DIABLO III – Domine seu medo!

diabloResenha de Diablo: Espada da Justiça # 1

Por Rodrigo Garrit

Existe uma guerra primordial entre o Alto Paraíso e o Inferno Ardente. Anjos e demônios se digladiam sem nunca encontrar um vencedor. Diante da equivalência de poder entre as partes, foi estabelecida uma trégua, e criado um novo mundo separando Céu de Inferno com neutralidade. Eles chamaram esse lugar de Santuário.

Como ato de boa fé, uma dádiva foi entregue na forma de uma pedra mística, àquela que deu à luz ao Santuário, guardada no Monte Arreat, e cujo poder é incomparável.

E foi estabelecido que enquanto houver o Santuário, haverá equilíbrio. Mas esse equilíbrio sempre existiu de modo delicado, pendendo nas mãos de anjos, homens e demônios, apenas aguardando o momento certo de invadir esse lugar sagrado e tomar o poder, vencendo a guerra de uma vez, ou simplesmente destruindo tudo o que existe.

Um jovem forasteiro ouve atentamente as palavras de um velho vidente cego que conta histórias sobre a criação do Santuário e dos terríveis forças do bem e do mal envolvidas numa guerra profana que se arrasta por séculos, numa contenda onde os maiores prejudicados sempre são os homens. Não bastasse isso, as profecias dizem que o equilíbrio está para ser rompido e uma grande desgraça não tardará a se abater sobre todos.

Esse jovem, Jacob, parte em uma jornada em busca da pedra mística, “Worldstone”, uma estrela que caiu do céu e pode ser a resposta para os mistérios que se ocultam nas sombras do reino.

Durante sua trajetória, ele tem vislumbres de seu passado, onde são reveladas suas origens, um passado de realeza e tragédias.

Diablo: Espada da Justiça é uma minissérie em cinco edições da DC Comics, com roteiro de Aaron Willionms e arte de Joseph Lacroix e Dave Stewart. Ela vem na onda do sucesso do recém lançado jogo Diablo III, e serve de aquecimento para os fãs dessa franquia, embora a história do gibi se passe no contexto do jogo, não acompanha o mesmo momento nem os mesmos personagens (pelo menos nessa primeira edição). A história funciona de forma independente, mas quem está jogando a nova versão de Diablo vai reconhecer ali vários elementos do game. O personagem Jacob tem uma bagagem histórica bem rica a ser explorada e parece interessante vê-lo atravessar cada capítulo dessa história como quem passa de fase, lidando com os perigos do Santuário.

Uma boa pedida para os fãs de longa data da série de games, mas também uma opção interessante para aqueles que gostam de uma boa aventura medieval.

A arte da série lembra muito o clima sombrio das histórias do Hellboy de Mike Mignola, não por acaso, Dave Stewart é um colaborador frequente dessas histórias, tendo arte-finalizado muitas delas.  Convenhamos, o estilo Mignola é perfeito para esse tipo de história.

Caso você tenha estado fora do planeta nos últimos anos ou acabou de despertar de um coma profundo e não saiba do que se trata, assista o vídeo abaixo e conheça Diablo, com as bênçãos do Santuário…

O mapa oficial do Santuário, o mundo onde se passa a história do game e do gibi.
Clique AQUI para curtir nossa página no Facebook! É gratuito e sempre será!
Clique AQUI para curtir nossa página no Facebook! É gratuito e sempre será!
Anúncios

10 comentários sobre “DIABLO III – Domine seu medo!

  1. Se não me engano não é a primeira HQ da serie do jogo, existe uma outra edição bem anterior, muito boa tambem. Parabens pela postagem.

    Curtir

  2. Acabei de descobrir que eu acordei de um coma profundo num planeta muito, muito distante! AUAHUAAHAHAUAHAHA, tudo bem…”Tudo está perdido mas existem possibilidades”, afinal, Renato Russo morreu, mas Wagner Moura vai cantar no lugar dele com Dado e Bonfá num tributo a Legião Urbana esse mês em São Paulo, portanto, vou buscar ler essa mini… 😉
    LOUCOOOOOOO EU !!!

    Curtir

  3. Nossa, interessantíssimo, não sabia que a DC tinha abraçado a ideia de publicar uma HQ de Diablo, onde existe uma história bem rica e que a Blizzard melhorou a cada edição!

    Ansioso para Ler e ver se a HQ mantém o mesmo nível do jogo!

    Curtir

    1. A DC tem essa tradição de adaptar jogos para HQs, mas nem sempre a resultado agrada os fãs dos games… no caso de Diablo, essa primeira edição me pareceu bem promissora. Mas a concorrência tá difícil, porque o jogo tá infernal… hehehe…

      Abraços!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s