Novíssimos X-men #12 – People talk!!!

PrimeiraImpressao_02

por Venerável Victor “tratador de macacos novinhos” Vaughan

Img-de-Capaanx12Como você já deve saber, Novíssimos X-men é uma revista onde os personagens falam muito, muito mesmo. A maior parte dessa edição esse mês por acaso se passa  em um descampado, onde os X-men e os Vingadores fazem o quê? Falam muito uns com os outros.

X-men – criados por Jack Kirby e Stan Lee

Fin Fang Foom – criado pelo rei Jack Kirby e … tá, Stan Lee de novo.

Alguns gritos são proferidos, algumas pessoas se abraçam, a jovem Jean Grey se descontrola (esse é seu novo poder mutante agora) e no fim cada um segue o seu caminho. Isto está se tornando o “status quo” dessa série. Mas quando os diálogos são tão bons quanto esses e os personagens são tão bem retratados, que diabo! Que eles falem sem parar mesmo!

Brian Bendis, Stuart Immonen & Wade Von Grawbadger
Brian Bendis, Stuart Immonen & Wade Von Grawbadger

Viajar no tempo tem sido quase um fetiche e a maior ferramenta de desenvolvimento de roteiro para o escritor Brian Michael Bendis há algum tempo. Obviamente esse é o ponto central desse título desde o começo, mas à medida que a história tem avançado, a parte que se refere à viagem no tempo tem sido deixada de lado. Aliás, o Doutor Destino já sabe que tem gente usando sua plataforma temporal a torto e à direita? Ah sim… Agora o argumento é que essa tecnologia é do Reed Richards… Uhum…

Após algumas edições, é estranho que todo mundo parece indiferente ao fato de que esses “X-men adolescentes” estão passeando por aí pelo tempo que quiserem. Essa edição exemplifica mais um desses momentos, onde o Destrutor dá um abraço apertado e lindo no jovem Ciclope e o Capitão América diz: “Isso foi lindo”, realmente foi mesmo. Mas nada disso invalida o quanto tudo isso é surreal demais, mesmo para o histórico das aventuras dos mutantes.

All-New-X-Men_12_Panel

Stuart Immonem brilha bastante aqui mais uma vez, mesmo numa edição em que ele é obrigado a passar a maior parte do tempo desenhando pessoas berrando umas com as outras num descampado na propriedade de alguém. Mas esse mês Bendis oferece uma página estonteante para ele desenhar, mesmo sendo uma ilusão, ela ficou espetacular.

All-New-X-Men-012-013

Vamos dar crédito ao colorista Rain Bereto, que também é um dos responsáveis em fazer com que o confronto no descampado ganhasse ainda mais vida. Essa sequência acontece durante a noite e a forma como ela captura a luz dos dois jatos, das duas equipes, é simplesmente linda.

1369428848

Mesmo que você odeie essas revistas que o Bendis escreve “onde só se fala”, é muito difícil não dar crédito a todo o trabalho realizado por essa equipe maravilhosa.

Vamos conversar sobre os Spoilers?

O Capitão América é um idiota e arregimenta sua equipe para prender os X-men. O bandeiroso, tão experiente como é, realmente se deixou ser enganado pela Mística e as ilusões de seus mutantes “do mal”. Quer dizer que ninguém mais na Marvel já imitou heróis por aí para cometer crimes e culpá-los depois?

Por outro lado, Alex, o Destrutor, aparece com sua equipe de Vingadores e pela primeira vez age realmente como um irmão para o Ciclope – mesmo que seja o adolescente. O Capitão América não se controla e tenta agir como um idiota, mas é impedido por Thor e Wanda.

Falando na Wanda. A jovem Jean vê na mente da Feiticeira Escarlate os acontecimentos da saga: Dinastia M. Não dá pra dizer se foi de propósito ou por acidente. Afinal, pela forma como a ruiva tem sido interpretada por Bendis aqui, tranquilamente isso pode ter acontecido por qualquer uma dessas maneiras, já que ela agora é uma menina muito má desde que descobriu seus novos poderes telepáticos, mas ao mesmo tempo ela não tem tido grandes controles sobre eles. Você que for ler, ou já tiver lido, que tire suas conclusões.

