Homem Aranha: O início de um novo legado?

_0015_Cronicas-Aracnideas

1Resenha do arco “Homem Aranha: De Volta ao Lar”, produzido por J. Michael Straczynski (roteiro),  John Romita Jr. (desenhos) e Scott Hanna (arte-final)

Contém spoilers revelações totêmicas sobre a história.

A bela capa do encadernado da Salvat/Panini.
A bela capa do encadernado da Salvat/Panini.

Por Rodrigo Garrit

E se a aranha radioativa que picou Peter Parker já estivesse destinada a passar suas habilidades para alguém? E simplesmente pelo fato de ter sido exposta a radiação e ficado à beira da morte, precisou apressar o processo e escolheu Peter por estar mais próximo? Você prefere acreditar numa aranha irradiada concedendo poderes a um adolescente ou numa antiquíssima linhagem de totens ancestrais passando suas habilidades a humanos de geração a geração?

Essa é a pergunta que J. Michael Straczynski nos faz em seu arco inicial do Homem Aranha, não afirmando ou negando nenhuma das hipóteses. Mas deixando bem claro que pretende abalar as convicções do personagem sobre a sua real origem.

Ao assumir o título, ele notadamente procurou alterar o status do personagem, mas sem grandes reviravoltas mirabolantes, como… putz… sei lá… como se o Doutor Octopus possuísse o corpo de Peter Parker, por exemplo. NÃO. Em vez disso ele colocou o personagem em uma nova linha narrativa, alterando sua rotina e acrescentando novos conceitos, sem necessariamente transformar sua vida num absurdo totalmente inverossímil até mesmo para uma história em quadrinhos de super heróis. Houve mudanças, mas a essência foi preservada. É isso que escritores de verdade fazem.

A-2

A história, embora venha com um novo e audacioso olhar de seu roteirista, traz ainda os velhos e conhecidos conceitos do herói aracnídeo, seus dilemas e contratempos cotidianos, aquilo que faz com que nos identifiquemos tanto com ele. Mas ainda que cercado dessa aura familiar, novos elementos vão surgindo no decorrer da trama, como o surgimento de um homem misterioso chamado Ezekiel, que conhece a identidade secreta de Peter e possui poderes semelhantes aos dele, e lhe conta sobre legados de totens animais sendo transmitidos e roubados. E uma ameaça praticamente insuperável, na forma de Morlun, um homem misterioso e praticamente imortal, dono de poder e arrogância descomunais, capaz de espancar o Aranha usando níveis de força comparáveis aos do Thor ou do Hulk… talvez maiores. Morlun é uma espécie de “vampiro enérgico”, que absorve para si o poder do “totem” de outros heróis e vem fazendo isso por séculos. JMS introduz o conceito de que muitas pessoas recebem poderes através de ícones animais, que eventualmente compartilham suas habilidades com humanos em certas ocasiões de necessidade. Ele então sugere ao leitor que Peter Parker tenha recebido seus poderes aracnídeos desta forma, e o fato da aranha ter sido irradiada teria sido apenas uma coincidência.

Ele sugere. Não afirma.

Mas nos faz pensar sobre essa perspectiva, o que abre um novo leque de possibilidades.

aranha

Em meio a esse turbilhão, vemos uma mudança também na vida pessoal de Peter, que se encontrava separado de Mary Jane nessa ocasião, e começou a dar aulas de ciências para alunos problemáticos em seu antigo colégio.

JMS prova com esse arco que é possível chegar em um meio termo entre inserir alterações drásticas sem perder a base daquilo que vinha sendo feito anteriormente para contar uma boa história. Ele caminhou por entre uma tênue linha ao repensar certos aspectos da origem do herói, mas o efeito causado no leitor ao término da leitura não é o de descontentamento diante da descaracterização de seu personagem favorito, mas a tranquilidade de saber que ele ainda está lá como sempre esteve, mas isso não necessariamente elimina o desbravamento de novas possibilidades.

John Romita Jr, sempre foi um dos meus desenhistas favoritos, e embora eu tenha preferência pelo trabalho dele em Demolidor e nos X-Men, não posso deixa de salientar que ele foi impecável ao ilustrar esse arco.

1240342_419309528190501_1264624198_n
Os principais desenhistas do Aranha, um dos muitos extras incluídos no encadernado.

Esse encadernado está sendo publicado em bancas pela Salvat em parceria com a Panini, e deve prosseguir numa coleção de livros com alguns dos melhores arcos da Marvel de todos os tempos. Embora, seja apenas uma “pincelada” com as primeiras histórias de cada arco, vale muito à pena, tanto pela qualidade gráfica dos livros quanto pelo preço. Todos são impressos em capa dura e papel de qualidade. As edições ainda trazem alguns extras, como a galeria de capas, esboços conceituais, retrospectivas para situar o leitor na história e outras matérias adicionais. É uma excelente oportunidade para os fãs das antigas relembrarem ou completarem suas coleções, e melhor ainda, atrair novos leitores que nunca tiveram contato com esse material, estimulando o surgimento de uma nova geração de fãs de quadrinhos.

Não posso deixar de comentar que o que me chamou mais a atenção para essa coleção foi o vídeo que reproduzo abaixo, de um jovem colecionador chamado João Pedro. Assistam e assinem o canal dele que é muito legal. Em meio a tantas desvirtuações da infância, dá orgulho de ver que ainda existem jovens como ele!

Arte de J. Scott Campbell, capista desta fase.
Arte de J. Scott Campbell, capista desta fase.

LEIA TAMBÉM A RESENHA DE “HOMEM ARANHA: TORMENTO” DE TODD MCFARLANE!  

S_Final

TARDIS

E clique AQUI para curtir nossa página no Facebook! É gratuito e sempre será! ;)

Anúncios

15 comentários sobre “Homem Aranha: O início de um novo legado?

  1. Uma das últimas coisas interessantes que li na época em que parei de colecionar. material de primeira e que vale muito a pena para quem não conhece. Como o Rodrigo falou, dá prá revisitar as origens do personagem sem desvirtuar sua história e respeitar todo o legado já inserido, agregando muito valor na vida dele!!!!! Eu coloquei um post com o link do vídeo desse garoto lá na comunidade do Santuário. Esse também merece destaque pois mostra que ainda tem novim que valoriza o que é bom!!!!

    Curtir

  2. Ótima resenha,Rodrigo!Já tinha lido esse arco(sensacional),mas comprei a edição da Salvat($9,90 tá muito barato)!Devo comprar as outras também,mesmo a dos X-Men sendo $19.90 e as outras duas $29.90(sacanagem).Vi o vídeo do menino,emocionante.Um abraço!

    Curtir

    1. Obrigado, Sr. Stark. O vídeo do garoto é mesmo muito show… sobre os valores, a partir do terceiro número todas custarão R$ 29,90, o valor não é progressivo. Ainda é mais barato que em qualquer livraria ou site especializado. Não ganho nada pela propaganda… rsrsrs

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s