Como me tornei Thundercat…!

Por Rodrigo Garrit-O

1Um dia, em plenos anos 80, vi esse comercial de televisão falando sobre novos heróis, cada um com uma característica felina diferente… um leão, uma pantera, um tigre, uma Cheetah e etc, cheios de poderes e numa animação super bem feita pra época. Eu fui fisgado ali.

S_Final

Na manhã de domingo seguinte, desses idos anos 80, fiquei plantado na frente da televisão. E minha infância entraria em um novo estágio.

Acompanhei atentamente a saga dos Gatos do Trovão e sua chegada ao Terceiro Mundo, vindos do então condenado planeta Thundera. (Semelhanças com Krypton?) Eles fogem da devastação de seu planeta natal numa nave pilotada pelo seu mentor espiritual, Jaga. Porém o percurso para esse novo mundo leva muitos anos, por isso eles são colocados em estado de animação suspensa. A viagem é bem sucedida, mas Jaga, que já era um ancião, acaba morrendo de velhice; e a cápsula de animação suspensa de um dos garotos, Lion-O, (sempre achei que só “Lion” bastasse) deu pau e não conteve seu envelhecimento, então ele acorda como um adulto com mente de criança. (Semelhanças com o Capitão Marvel?)

Durante a viagem, eles são seguidos pelos Mutantes de Plun-Darr, antigos inimigos dos thunderianos, que também se estabelecem no Terceiro Mundo.

Antes de morrer, Jaga deixou armas especiais para seus pupilos. (Semelhanças com Caverna do Dragão?) Lion-O, que viria a ser o líder do grupo por ser filho do antigo soberano de Thundera, o Rei Claudius, recebeu uma manopla com a qual podia disparar fios com os quais ele podia de balançar pelas extremidades do planeta (Semelhanças com o Homem Aranha?), além de fazer outros truques. Lion-O também foi escolhido para portar a Espada Justiceira, na qual está cravado o Olho de Thundera, fonte de poder dos Thundercats e supostamente detentora de magia infinita. A espada tinha o tamanho de um punhal, mas crescia quando Lion-O invocando seu poder, gritava (sério mesmo? Eu tenho que escrever isso? Ok… até parece que não vou adorar…):

THUNDER… THUNDER… THUNDERCATS… HOOOOOOOOOO!!!!!!!!!!!

Assim emitindo um imenso luminoso nos céu (Semelhanças com o Bat-sinal?). A espada também concedia um olhar privilegiado quando Lion-O  dizia “Espada justiceira, dê-me a visão além do alcance”. Outro fato curioso é que a espada não podia ser usada para matar ou ferir seriamente outro ser vivo, ela simplesmente voava da mão de Lion-O se ele tentasse fazê-lo.

Panthro recebeu um colete de espinhos, mas era um talentoso inventor, tendo construído o Thundertanque (eu era louco pra ter o de brinquedo!) e também a Toca dos Gatos, refúgio de seus amigos, usando as sobras da nave que os trouxe para o Terceiro Mundo. Vale lembrar que existia uma substância dourada chamada de Thundrilium, que enfraquecia os Thundercats. (Semelhanças com Kryptonita?).

Tygra recebeu um chicote que o permitia ficar invisível. Ele era engenheiro e ajudou na construção da Toca dos Gatos. Cheetara ganhou um bastão versátil, que podia se desdobrar e criar armadilhas para os seus inimigos. Sempre achei ela uma das thundercats mais poderosas, possuía supervelocidade e também apresentou poderes sensitivos em alguns episódios. Wilikit e Wilikat são os mais jovens (embora tenham aproximadamente a mesma idade de Lion-O, mas suas capsulas de animação suspensa congelaram seu envelhecimento). Eles receberam diversas cápsulas explosivas, grudentas e etc (as quais eles devem saber fabricar, embora não lembro disso ser explorado no desenho). Eu sempre tinha dúvida sobre quem era um e quem o outro; pois bem, Wilikat é menino e Wilikit é a menina.

E havia também Snarf, que não recebeu arma nenhuma e fazia a faxina da Toca dos Gatos. E eventualmente salvava a vida dos Thundercats.