O mais engraçado e irritante é a forma como os Vingadores se comportam no momento em que a ruiva é contida. Tá… Mais ou menos contida, afinal estamos falando aqui de duas mutantes nível ômega brigando.

All-New_X-Men_Vol_1_12_Textless
Capa de Stuart Immonen & Wade Von Grawbadger

Wanda fala que as coisas que fez – eliminar quase que por completo toda a espécie mutante – foram coisas que ela não fez consciente: “tudo isso é muito mais complicado do que você imagina”. E esse argumento foi totalmente defendido por seus colegas Vingadores, menos a Vampira, que de longe assistia e obviamente tem seu próprio ponto de vista sobre tudo isso.

Quando o jovem Ciclope fala o que todos os leitores queriam falar se estivessem ali, que a sua contra parte adulta, talvez tenha feito o que fez pela mesma razão. Destrutor o interrompe dizendo que Scott Summers usa isso apenas como desculpa para tentar ter uma consciência limpa e dormir a noite.

Acredito que é de conhecimento de todos, inclusive de quem não gosta do universo Marvel, que a Força Fênix pode “facilmente” enlouquecer quem quer que seja que ela use como hospedeiro. Quer dizer que “Não estar consciente de seus atos” é totalmente cabível para a Feiticeira Escarlate, mas não faz o menor sentido quando usada para defender o destemido líder,Scott Summers?

Fing Fang Foom, um dragàozinho muito gigante da Marvel que entre outros, foi inimigo do Homem de Ferro no passado.
Fing Fang Foom, um dragãozinho muito do gigante e mal humorado da Marvel que entre outros, foi inimigo do Homem de Ferro no passado.

Esse é um interessante conceito, só que já usado à exaustão. Por favor, alguém faça esse disco arranhado parar de tocar! Ninguém mais suporta uma revista em que se passa a maior parte do tempo falando mal do Ciclope, a Jean lendo a mente das pessoas sem permissão e tendo ataques de “pity” a cada dez páginas, o Capitão América querendo o tempo todo prender qualquer mutante que sair do “cabresto” (principalmente qualquer versão do Ciclope), as pessoas encontrando desculpas para a maluca da Wanda enquanto as mesmas não servem para os outros – poucos ali são realmente santos. Talvez só a Kitty Pryde e olhe lá.

Pelo menos os “Novíssimos X-men” perguntaram para o Wolverine e para a Kitty, porque a Feiticeira Escarlate foi perdoada e o Ciclope não tem esse direito. Mas é claro que eles deram uma resposta qualquer evasiva e Logan tratou de acabar com a conversa abruptamente…

AllNewXMen12

S_Final

 

Amanhã…

522029_479095168810254_1925771842_n

Anúncios

29 comentários sobre “Novíssimos X-men #12 – People talk!!!

  1. CICLOPE APENAS SE CANSOU!!!OS X-MEN SEMPRE FORAM SUBISTIMADOS PERANTE OS OUTROS GRUPOS DE HEROIS. PODEMOS VER ISSO NA SAGA GUERRAS SECRETAS ONDE OS X MEN PRATICAMENTE SAO EXCLUIDOS DOS HEROIS ABDUZIDOS.NUNCA ME ESQUEÇO DE UM COMENTARIO FEITO PELO COISA DO QUARTETO FANTASTICO QUANDO ELES TENTAVAM SALVAR A TERRA DO MISSEL EM QUE KITT PRYDE SE ENCONTRAVA PRESA:”E MAIS UMA VEZ CORRIGIMOS UMA MERDA PROVOCADA PELOS X-MEN”
    CICLOPE PASSOU POR TODA ESSA FALTA DE APOIO EM TERMOS DE UMA INTERAÇAO AMIGAVEL COM OS OUTROS TIMES…A DINASTIA M O MOSTROU QUE OS MUTANTES ESTAVAM SOZINHOS…COM O TEMPO ELE FOI PERCEBENDO QUE O SONHO DE XAVIER ERA UM TANTO DIFICIL DE SER UMA REALIDADE POIS ERAM MUTANTES E OS ACONTECIMENTOS VIVIDOS POR ELE CONFIRMAVAM QUE UMA CONVIVENCIA PACIFICA NUNCA SE ENCAIXAVA NA FORMA DE RELAÇAO QUE OUTROS HEROIS E HUMANOS CONRRESPONDIAM AO SEU POVO.A FORÇA FENIX EM RETORNO A TERRA FOI COMO UM “ACORDA” PARA SUMMERS..ELE VIU QUE OS X MEN TINHAM PODER E VALOR!!

