suas vidas cósmicas… Não tem cão? Caça com gato! O negócio é esse: Se alivia aí e depois apaga a memória desse povo cheio de confusão, que depois vai querer discutir relação e exigir que liguem no dia seguinte…Os humanos são terríveis! Não sabem separar necessidade fisiológica de afeto…

    o

    Curtir

  11. Robert Downey Jr. era doido para fazer esse filme!!! Por acaso foi ele um dos incentivadores (de peso no mercado) que mais pilhou Jon Fravreau para dirigir a adaptação da graffic novel (que por sinal é muito legal, ao contrário do resultado nas telas) em filme. Só não foi adiante porque teve que optar por esse filme e Sherlock Holmes… É, o cara fez a escolha certa…. Mas num universo ” What If” e se Downey Jr tivesse escolhido ao inves de “Sherlock Holmes a Gane of Shadows” por esse pipocão??? Teria sido um sucesso retumbante???????

    Curtir

  12. Cara, vou te falar o que salva nesse filme é esse mulher alienígena mesmo, putzgrila! Que ódio que me deu ao sair do cinema..Sim, eu paguei para ver essa droga!

    Curtir

  13. Assisti essa tosquera nas férias do ano passado (admito, não sei gastar o meu tempo direito). Algumas dei risada. ….e só.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s