Liga da Justiça da América #7.4 – ou… ADÃO NEGRO #1 !!!

PrimeiraImpressao_02

por Venerável Victor “tratador de macacos pretos” Vaughan

Img-de-Capablackadam#1Adão Negro – criado por C.C. Beck e Bill Parker

Na revista da Liga da Justiça da América desse mês, o Adão Negro, salvador do Kahndaq, faz o seguinte pronunciamento: “O mundo não pertence a ninguém”, mas quando se trata do mês dos vilões na DC Comics, que comemora o segundo ano de vida do reboot, ele certamente pertence ao Adão Negro.

Contrariando a mistura de “história de origem” com ganchos para futuras aventuras, que a maioria dos outros títulos dedicados aos vilões vem seguindo, os roteiristas Sterling Gates e Geoff Johns decidiram simplesmente construir uma nova lenda para esse vilão tão icônico, apesar de que não faz tanto sentido essa história ser publicada no título dessa equipe e não da principal…

blackadam1Mas de qualquer forma, leitores das duas “Ligas” são contemplados com um conto que nada se assemelha ao “xarope” que foram quase todas as outras histórias de vilões esse mês.

Os roteiristas creditados contribuem com uma história que começa não como uma simples origem, mas como um conto que esclarece ao leitor as reais motivações e ambições do protagonista. E Gates em uma única página consegue capturar toda a essência do que torna o Adão o que é: Kahndaq tinha um governante chamado Ibac, que matou toda a família do Adão e os “deuses” deram a ele todo o poder necessário para conseguir sua vingança. Fim.

Isso é tudo que se precisa saber para que o antigo e o eventual novo leitor possam apreciar todo o resto do conto que Gates e Johns os oferecem: a luta de um grupo de guerrilheiros conhecidos como “Os filhos do Adão” para depor o governo de um ditador colocado pelo governo Americano no seu país.

Tudo isso não passa despercebido para qualquer fã, ao encontrar paralelo com diversas situações antigas e atuais no cenário mundial, na nossa realidade. Aqui Gates escreve uma aventura bastante honesta e real para seu protagonista escolhido, Amon, que logo no início do conto é recrutado pelos auto proclamados “Os filhos do Adão”, para que leia um texto ancião que pretensamente irá trazer novamente à vida o Adão Negro.

A arte de Edgar Salazar nos proporciona expressões faciais impressionantes e funciona perfeitamente para dar vida e toda a emoção necessária à conclusão da edição.

Desde a cena dramática da leitura do texto antigo por Amom, passando pelos gritos e palavras de ordem na batalha pela libertação do Kanhdaq, até as expressões dos militares que tentam impedir a revolução do povo, Salazar desenha com perfeição todas as emoções que fazem dessa história algo memorável.

4d1f04ee4a8862e178c09265d02ab86e

Por outro lado, quando se trata de retratar o Adão Negro, algumas vezes se nota alguma inconsistência aqui e ali, apesar de que Salazar por outro lado consegue mostrar toda a intensidade e personalidade do vilão, contribuindo imensamente para a força de sua narrativa visual.

E no único momento em que a narrativa da saga “Forever Evil” é introduzida na história, o Adão Negro deixa bem claro para os membros do Sindicato do Crime que esse planeta tem um protetor… Não se metam com ele!

S_Final

Na semana anterior, aqui no Santuário…

semana#3

Anúncios

6 comentários sobre “Liga da Justiça da América #7.4 – ou… ADÃO NEGRO #1 !!!

  1. Eu sempre disse e continuo dizendo. A revitalização da JSA trouxe uma nova vida para Teth Adam e que sinceramente é bem melhor que a construção do personagem no seu início. É de muita felicidade saber que pelo menos isso ainda persiste. Prá mim ele sempre será o herói incompreendido.

    Curtir

  2. EDITORIAL SANTUÁRIO:

    Terça- Mês dos vilões: Adão Negro
    Quarta- Mês dos Vilões: Grodd
    Quinta- Quadrinhos
    Sexta- Agora imagine Neil Gaiman recriando o Universo Marvel em 1602!
    Sábado- Umas tiras da pesada
    Domingo- O Estranho Beijo de Warren Ellis: “I am Providence”

    tardis

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s