    Curtir

  2. Acho que agora virou rotina que, em todas as revistas de All New X-Men, Jean Grey enlouqueça e acabe lançado ao ar qualquer um que estiver por perto. Sabe, pra mim esse argumento já virou falho e cansativo. E, mais uma vez, no final de mais um edição, a imagem de Scott Summers fica mais suja enquanto os Vingadores se mostram incríveis donos da razão e senhores da verdade indubitável.

    Embora Bendis seja um mestre naquilo que faz, ele deveria mudar um pouco esse hábito de abrilhantar os Vingadores, e deveria começar a proteger a imagem dos mutantes. Já se tornou fraco o argumento de que Scott é um vilão por ter assassinado Xavier, o santíssimo professor do mutantes, e que agora a única coisa que ele faça é pura maldade e que os X-Men do passado devem, a todo custo, impedi-lo. Além disso, já é a segunda vez que, em uma revista mutante, um grupo de vingadores apareça. Quantas vezes os X-Men apareceram na revista dos Vingadores??

    Além disso, como pode os X-Men do passado estarem passeando pelo mundo do presente e a realidade se mantém inalterada? Para mim, o tempo e espaço deveriam ter rachado e se fragmentado…..

    Mas é isso Venerável, meu parceiro. Resenha de altíssima qualidade, como sempre, expondo tanto os lados interessantes como aqueles que exigem alguma mudança. Parabéns, brother!!

    Curtir

  3. Edição legal, nada mais do que isso. Bendis está começando a enrolar e isso é complicado, pois ele tem a mania de passar edições falando da mesma coisa, e isso ele fazia bastante em Vingadores.

    Como o título tem sido bacana, espero que na proxima as coisas fiquem mais intensas e explosivas.

    Curtir

  4. Título em modo repetição e massa com feijão… mandem os rapazes para o passado outra vez páh!
    Ó bolas… agora não podem porque a adolescente Jean Grey ficou com os parafusos desapertados!
    Deixa-me cá ver qual vai ser a solução para este título…. hummmm REBOOT!
    😀

    Curtir

  5. Não sei se é intensão dos autores das histórias mutunas (All New X-Men, Uncanny X-Men, Cable and the X-Force e Uncanny Avengers), mas esta equipe de vingadores híbrida está se tornando insuportável. Caçadores de mutantes!!! Esse Capitão América está mais truculento que sua versão Ultimate. Um chato, milico que ataca antes e pergunta depois. Pra ter uma ideia, Wolverine está mais ponderado que ele.

    Por outro lado, as equipes do Ciclope e do Cable são as que mais lembram os bons tempos em que X-Men eram considerados terroristas (mesmo sendo heróis), viviam às escondidas e eram odiados e temidos. Essa escolinha dos tios Wolverine e Fera tornou-se xarope demais (vigiada e submetida às determinações dos Vingadores e SHIELD).

