Liga da Justiça Dark # 12 – O Doutor Oculto na Casa dos Segredos!

0009_primeira-impressao

casa dos segredosResenha de Liga da Justiça Dark # 12 de Jeff Lemire (história) e Mike Janin (Arte).

Por Rodrigo Garrit

Contém spoilers segredos e mistérios sobre a história. É sério, se não quer saber o futuro, não procure uma vidente e nem leia esse artigo!

ryan sook
A capa de Ryan Sook!

Todos estão em guerra pelos Livros da Magia. Inclusive esse é o nome do arco que se inicia nessa revista. Todo mágico sabe que a mão é mais rápida que os olhos, mas quando Constantine e seus associados são ludibriados bem debaixo de seus narizes mágicos, a questão fica bem mais séria do que truques baratos de salão com fumaça e espelhos.

Um traidor se revela entre o grupo, embora seus motivos sejam nobres, sua motivação é frívola. O Doutor Névoa quer os Livros da Magia para ressuscitar sua esposa. Não é preciso ser expert em magia para saber que isso não vai acabar bem. A não ser que alguém tenha uma Bateria Branca sobrando, o que definitivamente não é caso. Por falar em morte, o Desafiador retornou de um exílio às profundezas do abismo proporcionado por Félix Fausto, mas o caminho de volta o deixou morto de cansaço e com uma aparência ainda mais cadavérica (legal) do que de costume. (Eu sei, humor negro de péssima qualidade… por favor, continue lendo que eu prometo me comportar).

Após se recuperar do choque da traição, Constantine parece ter sido muito facilmente enganado ao ser levado a acreditar que os Livros estão em um pântano em Gotham, enquanto Zatanna segue um rastro mágico de Fausto e seus comparsas para sua pirâmide no Peru. O grupo se separa, e Constantine pilota a Casa dos Mistérios até seu destino. Sim, você leu direitinho, ele pilota a Casa até lá. É mágica. (Aparentemente, os moradores nem notaram, pelo menos não se queixaram de nada em suas desventuras publicadas na revista Vertigo da Panini).

JLDark012
Nem precisava dizer… com tantos morcegos, claro que só podia ser Gotham City…

Por falar em Vertigo, essa edição evoca alguns dos bons elementos clássicos do selo adulto, como a já citada Casa dos Mistérios, que além de ter revista própria era presença constante nas histórias de Sandman de Neil Gaiman, quando localizada no Sonhar e ocupada por Caim, irmão de Abel, proprietário da Casa dos Segredos (sobre a qual tenho um segredo para contar até o fim desse texto). E como cortesia, oferecerei também um mistério.

Ainda invocando a essência clássica da Vertigo, temos um rápido flashback onde Constantine narra à Orquidea Negra como matou o pai de Zatanna… indiretamente. Esse episódio foi mostrado no título do Monstro do Pântano quando escrito por Alan Moore nos anos 80, e essa história específica foi publicada no Brasil em agosto de 1990 na revista própria do Monstro em formatinho pela Editora Abril. Inicialmente, as histórias do pantanoso foram publicas por aqui de forma irregular nas revistas Novos Titãs, Superamigos, Superman, Batman e Superpowers.  Depois ele ganhou sua revista que seguiu em formatinho até a citada edição 08, e depois disso passou a sair no então chamado “formato americano”, que atualmente é padrão para todas as publicações. Com o passar dos anos várias outras editoras publicaram o título, mas o mercado brasileiro ainda carece de uma publicação regular desse material incrível. A Panini parece estar se movendo quanto a isso. Aguardemos. Mas voltando a referência usada por Lemire para a Liga Dark, na época alguns magos poderosos previram o despertar de um poderoso ser que ameaçava toda a existência. Unindo suas forças para tentar detê-lo, e sob o “comando” de Constantine, eles realizaram um ritual para contatar a criatura, com a participação de vários outros personagens importantes do universo sombrio da DC, como o Vingador Fantasma, Desafiador, Etrigan, Sargon (que também morre nessa história) e etc. O ritual em questão resultou na morte do mago Zatara, pai de nossa querida maga de fala invertida. Na verdade, era Zatanna que deveria ter morrido, mas ele invocou um feitiço dizendo: “Savert em mevel on ragul aled”. No texto original, antes de morrer queimado ele diz ainda: Constantine… se você não levar minha filha a salvo deste lugar, meu fantasma irá te assombrar por toda a eternidade… entendeu”? Esse trecho foi rememorado por Jeff Lemire em seu flashback e foi uma importante referência a uma das melhores e mais dramáticas histórias do monstro pantanoso que sem dúvida alguma foi a semente para a criação da Vertigo. Sempre é válido relembrar que Alan Moore criou o personagem John Constantine como coadjuvante do Monstro do Pântano

