O Questão – Riddles

0013_segunda-vista

por Carlos “questões sem respostas” Lenilton

Img-de-Capa.jpgq.R.O quinto volume de encadernados (TPB ou Tradepaperback nos E.U.A.) de O Questão, foi lançado em Outubro de 2009. “Riddles” (sem tradução em português) trazia as edições #25 ao #30.

O Questão – criado por Steve Ditko

 

 

 

No penúltimo encadernado deste volume do O Questão nosso amado escritor Dennis O’Neil e o querido desenhista Denys Cowan nos apresentam as consequências dos fatos do número anterior (claro).

Como lembram o ex-prefeito Fermin atirou em sua ex-mulher (muito “ex” na mesma frase hein?), matou um repórter e se mandou antes que alguém tirasse alguma foto… Como aquele pé de cana acertou  todos os tiros, saiu em pé e correndo, até hoje ninguém explicou…

Fato é que Myra ficou as portas da morte e Vic Sage as portas da depressão, além de temer perder sua grande paixão, sente-se culpado com a morte do repórter, pois era ele quem deveria ter coberto a posse da nova prefeita, coisa que não fez mentindo pra não ir ao trabalho e assim não ter de olhar a sua amada virar algo que ele não aprovava (machismo?).

Tais eventos levam a cidade arder de loucura. Caos e desordem pública por todo lugar (perto de Hub City, Gotham é um convento). Claro que o Questão vai salvar a situação né? Errado. Tudo o que Vic Sage quer é pegar o bebum que atirou na sua mina e estrangula-lo. Investigando, Vic encontra Fermim, mas este escapa e segue ao ápice dos acontecimentos deflagrados pela turba insana de moradores da cidade e desta vez pra fazer o certo… Mas o que tava rolando, né?

1000451-vol5

No meio de uma enormidade de atividades criminosas uns delinquentes juvenis entraram num hospital e  aplicam o terror em duas velhinhas, Fermim ao que parece atira em mulher nova, mas não concorda em mexer com a terceira idade… Ajudando a polícia a acabar com a farra dos dois malandros Fermim salva o dia e morre como herói… Mas que pusta sacanagem.

 “Esqueletos” foi uma historinha mediana em roteiro e arte que só enrolam o leitor e ao que parece decreta um declínio na qualidade da série.

É natal em Hub City na segunda história entitulada de “Charadas”. E em Gotham também é Natal (claro, pombas!), em meio ao clima natalino libertam Eddie E. Nigma ou como devem conhece-lo: o Charada. E adivinhem qual a primeira coisa que ele faz? Ele pega um ônibus que passa por Hub City (essa parece escrita pela Glória Perez, no? A rainha das coincidências) e pasmem, nele entram Vic Sage e Tot Rodor… E Eddie faz amizade com uma psicopata loucona que tem uma metralhadora a tiracolo e o magnifico plano de assaltar o ônibus…

Aí, Eddie e ela tiram uma de terroristas e fazem “charadas” pros passageiros  valendo suas vidas… E você começa a realmente desejar o fim da série do vigilante sem rosto… Uma pena do início a o fim, senhores. Esperemos que a próxima história seja um pouquinho melhor ou que meu humor melhore talvez…

E melhora! Em “Capitão Stars e Sargento Stripes” Vic continua visitando diariamente sua amada Myra, desesperado por boas novas. Alvin, um primo de Tot que também é desenhista de quadrinhos, faz uma visita em Hub City. A cidade continua um caos sem alguém para comanda-la. O Questão continua sua rotina solitária de enfrentar a mau custe o que custar. Costurando toda a história encontra-se os quadrinhos de Alvim (se alguém lembrar as histórias do Corsário Negro em Whatchmen não estará errando) e no fim a fé e força de vontade de Vic Sage fazem Myra despertar de seu coma? Não sei mas que ela desperta. Bela história que também é uma homenagem aos velhos quadrinhos de guerra, Jack “o rei” Kirby e ao Capitão América.

Em “Um lugar para as artes” Lady Shiva retorna a Hub City pois em meio ao caos instalado na cidade acredita que seus “serviços” terão muita penetração (ui!). Myra acordada de seu coma e tenta retomar as rédeas da cidade junto a Vic Sage.  Ambos decidem marcar um encontro com os chefes das duas maiores guangues de Hub e propor-lhes serem a “polícia” da cidade (ideia mais que desperdiçada).