    Perceba que em todos os títulos que a equipe do Capitão aparece estão a caçar algum mutante. Especialmente se esse mutante tiver o sobrenome Summers. Enquanto isso, o panaca do Destrutor cumpre exatamente o papel que o Capitão América determinou para ele: fazer birra com o Ciclope e jogar na cara do caolho que o bandeiroso tem o seu irmão sob sua influência. Um fantoche (que nem se percebe como tal). Claro que a “liderança” do mutante que não gosta de ser chamado de mutante é pura invenção para somente provocar seu irmão mais famoso. Tanto que o Capitão América mostra as garras em todas as missões, deixando claro que Alex é só um bucha e “um Summers” (ou seja, sangue ruim).

    Francamente, Vampira não cola nesta equipe. Seu velho perfil de “terrorista”, rebelde, fodona não se encaixa nesta equipe bundona. Ela é uma X-Man e não uma milica caça-mutante!!!

    Outra que a meu ver tem nada a ver é a Vespa. Ela é muito gente fina para fazer o papel de agente do DOPS.

    E mais uma vez esta equipe caça-mutantes deixou claro que assunto mutante é responsabilidade DELES. Típico!! Uma equipe com ligações com o governo (a SHIELD os envia em missões. Lembra da Austrália?) que simplesmente proíbe uma minoria de se organizar e lutar pelos seus direitos. Aos que insistirem serão tratados como vilões, radicais, terroristas. Qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência. Deixe que aquela ONG boazinha cuida dos favelados, negros, indígenas etc… Mas ai desses grupos caso ousem se organizar contra os que os oprime (alguns inclusive sob alguma fachada de ong boazinha) ou apenas tentar andar com as próprias pernas (ter autonomia).

    Para mim, essa Uncanny Avengers está mais para UnKGB Avengers…. insuportável!!!
    Mas, como eu disse: pode ser essa a intensão dos autores. Afinal, desde que o Sr. Bendis detonou com a vida da Feiticeira Escarlate em 2005, ele (e outros autores) vem fazendo o mesmo desde então com outros personagens: Homem de Ferro, Demolidor, Ciclope e agora Capitão América e sua equipe fascista. Virou clichê ter algum herói sendo odiado. Já encheu o saco!

    Para finalizar: uma leitora questionou o Sr. Bendis (no tumblr) sobre este discurso hipócrita entre as ações de Wanda e Scott nesta edição. O careca respondeu dizendo que os fãs não devem pensar que a “coisa toda” já acabou. A trama ainda está acontecendo e deixou-se entender que na saga mutante que virá (Batalha do Átomo), Ciclope terá seu status quo redirecionado. Ao que parece, as ações do Fera terão consequências terríveis. A vinda dos X-Men do futuro serão por causa da presença dos originais no presente. Finalmente uma consequência da ação egoísta do “grande gênio” dos X-Men (e um dos maiores cérebros do UMarvel). Será que a Jean ninfeta vai começar a jogar pedra em avião ou um dos cinco irá morrer??? Afinal, Bendis AMA matar personagem. Parece ter orgasmos múltiplos quando faz isso (principalmente se for algum herói clássico. Hank Pym é o morto da vez).

    Enfim: o Fera será o odiado da vez na saga mutante???
    Mudar o disco não faria mal, faria???? Onde estão os vilões, só pra variar um pouquinho….

    Curtir

  6. Por mais que falem (talvez até com razão) sobre a qualidade dos roteiros estar deixando a desejar eu ainda curto esse lance temporal e achei muito atípico e interessante… não que fosse original, uma das melhores histórias dos X-Men de todos os tempos na minha opnião é Dias de um futuro esquecido, mas acho fantástico a forma como esse deslocamento temporal está sendo conduzido, quebrando aquelas regras de que “você não pode se encontrar com sua versão de outro tempo senão o universo inteiro vai explodir”… Como diria o Doctor Who, paradoxos temporais podem ser contornados… e eu gosto de autores que ousam, mesmo que nem sempre o resultado seja o surgimento de um novo clássico… ah, Fing Fang Foom é muito pitoresco… adoro… rrs

    Curtir

  7. Aos que falam que a Jean não tem moral para falar da Wanda tem que se levar em consideração que a menina não se tornou dark phoenix ainda. Acho coerente o “piti” dela, afinal o Bendis tá humanizando uma personagem que acaba de descobrir novo e poderoso poder, ela é muito suscetível ao erro, é frágil, portanto faz sentido.

