O QUESTÃO – O show tem que continuar

0013_segunda-vista

imagemdecapaquestaocryContinuando a série de resenhas (resumos em vários momentos, tenho que admitir) dos encadernados  (TPB ou Tradepaperback nos EUA) de “O Questão” de  Dennis O’Neil (história), Denys Cowan e Malcolm Jones III (desenhos) e Tatjana Wood (cores). Peacemaker foi publicado pela DC Comics em Maio de 2010.

O Questão – criado por Steve Ditko

Por Carlos “hiatos contemplativos que me salvaram” Lenilton

Contém spoilers para os que ainda acreditam que lerão estas histórias em português.

Boom! O fim – Na primeira história deste encadernado (edição #31 da série original) a prefeita Mira Fermin após todos os trágicos eventos que quase varreram Hub City do mapa em diversas edições anteriores, decide que é hora de um ponto de ruptura , ou uma espécie de rito de passagem, para deixar todas as tragédias para trás. Para isso resolve implodir um conjunto de edifícios, Hell’s Acre, para moradores de baixa renda que é o pior retrato possível da cidade: sujo, deteriorado, abrigo de todo tipo de malfeitores e malfeitos e foco de inúmeras doenças. A ordem foi dada, o prédio evacuado, mas sempre tem aqueles que resistem em sair. E pra infelicidade da prefeita estes poucos insatisfeitos com a sua decisão decidem sequestra-la para impedir a demolição.

1275680-199796_20100512222543_largePartindo de uma ideia comum entre tantos políticos, inclusive aqui no Brasil, onde a teatralidade de algo é mais válida do que uma ação efetiva (assim como a polêmica em torno da contratação de médicos estrangeiros quando a mais eficiente medida seria melhoria nas condições de trabalho e equipamentos, penso eu) Mira Fermim tem a (in)feliz ideia de condenar um conjunto de prédios para melhorar a imagem da cidade e dar novo fôlego a sua gestão. Segundo a mesma, a maioria dos moradores concorda com o despejo pois nada é pior do que continuar ali, nem mesmo as ruas. Mas nem todos pensam assim e um bando de traficantes que mantinham suas atividades ilícitas na área resolve sequestra-la para que a ordem de demolição seja cancelada. Tudo começa a dar errado quando delegam à um drogado a missão de comunicar aos políticos o fato. Este assim que entra em contato com as autoridades tem a imbecil ideia de enfrenta-los e é morto. Tudo parece se encaminhar para um beco sem saída para Mira Fermim. No meio de tudo isso Vic Sage encontra-se envolvido emocionalmente com o caso pois quando jovem morou por tensos oito meses no local e embora Hell’s Acre não seja um paraíso, raízes são raízes. Após um encontro meio que por acaso com o tenente Izzy O’Toole e este lhe informar que a prefeita sumiu (afinal Vic é um repórter, certo?!), Vic mais uma vez segue seus instintos e vasculha Hell’s Acre em busca de Mira, afinal ele não pode procura-la pela cidade inteira e ali seria um lugar tão “bom” para procurar quanto qualquer outro… Além disso é uma boa desculpa para visitar por uma última vez o local onde viveu. De qualquer forma, por puro instinto ou sorte, Vic, após vestir seu rosto e gastar boa parte do tempo que falta para a detonação procurando por Mira a  encontra. Meliantes detidos, garota salva… Boom. O fim.

Sem tempo de correrem e saírem do prédio ambos são engolidos pela explosão.

E mais uma vez o que tinha tudo pra ser uma grande história frustra nos detalhes. O’Neil escorrega em não dar profundidade na maioria dos atos dos personagens. Assim como novamente faz o Questão conseguir chegar a lugares e conclusões sem nenhuma base crível. Mas o pior é a fraqueza de visão social que já foi tão exuberante nele de tentar fazer-nos acreditar que centenas de famílias deixariam seus lares por pior que sejam para ir morar nas ruas obedecendo uma prefeitura sem planos de realocação para elas.

Image197x

No fim ,escondidos e protegidos em túneis, emergem Vic e Mira ainda incrédulos com a sobrevivência e com aquele furor que surge nessas horas pós desastres (ao menos em filmes e gibis) e ficam ali em meio a toda destruição, lixo e fumaça e se beijam. E a cena é linda!

É perfeita a sintonia entre D. Cowan e M. Jones III, a arte das páginas da série aumentam muito a qualidade quando ambos atuam juntos.

Como viram, diferente das vezes anteriores, desta vez concentrei-me em apenas uma das histórias do encadernado. Acho que assim deu pra trabalhar melhor os diversos aspectos e espero contar com vocês na próxima semana.

Image220

S_Final

BladeRunner

Anúncios

17 comentários sobre “O QUESTÃO – O show tem que continuar

  1. Carlos, parabéns pela resenha, mandou muito bem! Concordo com o que dizem que mesmo uma fase fraca do personagem em questão ainda é sinônimo de uma ausência muita sentida atualmente… ah, eu ainda tenho esperança de ler esse material em português!

    Abraços!

    Curtir

    1. Acho que acertei a mão nessa… ficou melhor que aqueles resumos que andava praticando…
      Atualmente tem uma gama grande de bons autores mas, sim, o texto de O’Neill ainda tem vez hoje em dia.

      Curtir

    1. Por mais que algumas erros se repitam ainda assim não consigo ver outro autor naquela altura do tempo pra escrever esta série.

      Curtir

  2. Esse personagem é muito legal, muita gente só conhece ele por causa do desenho da Liga Sem Limites, mas o importante é que é pra isso que servem os desenhos animados de personagens de HQ. Eu não acompanhava quadrinhos quando o pouco do que saiu aqui do Questão foi publicado na década de 80, mas fico muito satisfeita de ver que não estamos se perder na memória esse trabalho.

    Curtir

  3. Ótima resenha! Não acho que implodir um conjunto de edifícios iria resolveria o problema, os malfeitores iriam apenas migrar para outro lugar. Mas a história parece ser interessante.

    Curtir

  4. Uma história de Dennis que salva pelos belos desenhos (me lembro muito bem da cena do beijo!!!!). Mesmo com o desenvolvimento e finalização fracos, ainda é melhor que as megaproduções semanais que acompanhamos hoje em dia.

    Curtir

  5. EDITORIAL SANTUÁRIO:

    Segunda – Guardiões da Galáxia #4

    Terça – Fabulosos X-men #13

    Quarta – O Questão!

    Quinta – Os animais de estimação heróis!

    Sexta – Liga da Justiça # 0!

    Sábado – Umas Tiras da Pesada!

    Domingo – Superman: O Homem de Aço – Resenha do filme!!
    o

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s