2qvgwnt

E por falar em Alan Moore, não posso deixar de comentar a aparição do mago BLACK BRIOR THORN – que é a cara do escritor inglês, cuspido e escarrado, não sei se por homenagem ou deboche, mas os diálogos que o bardo Jeff Lemire deu a ele me pareceram conter um subtexto muito pertinente ao histórico do mago escriba barbudo da vida real. Sinceramente, eu acredito que se foi mesmo sua intenção, o intuito foi homenagear o barbudão. Mesmo assim, isso me lembra uma citação do próprio Moore:

“Houve um tempo em que os bardos eram mais temidos do que os magos. Um mago poderia lhe amaldiçoar, é verdade, mas se um bardo fizesse uma sátira sobre a sua vida, poderia desacreditar você perante seus amigos, sua família e até você mesmo. E se fosse uma sátira brilhante, muitos anos após a sua morte, as pessoas ainda zombariam de você…”

nada parecido com alan moore
Clique para ampliar e veja por si mesmo se ele não lembra o Alan Moore!

Outro forte elemento clássico da linha adulta é a participação do jovem Tim Hunter, criado por Neil Gaiman para a série “Os Livros da Magia”, que aparentemente são os objetos de cobiça de todos os magos dessa história. É curioso notar como Tim está bem diferente de seu sócia, aquele-que-não-deve-ser-nomeado… ou seja, Harry Potter! (Droga! Nomeei)! Timothy tenta viver uma vida normal e desistiu de toda a magia, inclusive conjurando um poderoso feitiço capaz de extrair toda a essência mágica dele, colocando-o de igual para igual com qualquer outro garoto do mundo dos trouxas mundo real.  Eu sei que você deve estar se perguntando… como é possível desistir da magia se tudo o que somos é de algum ponto de vista, mágico? Como desistir de si mesmo quando tudo o que temos é a mágica da vida? Eu compartilho dessas questões com vocês, consternados leitores… mas certamente essas são perguntas com as quais Harry Tim aparentemente não se importa…  enfim, vamos apenas nos ater ao fato de que a revista da Liga Dark é uma opção surpreendentemente empolgante e acima da média entre um mar de títulos desinteressantes, que me fez engolir meus preconceitos e dar o braço a torcer sobre o quanto ela pode ser divertida. (E o preconceito não tem um gosto agradável, devo acrescentar). MAS NÃO SE ENGANEM: a linha Dark não é a Vertigo. São personagens vindos de uma realidade bem sucedida e inseridos em um universo que tem muito pouco ou quase nada em comum com seu estilo habitual. Ou seja, sua própria concepção por si só tinha tudo para dar errado. Mas por um capricho do destino, até o momento a mágica está funcionando.

um barbantinho e um cigarro
Um barbantinho e um cigarro… Constantine seria o Macgyver dos magos?

Essa edição (supostamente) já revela o verdadeiro paradeiro dos Livros da Magia… um local de poder primitivo, selvagem e puro, já conhecido pelos fãs das histórias sobrenaturais da DC. Mas vou deixar esse mistério no ar. E sim, eu sei que prometi contar um segredo sobre a Casa dos Segredos. Mas a verdade é que eu de fato meio que já contei, basta ler o título dessa matéria, sabendo que o citado personagem foi assassinado. Não que ele necessariamente vá ficar morto, claro… mas esse Mistério fica na casa ao lado.

Eu pressinto que você que ler a resenha anterior de Liga da Justiça Dark… então não tem mistério, clique AQUI!

Ávidos leitores sedentos por mais mágica… conheçam também o Pequeno Manual de Magia para Iniciantes do Santuário! Tendo em mente as sábias palavras de Rumpelstiltskin: “A magia sempre cobra um preço”.  Se quiser arriscar mesmo assim, clique AQUI!

277762_Papel-de-Parede-Livro-de-Magias_1280x720

S_Final

Eddie-Murphy

EDITORIAL SANTUÁRIO:

Segunda – Afinal, quem criou o Homem Aranha ???

Terça – Fabulosos X-men #6

Quarta – GODZILLA!!!