    E quanto ao Ciclope, acho que o cara é radical (pra mim isso tem graça, mas pra mim isso também o faz um anti-herói, ou até um vilão!). Quando a força fenix o dominou, parecia que ele tava curtindo a experiência. E outra coisa, pelo que me lembre, a Jean conseguia batalhar a força fenix e tinha momentos de lucidez… agora isso não lembro no Scott (se bem que essa série foi tão ruim, mas tão ruim que eu não conseguia prestar tanta atenção).

    Curtir

    1. Interessante é Ciclope ser chamado de radical e vilão. Mas Wolverine, por exemplo, é “o herói, fessor das crianças, vingador e novo Xavier”.
      Faz-me rir…

      Argumento falho, assim como o que vem sendo utilizado pelos personagens. E Jean Grey em todas as vezes que foi fênix (verde ou vermelha) sempre gostou de seu poder. Leitor dos X-Men sabe disso. Ela era uma vilã, por causa disso? Imagina, tem até nome de escola e é cultuada como uma santa.
      Hank McCoy brinca de Kang e não é chamado de vilão ou radical. Ah, ele pode, é vingador.

      As atitudes do Summers na tal saga AvsX enquanto fênix foram culpa exclusivamente dos Vingadores: abelhudos, inconsequentes, precipitados. Culpados inclusive das BOAS AÇÕES das fênix no sentido de ajudar povos e países que voltaram a ser o que eram (não tem importância, o importante é prender mutunas).

      O Capitão América mostrado nesta história é o mesmo no início daquela saga idiota. Os mesmos argumentos, a mesma truculência e estupidez.

      Tudo, absolutamente tudo o que Summers disse sobre a fênix e aquela pentelha insuportável da Esperança era verdade. As atitudes dos vingadores sobre o assunto vão mudando no decorrer da saga, se apropriando descaradamente da teoria do Summers. Só faltaram se apropriar da tese de que a fênix iria SIM salvar os mutantes e NÃO destruir o planeta (tantas vezes visitado pelo pássaro de fogo). Opa, eles se apropriaram desta tese também. Punho de Ferro e Homem de Ferro o fez.
      Bastava apenas ‘treinar’ a insuportável. E depois de mais de uma década de treinamento intensivo com Cable e Ciclope, bastou o Homem-Aranha vir e dizer “meu tio Ben… blabla.. poder e responsabilidade” e PIMBA!! Ela estava pronta!! Patético!!

      Se Ciclope fosse um vingador ou um puxa-saco do Capitão América, pode crer que ele seria chamado de herói facim, facim. Afinal, como o grande herói bandeiroso mesmo disse: exterminar uma raça não tem importância diante de um bando de terroristas mutunas que devem ser presos (afinal, todos são culpados até que se prove o contrário!) Meh!!

      Curtir

      1. Faz-me rir mesmo! Me senti na 5ª série agora… (só não vale discutir qual é o x-men mais poderoso de todos os tempos!!!)

        Primeiro, nem me coloco na posição de fan de x-men. Eu fui! Tinha desistido de ler a tempos. Por um acaso comecei a ler a droga da saga Vingadores vs X-men, e a moral da marvel tava bem baixa cmg. Enfim, com a entrada do Bendis (inusitadamente um dos roteiristas daquela saga citada, certo?) to curtindo bastante oq tá acontecendo e quem sabe agora eu me torne um fan? No mínimo to ansioso pela revista seguinte. Como ainda não sou fan, espero que você permita a ousadia de escrever e me expressar aqui (mesmo que a gente não concorde e você seja fan e eu não) 😉
        okay, brigado.

        Pelo que lembre bem da saga da fênix ou sempre que a força fenix se apoderava da jean grey – havia uma dualidade intensa na personagem: ora era a ruiva malucona destruidora de estrelas, ora era a jean boazinha pedindo pra ser morta. Isso eu não vi acontecendo com os phoenix five.