Mesmo depois de morto, Jaga continuou aparecendo como um guia espiritual, falando em enigmas  mostrando o caminhos para seus pupilos. (Semelhanças com o Mestre dos Magos?).

No Terceiro Mundo, além do ter que lidar com os Mutantes, o que já era um saco, os Thundercats conheceram seu pior pesadelo: Munn-Ra, um feiticeiro sinistro que aparentemente está vivo há milhares de anos. Ele vive numa pirâmide sombria, e seu aspecto decadente é alimentado pelos Antigos Espíritos do Mal, que aparentemente o concedem vida eterna e imenso poder. Munn-Ra é obcecado pelo Olho de Thundera, e não mede esforços para consegui-lo, se valendo de diversos subterfúgios. Ele se uniu aos Mutantes, e juntos travam essa guerra incessante contra os Thundercats.  Por alguma razão, Munn-Ra não suporta ver sua própria imagem refletida em um espelho. Isso faz com que ele entre em pânico e perca seus poderes, retirando-se imediatamente da batalha e voltando para sua tumba. Pessoalmente, se eu tivesse a aparência dele, também odiaria espelhos…

Nas temporadas seguintes, muitas reviravoltas: a chegada dos novos Thundercats, salvos por uma nave Berbil que estava passando na hora (Que sorte, hein galera?).

– Os Berbil são uma espécie de “Ursinhos Carinhosos Ciborgues” que vivem também no Terceiro Mundo e são os aliados fofinhos dos Thundercats. O líder deles se chama Roberbill. E ele é casado com a Roberbella. Não é fofo?

Bem, os novos thunderianos logo viram que não tinha muito espaço sobrando na Toca dos Gatos e rapidinho se estabeleceram na Torre da Justiça (Semelhanças com Torre de Vigia?) Eram eles:  Lynx-O, que teve seus olhos queimados na fuga de Thundera, mas desenvolveu uma audição sobrenatural, sendo que é o único que consegue pilotar a nave pelo desfiladeiro íngreme que leva à Torre de Justiça.  Bengali, era um ferreiro, muito parecido com Tygra mas de uma linhagem de tigres brancos. Pumyra era a representante fêmea dessa nova leva. Era capaz de saltar mais alto entre todos os thundercats. E por fim, mas não menos importante, (ou talvez sim) Snarfinho, sobrinho do Snarf (esses personagens sempre tem “sobrinhos”, nunca “filhos”…). Não tem muito a dizer sobre ele, é igual ao Snarf só que um pouco menor.

Além da nova turma, apareceram também novos vilões, sendo os mais importantes os Lunataks, muito mais perigosos do que os Mutantes de Plun-darr, realmente davam trabalho para os Gatos do Trovão. Numa dessas idas e vindas, aconteceu a aparente morte de Munn-Ra. Eu digo “aparente” porque ele não se chama de “o ser eterno” à toa, e sempre volta…  na minha opinião o Antigos Espíritos do Mal estão de sacanagem… tipo, eles não suportam a múmia viva (ops, isso é outro desenho) no lugar onde quer que as múmias vivas vão depois de se tornarem múmias mortas e sempre o mandam de volta: “Vai lá Munn… tenta de novo… tudo bem que você já foi derrotado 748 vezes, mas a gente te dá outra chance… quem sabe agora vai”?

Por falar em múmias, uma das coisas mais pitorescas que já surgiu no desenho foi a estranha Munn-Rana, a versão travesti do Munn-Ra. Tudo bem, não era travesti (acho que não, e se for também, nada contra), mas o ridículo fica por conta de ser uma personagem oposta ao Munn-Ra, que mora numa pirâmide toda ajeitadinha e ganha seus poderes dos Antigos Espíritos do Bem – e bem que eles podiam ajudar mais durante a série.

Vários outros personagens secundários marcaram presença, como as Donzelas Guerreiras, os já citados Berbils e Pandora – Uma policial espacial que usa moto voadora e segue um rigoroso sistema de leis ao pé da letra. (Semelhanças com o Juiz Dreed?), entre muitos outros.