Quinta – As 10 ruivas mais maravilhosas dos Quadrinhos!

Sexta – Liga da Justiça Dark # 12

Sábado – Umas Tiras da Pesada!

Domingo – Doctor Who?

TARDIS

Anúncios

16 comentários sobre “Liga da Justiça Dark # 12 – O Doutor Oculto na Casa dos Segredos!

  1. Opa, vou ler não, acabei de ler a edição 11, então tem spoiler, creio. Tenho certeza que seu texto está muito bom, Rodrigo (afinal, nunca li nada que você escreveu que não o fosse!). E olha que eu recebia cartas kilométricas suas, muitas ainda guardadas (você era a alegria da BIC!). Olha, eu gostei da Liga Dark, que li porque comprei a revista pro Francinildo Sena do RN. Gosto dos personagens e curti a série livros de Magia com o personagem Tim -Harry-Hunter- Porter! KKKKK! Abração, velho, Deus continue te abençoando com seu talento para a escrita!

    Curtir

    1. Amigo, só de você lembrar dessa época mágica em que a gente trocava aquelas enormes cartas já ganhei meu dia! A internet não fazia tanta falta se pensar bem… toda época tem a sua história. Também curto bastante o Tim Hunter, ainda espero que algo decente dele seja publicado pela Panini… e muito obrigado meu caro, Deus te ilumine também e te mantenha esse amigo generoso e fiel de sempre! Abraços!!!

      Curtir

  2. Maravilhosa resenha!
    A arte é algo de babar… Mike Janin é PERFEITO.

    Como a revista pode ficar perfeita também? Deixa eu ver…

    TEMOS: A Casa dos Mistérios, a casa dos Segredos, Ephoc, Os Livros da Magia e Tim Hunter, Doutor Mist/Névoa (me remete as aventuras dos Guardiões Globais da fase Giffen DeMatteis na Liga Cômica), a fase de Moore à frente do Monstro do Pântano (e a morte de Zatara, que morre em todas as continuidades e mídias…tadinho do sósia do Mandrake), Desafiador mais cadavérico, Orquídea Negra (linda e a melhor versão até agora para mim), Frankenstain (foda!), Madame Xanadu (ainda a menos aproveitada nas suas habilidades, mas necessária), A.R.G.U.S. (a S.H.I.E.L.D. da DC), John Constantine (pasteurizado, mas tão interessante que mesmo assim aqui está maneiro), Félix Fausto (sua melhor versão até hoje), os três demônios e por fim: Jeff Lemire!

    Para ficar perfeito o título depois de tudo isso? Só trazendo o Etrigan (que vai ficar sem título) para cá, aí meu caro, o título vai ficar PERFEITO, PERFEITO, PERFEITOOO!
    Beijo para Laerte

    Curtir

    1. Meu amigo, Frankenstein, Etrigan e o vampiro Andrew Bennet (que já participou rapidamente da Liga Dark) deveriam se juntar ao grupo o quanto antes, assim como o Vingador Fantasma, cujo título solo é uma maldição do inferno. No caso do Bennet, eu gosto da revista dele, mas sei que não vai durar mesmo…

      Curtir

  3. E ainda vem gente dizendo que essa parte dos Novos 52 não tem nada do universo antigo……ledo engano!!!!! Olha aí um fato divisor de águas que foi mostrado há 20 anos atrás na revista do Monstro do Pântano inserido e considerado válido nesse universo “renovado”. Essa sacada com o BLACK BRIOR THORN eu tinha notado antes, mas como todo mundo por aqui pensa que eu sou chato demais porque só falo de coisas muito antigas e não gosto do Bendis, segurei a onda. Agora só uma dúvida ainda assombra meus pensamentos. O MisterIO ainda não apareceu nesse norvo universo????
    Tem coisas das quais não há meios de se escapar e uma delas foram as ótimas aventuras que fizeram nascer o Universo Vertigo.

    Curtir

    1. Ignorar conceitos criados por Alan Moore seria mesmo burrice, mas é preciso que não se viva apenas de passado… ele tem que servir de base para que novas ideias e novos conceitos tão bons quanto ou melhores surjam! Eu sei que o reboot da DC não alcançou esse objetivo, está muito longe, na verdade, mas acredito que um dia ainda veremos os quadrinhos sofrerem uma verdadeira revolução, proporcionada não por um reboot, nem por anos de cronologia amarrada e defendida por fãs intolerantes… mas por BOAS idéias para BOAS histórias!

      Abraços!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s