        Quanto ao ciclope ser visto (pelos outros, nunca falei que por mim) como um vilão ou anti-herói, desculpa é a minha opinião, dá pra aceitar? E cara, o fato de ver o zoiudo assim eu acho legal, porra ele ta fazendo uma revolução no mundo e isso não é radical??? ele tá batendo de frente, pedindo briga, salvando mutantes e isso tudo contra a elite de uma sociedade (digo a maioria). É radical sim, ele não tá tomando uma iniciativa pacífica (Oi Gandhi!). Para voce entender melhor, que tal fazer uma analogia com nossos tempos atuais ein? Como se os mutantes fossem os homossexuais (a minoria que atualmente mais briga por respeito E MERECIDO) e estes tão brigando pelos seus direitos. é como vejo. é clichê. é quadrinho meu!!! E se ampara na realidade… que não é justa, e não se divide em pessoas boas e ruins… hipocrisia tem um monte e isso pra mim é evidente com os amiguinhos do tony stark (adoro o fato deles serem praticamente uns idiotas racistas).
        talvez seja importante eu reescrever minha opinião: o Scott é visto como vilão nao quer dizer que ele O SEJA.

        Deixa os outros terem suas opiniões e pontos de vista sem ter que usar argumentos dóceis do tipo: “leitor de x-men”. Acho bem bobo, principalmente por eu voltar a ser leitor de x-men só agora. Portanto minha querida, terei um ponto de vista diferente. E o argumento que você acha falho, do meu ponto de vista e interpretação faz sentido e é coerente. Usa a lógica, o Ciclope tá agindo o oposto que ele agia antes. Pra mim é um choque e pra mim é radical. E é legal pra caraaaaaaiiiii

        E faço as tuas palavras as minhas: todos são culpados até que se prove o contrário.

        Curtir

        1. Caríssimo

          Percebo que você não gosta de debater idéias. Perdoe-me, pois pensei o contrário. Afinal, gosto de discutir, argumentar, discordar, apresentar dados e pensei que você gostasse disso também. Claro que entre pessoas esclarecidas e experientes, no mundo dos debates e idéias contrárias, palavras nem sempre tem o tom adocicado. O importante é permanecer no campo das idéias. Sempre!! Por isso gosto do Santuário. Apenas pessoas adultas comentam aqui. Inclusive você!!!
          Mas….
          Paciência.

          Meus argumentos o fizeram se sentir como se votasse 5ª série? Sério? Você nunca debateu, discordou, “brigou” ao defender seu pensamento: na faculdade, no trabalho, na vida pessoal etc? Faz parte do bom debate. Ser provocado para réplica, tréplica etc. Faz parte do “ser político” (político no sentido amplo, que fique claro. E não apenas nos sentidos partidários e administrativo).

          “Brigar” apenas no campo das idéias. Se busquei “brigar” contigo é porque pensei que foste adulto (leitor do Santuário) e talvez gostasse desta prática. Veja: antes que se sinta ofendido, não o estou chamando de criança. Apenas prefiro debater com pessoas mais velhas justamente porque os jovens costumam ser muito sensíveis a quem argumenta de forma mais áspera diante de suas afirmações.

          Não faço ideia se você lê esta ou aquela HQ e há quantos anos. Pensei que fosse leitor dos X-Men de longa data. Por isso o provoquei, o repliquei.

          Quanto a compreender o que você escreveu. Não se preocupe: entendo até as entrelinhas. Para um bom leitor, um texto fala. É possível ler até questões que o escritor não tinha a intensão de expressar.

          Sobre radicalidade…. bem… poderíamos discutir este conceito. Talvez até chegarmos a uma ou mais respostas sobre o que é ou não ser radical. Mas só pra provocar: Desde os tempos do Claremont, Ciclope não é o escoteiro que muitos pensam. Para alguém que abandonou a esposa e o filho por causa do amor da juventude… bem… só pra começar…. Mas não se preocupe: radicalidade é um conceito que realmente abre muito pano para discussão. Formidável (para quem gosta de discutir, claro).