Uma grande reviravolta ocorreu na história quando Munn-Ra simplesmente reconstruiu Thundera em busca de vários artefatos místicos como a Espada de Plun-Darr e o Livro dos Presságios que era apenas um dos vários itens pertencentes ao lendário tesouro de Thundera. E o que se seguiu foi uma verdadeira caça ao tesouro, empreendida pelos Lunataks, os Mutantes, Munn-Ra e os próprios Thundercats.

Antes de partirem para “Nova Thundera”, os Gatos do Trovão destruíram a pirâmide de Munn-Ra no Terceiro Mundo, deixando os Antigos Espíritos do Mal bem mais cabreiros, e, veja bem, ele são “Os Antigos Espíritos do Mal”… eles já são  “cabreiros” por natureza… imagina a caca que dá mexer com esse pessoal? Tanto que, só de birra, eles trouxeram a múmia morta de volta à vida depois dele ter morrido pela enésima vez, só para encher o sacos felinos deles. Ressuscitado de novo, Munn-Ra então instalou-se numa nova pirâmide em Nova Thundera.  O cara é pior do que encosto.

Apesar das semelhanças que apontei entre o desenho e outras histórias, nada tira o mérito desse que foi um dos melhores desenhos animados dos anos 80, sendo lembrado e cultuado até hoje por milhares de fãs.

Nesses idos anos 80 (adoro usar a palavra  “idos”), foram muitas as vezes que brinquei na rua de Thundercats. Eu e meus amigos criávamos as mais espetaculares histórias jamais filmadas. Encenávamos tudo ali mesmo, nos quintais das casas, improvisando nosso texto e sentindo na pele o que era ser um Thundercat.

Mais uma vez eu exponho minhas intimidades para vocês, fieis amigos do site. Isso é Santuário…

Agora, pra finalizar, vale dizer que não poderia haver pessoa melhor para escrever essa matéria do que eu, porque na verdade, eu sou um Thundercat! Isso mesmo… minha cápsula de animação suspensa foi ejetada por engano quando o Jaga ia pegar um café expresso na nave. Eu vim parar na Terra, e assim como Lion-O, meu módulo deu pau e envelheci normalmente, sendo que sou uma criança em corpo de adulto (como muitos já perceberam). Não recebi minha arma do Jaga, mas sei que um dia vão me buscar pra morarmos todos juntos em Nova Thundera. Ok, eu sei que muitos vão dizer que isso tudo é mentira minha, que só estou falando isso pra finalizar a matéria de um jeito bonitinho… mas podem dizer o que quiserem. Eu sou um Thundercat sim, porque eu quero ser.

Miau.

 

Clique AQUI para curtir nossa página no Facebook! É gratuito e sempre será! ;)

Nova versão dos Thundercats? Clique aqui.

Arquivos do Cadmus sobre os Gatos do Trovão? Clique aqui!

Anúncios

15 comentários sobre “Como me tornei Thundercat…!

  1. grande desenho , e que trilha sonora , o baixista do suicidal tendencies adotou o “nome” e tem um baixo com o desenho

    vi muito pouco dos novos thundercats da torre,pareceu que o desenho caira de qualidade

    Curtir

  2. Outros fatores pelos quais Thundercats era/é bom pacas…
    – trilha sonora: os arranjos são sensacionais. Se procurar no YouTube, tem ela inteira;
    – animação japonesa. Lorimar Telepictures era um conjunto de vários estúdios japoneses fazendo trabalhos para desenhos americanos;
    – dublagem. as vozes eram ótimas, inesquecíveis. Do Newton da Matta (Lion-O) ao Nizo Neto (WillyKit), e até mesmo a dos vilões, Simiano, Chacal, Mumm-Ra.

    Curtir

  3. caso pense que isso pode ser algum tipo de trote, eu juro pela minha vida que nao é.
    se voce é o que diz ser, voce precisa add meu msn.
    vou tentar entrar todo dia.
    mas mesmo assim, deixe mensagens em offline para mim, que eu respondo.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s