FABULOSOS VINGADORES #10 – Os dois lados da mesma moeda

PrimeiraImpressao_02

por Venerável Victor “fabuloso tratador de macacos” Vaughan

Img-de-CapaUXm#10Essa revista tem muita coisa para se amar, pois ela é uma continuação natural do anterior trabalho de Rick Remender na Fabulosa X-Force e muita da maravilhosa mitologia do vilão Apocalypse é trabalhada aqui, mas algumas decisões na execução dessa história deixam a desejar.

Publicada originalmente no site irmão: Iluminerds

O principal problema pode estar no tamanho da saga que Remender está escrevendo. Isso não quer dizer que ele não pode trabalhar uma trama imensa – tramas extensas são excelentes quando muito bem feitas -, mas, ao que parece, o roteirista não tem espaço suficiente para elaborar tudo o que planejou sem que cada um dos personagens tenha que protagonizar monólogos imensos que desperdiçam metade da arte de Daniel Acuña.

70147301784d02f8993f19c4fb47ec1a

Explicar por que o Capitão América é tão habilidoso e imprevisível? Uma página inteira para isso. Nos lembrar de como o mutante Banshee morreu? Outra página inteira. A Feiticeira Escarlate conferindo suas atualizações no facebook? Uma página dupla… Até mesmo caixas de texto narradas na “terceira pessoa” explicam porque o Ceifador era uma praga quando criança momentos antes de ele aparecer na aventura.

A revista inteira parece mostrar narrações após narrações, explicando cada vez mais coisas que estão acontecendo do que as coisas realmente acontecendo. O que é uma pena, já que tanto conflito interessante está de fato acontecendo ao fundo da narração.

Quando a história realmente parece engrenar aqui e ali, entretanto, ela surpreende. A ideia de trazer quatro personagens mortos, muito próximos aos integrantes da equipe como os novos Quatro Cavaleiros da Morte do Apocalypse é sensacional e concede ainda mais complexidade emocional para o título. O impacto poderia ser ainda maior se a capa da edição não estragasse a surpresa. Mas a culpa é da indústria de quadrinhos e não dos autores com certeza.

UNCAVEN2012010COV_col

O desenho de seus atuais uniformes é muito mais interessante e impactante do que os que eles usavam quando ainda estavam vivos, mas ainda não está claro o quanto de suas personalidades originais foram preservadas nessa nova “encarnação”, mas suas ressurreições foram tão bem engendradas que se justificam válidas.

A trama maior conta com boas interações entre os integrantes desse novo esquadrão de Vingadores, especialmente entre a mutante Vampira e Thor. Acuña desenha cada um deles com maestria. Sua arte também parece ser ideal para representar a Feiticeira Escarlate e o Magnun. O contraste entre o visual dos vilões e dos heróis é lindo e o desenhista, aqui e ali, sempre que pode, brinda o leitor com diversas referências da mitologia dos Maiores Heróis da Terra.

Todos os grandes conceitos que essa história pode nos presentear estão aqui: os filhos gêmeos do Apocalypse, os Quatro Cavaleiros, o mutante, Sol Nascente mostrando o quanto é espetacular… Embora a participação de Immortus ainda seja bastante confusa na trama e merece ser melhor trabalhada, Remender possibilita que cada um de seus personagens tenha bons momentos todo mês.

No fim de tudo, Fabulosos Vingadores é uma boa revista com alguns problemas. O enredo em si é épico, mas algumas vezes narrado de uma forma imprópria. Daniel Acuña está cada vez melhor apesar de, às vezes, esquecer-se de como desenhar uma expressão facial. Esse é definitivamente um título que encaixa perfeitamente para o fã da antiga Fabulosa X-Force, de Remender, mas se você estiver à procura das antigas aventuras dos Vingadores é melhor ler outra revista da franquia ou, então, ter a paciência necessária para ver até onde a imaginação de seus criadores podem te levar.

UA10_04_zps3841e3ea

S_Final

 

Na semana anterior, aqui no Santuário

semana#6

Anúncios

3 comentários sobre “FABULOSOS VINGADORES #10 – Os dois lados da mesma moeda

  1. Quando se fala em história em quadrinhos, estamos falando de histórias ilustradas, então acho que o texto tem que dá espaço para a arte. Os Quatro Cavaleiros da Morte foram bem escolhidos. Rick Remender deve tá preparando alguma coisa grande para as próximas edições.

    Curtir

  2. E depois reclamam que o Bendis é que criava muitos textos…estou ansioso pra ler essa aventura e saber os novos rumos dos Vingadores(pra melhor ou pra pior)!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s