          Mas, perdoe-me por acreditar que poderíamos “brigar” no campo das idéias. Vou anotar seu nome e no futuro saberei que não poderei mais fazê-lo. Quem sou eu para ofendê-lo com palavras sobre “quadrinhos”.
          Quanto ao tema sobre minorias, direitos humanos, desigualdades, diferenças, assimilação, integração, construções sociais e ideológicas diversas…. bem… são temas que eu gosto. Mas…. melhor não fazê-lo ou corro o risco de você se sentir novamente como estivesse na 5ª série (sentir-se ofendido ou achar que eu estou “brigando” por trivialidades??).

          Para encerrar: quando usei a expressão: “todos são culpados até que se prove o contrário”, eu estava sendo IRÔNICA. Afinal, por lei, é o contrário. Mesmo que na prática ocorra isso mesmo. E é o que o universo mutante vem mostrando recentemente. Ou seja: mais um tema que poderia ter analogia com a realidade.
          Falou, gatinho!!
          Grande abraços,
          querido

          Curtir

          1. Mas talvez eu seja criança mesmo! não tem como saber de fato, hehe. Se você não quiser discutir, digo apenas uma coisa: “apenas meu silêncio pra você”.

            Caso continue dessa linha pra cá… Apenas rebati tua resposta com argumentos – alguns amparados pelo meu ponto de vista (o fato do cyke ser herói, anti herói, vilão), ou de fatos (Jean foi uma fênix diferente dos %) – sem ter que recorrer a “provocações”, é assim que se faz numa discussão certo? Você mesma veio dizendo que meus argumentos era falhos, e desculpe, eu expus meu pensamento para mostrar COMO aqueles argumentos fazem sentido. Não trata-se de me sentir ofendido e sim que me parece que você não entendeu o que falo.

            A questão não é você discutir comigo pq sou criança e sim porque você já vem argumentando botando banca sem levar em consideração certos aspectos (que já falei antes e não irei repetir pq você é esperta e “Lê nas entrelinhas”). Sério mesmo, o que você escreveu pra mim ali em cima se aplica bastante com o que gostaria de escrever pra vc.

            bem, a vida continua, a vida segue, vamos todos arranjar algo pra fazer
            um bejo e feliz dia dos namorados (ou da árvore) =P.

            Curtir

            1. Bom, para quem disse que não iria mais argumentar, cá estou eu novamente….

              “Botar banca” poderia ser interpretado também como atribuir ao outro a “5ª série”, simplesmente por conta do discurso apimentado, provocativo. Penso eu o que seria realmente infantil ou não.
              Provocar não é botar banca, mas chamar à discussão. Se eu disse que seu argumento é falho (e continuo a defender isso), seria o caso de você tentar provar o contrário com argumentos que tentassem me convencer do contrário e não me chamar de infantil (no sentido pejorativo da palavra).
              Você continua sem contra-argumentar. Eu estou pronta para defender meu ponto de vista e tentar mostrar meus argumentos.
              Detalhe: ironias também são argumentos. Estamos os dois a nos utilizarmos de tal recurso. Apesar de ineficaz.
              Mas minha tréplica não ocorre apenas para devaneios. É que, ao reler meu próprio comentário e o seu, veio-me à mente que é realmente preciso compreender o significado de RADICAL, muitas vezes confundido com violência. Gandhi, citado por você, foi amplamente radical em sua estratégia contra os ingleses, mesmo sem o uso da violência. E por quê? Oras, é aí que entra o conceito de tal palavrinha.

              Mas fica a dica para você pesquisar….
              até, e muitos beijos na sua árvore, digo namoradinha…

              Curtir

          2. Eu só fico pensando, para alguem que diz que tá debatendo, em nenhum momento rebateu meus argumentos civilizadamente. O que vi aqui foi apenas provocações e ironias como se fosse uma pessoa arrogante que acaba de ser contariada. Tadinha!