Por os dois brutamontes frente à frente é tarefa para o Questão. O que ele não esperava era ver Shiva contratada por um deles. No próximo capítulo o pau vai comer! Devo acrescentar que a arte de D. Cowan neste arco recebe a ajuda de Malcolm Jones III que sempre torna o resultado mais bonito.

A segunda parte do arco: “O Assassinato” começa com a esperada luta entre Shiva e Vic…luta não, um massacre. De novo Lady Shiva humilha e destrói a virilidade de Vic Sage… ainda bem que o chefe de gangue que a contratou é tão idiota que manda seus homens matarem os dois e isso os faz juntarem forças (como se Shiva precisasse da ajuda do Questão).  De resto a história apresenta o encontro entre os dois chefes de gangue e um bate papo chaatoooo sobre gangues, forças policiais, sociedade e afins.

E quando tudo parecia se encaminhar para um bom final, eis que um dos chefes é encontrado esfaqueado enquanto o outro simplesmente desaparece. E agora, quem poderá nos ajudar?

“Quem fez isso” encerra o encadernado de forma digna embora não traga nenhuma ideia genial. A ideia de unir as duas gangues como a nova força policial fracassa de maneira retumbante. O Questão e Lady Shiva não voltam a se enfrentar e Myra mostra-se  forte e operante novamente.

Mas a cidade continua um caos e veremos se os esforços conjuntos do Vic e Myra porão ordem na casa, no derradeiro encadernado da série. Até lá e Mitakuye Oyasin!

S_Final

 

Vanubia

Anúncios

20 comentários sobre “O Questão – Riddles

  1. Uma vez, durante um coma alucinógeno, seu subconsciente lhe disse através de sua mãe que teria que sair de Hub City para poder viver feliz. Ao mesmo tempo, Richard Dragon veio visitar Victor porque tinha percebido que ele estava no ápice de um ponto crucial em sua vida, e lhe convenceu que viver em Hub City estava matando-o. Em um acordo com Richard, Lady Shiva chega com um helicóptero para levar o Questão e Aristotle Rodor embora, e ela decide permanecer na cidade e abraçar o caos. Ele quase convence Myra a vir com ele e escapar do caos da cidade, mas ela é incapaz de sair. Myra lhe dá sua única filha, Jackie, e volta à cidade sozinha para cuidar de seus deveres como prefeita e para fazer o melhor pelo que acredita.

    Curtir

  2. Esse encadernado mostra uma fase que não foi tão boa. Mas o material é superior a várias histórias publicadas que teriam a missão de ser “divisor de águas” e o tempo mostrou que nem isso elas conseguiram.

    Curtir

  3. Mas o Questão não usava chapéu com uma máscara careca?
    Este estilo mostrado nesta capa me fez lembrar no corte de cabelo de mel Gibson em Lethal Weapon… (mesmo penteado que usei num personagem meu..rs)

    Curtir

  4. Vic Sage sempre foi um personagem fascinante, e suas histórias produzidas por Dennis O’Neil se tornaram famosas a ponto dessa fase ser lembrada até hoje… Renee Montoya foi uma Questão digna, mas os fãs do personagem tem uma nova chance de acompanhar o retorno de Vic… embora ainda seja uma incógnita o quanto essa nova versão terá em comum com a anterior (talvez puxando mais para o lado sobrenatural). Eu sou um que compraria todos os encadernados do personagem, como disse disse o Guy Santos!

    Curtir

    1. Semanas atrás eu concordaria em comprar todos os encadernados mas dei uma olhada na coleção completa da revista Os Caçadores e achei o material um pouco datado. Ainda assim amo o personagem. Mas acho que a única série que jamais envelhecerá será Starman de J. Robinson. Eis uma outra boa Questão.

      Curtir

  5. cara se ta de mal humor, era melhor nem escrever do que fazer uma resenha tao ridícula quanto essa, se é que da pra chamar isso de resenha.

    Curtir

  6. Já que são tão poucos encadernados, bem que a Panini podia publicar em formato pra banca. Eles mesmos já assumiram que ter lançado alguns títulos pelo selo Panini Books foi uma bela cagada.
    (Bem, eles assumiram no evento “Mercado das Pulgas”, no ano passado. Com certeza, porque ninguém tava filmando…)

    Curtir

  7. EDITORIAL SANTUÁRIO:

    Segunda – Astro City #1

    Terça – Novíssimos X-men #12

    Quarta – O Questão

    Quinta – Heróis & Casamentos

    Sexta – Eu, o Vampiro #12

    Sábado – Umas tiras da pesada

    Domingo –
    O Reino dos Malditos!
    o

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s