            Curtir

  8. Curti a edição, mas não aturo mais o cap e a wanda se fazendo de coitada.
    Leitura rápida, gostosa (tirando a wanda e o cap) e que deveria trazer vários furos cronológicos rs.

    Curtir

  9. E não sou eu (da turma do contra) que está argumentando. É você Venerável e os outros colegas antes de mim. Como eu já disse antes, imagens bonitas a gente coloca em quadros prá admirar. O Bendis já deu o que tinha de dar. E isso há uns 5 anos atrás. Que venha o reboot na Marvel, zerem essa merda toda e tragam o Xavier e o verdadeiro Ciclope de volta.

    Curtir

    1. Engraçado, esse teu comentário condiz com uma minoria pelo que vejo. Mesmo assim é válido, só acho curioso que sempre que sai uma resenha nova dos x-men pelo Bendis, a galera tá elogiando bastante – tanto crítica quanto público.

      Eu não era chegado nele nos vingadores, mas acho que o trabalho dele atual tá bom sim. Temos que deixar de lado possíveis birras com o autor (so pq nao gostei dele nos vingadores, não quer dizer que vou ter que odiá-lo nos x-men! Oi senso critico!)

      Curtir

      1. Hum sou obrigado a concordar, apesar de não ter muita bagagem para dar “pitacos” tenho acompanhado saga “de longe” , mas me parece melhor do que muitas outras e em muitos anos…. uma canseira aqui uma enjoada lá.. faz parte mas como um todo esta indo muito bem

        Curtir

  10. Pô, que saco esses Vingadores, heim? Tem horas que da raiva do Capitão América. Agora uma coisa, por mais ignorante e bronco que seja o Wolverine com tudo isso, eu não vi ele ficar do lado dos “Maiores heróis da Terra” dessa vez… Achei isso bom sinal.

    Curtir

    1. E quem é que coloca os Vingadores nos X-títulos ? Nos títulos deles, com exceção de Uncanny Avengers, não há nem menção aos X-Men.

      Curtir

  11. Você tocou em vários tópicos que eu pensei ao ler a revista… E querem saber um spoiler??? Quem não quiser , não leia!!!!
    >
    >
    >
    >
    >
    >
    >
    >
    >
    >
    Eu acho que vou dar uns pegas na Jean!!!! 🙂

    Curtir

  12. Durante muito tempo fui fã dos mutantes. Principalmente dos X-men. Sempre achei o Professor Xavier um dos ícones, mesmo que fictício da luta pela tolerância e união. E para mim Scott sempre foi o líder definitivo, seja em campo ou nos bastidores.
    Mas depois dessa saga Vingadores Vs. X-men, desisti dos mutantes.
    Essa lenga-lenga, que tentam tornar o Ciclope um vilão para justificar a saga não cola.
    É forçado demais. Jean, Wanda, Visão. Hulk. Homem-de-Ferro…
    Quantos fizeram merda e foram perdoados?
    E o que exatamente o Ciclope fez de errado? Matou Xavier. E NEM AO MENOS FOI JULGADO POR ISSO!!! Qualquer tribunal no universo Marvel, poderia inocenta-los. Até porque a maior pena que ele poderia ter é a própria culpa.

    Espero um dia voltar a ler X-men. Mas com certeza, não seja hoje.

    Curtir

  13. É, essa parte da revista faz jus ao filme “primeira classe” onde o Summers mais velho é o Alex, pelo menos naquela cena ali em cima, o Destrutor está claramente mais velho que o Scott! Será que o filme usará uma desculpa dessas! valeu, ótimo post

    Curtir

  14. EDITORIAL SANTUÁRIO:

    Segunda – Astro City #1

    Terça – Novíssimos X-men #12

    Quarta – O Questão

    Quinta – Heróis & Casamentos

    Sexta – Eu, o Vampiro #12

    Sábado – Umas tiras da pesada

    Domingo –
    O Reino dos Malditos!
    o

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s