LIGA DA JUSTIÇA 3000 #1 – Eles não são os justiceiros que você conhece!

Arquivos do Cadmus

por Venerável Victor “tratador de macacos do século XXX” Vaughan

Img-de-CapaJL3000Uma vez que você viva no século trinta e um, quem seriam seus heróis? Aqui existem o Super Homem, Batman, Mulher Maravilha, Flash e o Lanterna Verde. A Liga da Justiça, renascida para trazer aos cidadãos desse mundo o paraíso que eles julgavam existir nos séculos passados. Mas terão esses heróis capacidade para fazer isso?

Alguns desses super heróis que podemos ver nesse primeiro número de “Liga da Justiça 3000”, parecem gostar mais de esganar as gargantas uns dos outros do que realmente restaurar a paz e harmonia ao nosso mundo: Batman e Super Homem se odeiam e a Mulher Maravilha é um metro e oitenta de puro ódio amazônico. O Flash fica nervoso de conviver com os três e para o Lanterna Verde falta o controle da energia esmeralda da “Força de Vontade” que ele um dia comandou…

Um dia??? Sim, Esses são Clark, Bruce, Diana, Hal e Barry, mas ao mesmo tempo, não! Recriados através de células guardadas por mil anos pelo projeto Cadmus, falta a eles muito das motivações que seus predecessores possuíam e todas as experiências que fizeram com que os originais fossem os heróis que eram.

Portanto, Super Homem e Batman sabem que eles “eram” no passado melhores amigos, mas certamente agora não entendem como era possível. O Flash possui sua supervelocidade, mas não a “aura” que o protegia da fricção e atrito com o ar. Diana não possui qualquer sinal de humanidade e a energia que Hal comanda, não vem do planeta Ao (sede dos auto proclamados Guardiões do Universo), portanto lhe falta a habilidade para comandá-la com a maestria que na sua encarnação passada possuía.

JL3000_Cv1

Eles querem de fato fazer o trabalho para o qual foram trazidos de volta à vida?… Heroísmo motivado por programação dos cientistas? Eles certamente não sabem.

Mas os industrialistas gêmeos adolescentes Teri e Terry (uma certamente homenagem aos gêmeos do antigo desenho dos Superamigos), que dirigem o projeto: Liga da Justiça, sabem essas respostas. Essa complicada dupla do Projeto Cadmus está pensando no bem maior da humanidade – ao mesmo tempo em que cogitam matar a diretora original dessa empreitada: Ariel Masters, sua antiga mentora.

É muito interessante poder ao acompanhar página por página dessa edição, ver o que os justiceiros podem ou não fazer, mas o conflito emocional entre eles é o ponto alto desse capítulo. Um dos melhores momentos desse número é uma sequência em que os gêmeos descrevem um a um dos integrantes da Liga, de fora da ação principal. E nós conhecemos ali um pouco de suas personalidades. Essa é uma cena muito bem escrita pelos roteiristas Keith Giffen e JM DeMatteis e genialmente desenhada por Howard Porter, desenhista que em outras oportunidades no passado se disse fã do trabalho de Giffen na Legião dos Super Heróis.

Falando de Porter, ele se superou muito nesse novo título, trazendo a vida um futuro negro, mas não macabro. O leitor certamente irá querer passar um bom tempo ali, explorando avenidas, tentando conhecer melhor seus habitantes, mas evitem certos “vermes” que perambulam pela cidade – os pássaros e insetos mecânicos do “Mundo Cadmus” são mais interessantes…

Os uniformes dessa nossa nova Liga é que causam alguma discórdia. O Batman parece “Beyond” (ou “Do futuro”) demais, em referência a famosa série dos desenhos e posteriormente quadrinhos. O Flash possui óculos que nunca colaca ao correr e o Lanterna Verde roubou os lençóis da cama do Monstro do Pântano para se cobrir e flutuar por aí.

3113869-flash

Os escritores que nos anos oitenta estiveram por trás do enorme sucesso que foi o título “Liga da justiça”, fizeram “das suas” de novo. Aqui temos alguma distopia, mas as coisas não estão tão ruins assim – a Liga voltou para trazer esperança para esse mundo e alguém duvida que boas comédias ainda vão ser apreciadas pelo caminho?

O principal a ser dito aqui é que ao contrário da grande maioria esmagadora dos Novos 52 outros títulos da DC, a “Liga da Justiça 3000” nos dá a impressão de que foi bem projetada e tem uma história muito interessante para nos contar. Os criadores aqui nessa obra parecem livres para seguir seu próprio caminho. Fora que as referências aos conceitos clássicos do “Grande Desastre” e ao Projeto Cadmus, todos de Jack Kirby, são maravilhosos e intrigantes mistérios da antiga continuidade agora presentes aqui… Fatos que possivelmente não acontecerão exatamente de forma semelhante ao que já foi visto.

Detalhe… Não há como dizer que esse Flash apresentado nesse título é realmente Barry Allen – que tem cabelos loiros e olhos azuis – esse camarada super veloz tem cabelos ruivos e olhos verdes, exatamente como um certo Wally West. Teria alguém nos laboratórios do Cadmus errado na escolha da Placa de Petri para o experimento ?

3452265-jl3000_cv1_r1_1n504xo4zl_

O grande elefante branco nessa história toda é a Legião dos Super Heróis – onde estão os maiores heróis do século XXXI nessa continuidade? Não existem pistas da sua existência nessa Terra, talvez eles estejam no futuro da “Terra 2” ???

Agradeço aos dois queridos roteiristas por terem a confiança de apresentar já no primeiro número ao leitor os conceitos que serão trabalhados durante a jornada dessa revista. A grande maioria dos títulos no Mercado hoje em dia mantém o “mistério” sobre a que vêm, para nos manter comprando as edições seguintes, é preciso muita coragem para remar na direção oposta do mercado. Esses são os nossos heróis amados de outrora, mas a missão que agora renasceram para cumprir, não será fácil para eles.

S_Final

teaser-02

Anúncios

7 comentários sobre “LIGA DA JUSTIÇA 3000 #1 – Eles não são os justiceiros que você conhece!

  1. Como escrevi lá no BdE (e evitei de ler aqui antes para não ser contaminado por vossa opinião), achei que carregaram demais esta edição de informações, perdendo um pouco o ritmo. O conceito foi apresentado, fica a expectativa do desenvolvimento a seguir. Enfim, foi bom, mas o futuro do futuro parece mais promissor. Aguardemos as cenas dos próximos capítulos!

    Curtir

  2. Uma Liga da Justiça “rebelde”!Realmente promete boas histórias! Os desenhos estão muito bons!espero que faça sucesso!

    Curtir

  3. Só pelo fato de ter Keith Giffen e JM DeMatteis no comando, já vale conferir… não sei se erá um retorno a era cômica da Liga, mas eles já provaram que são bons em outros gênros também. Eu já era fã Howard Porter quando ele desenhava a Liga do Grant Morrison… eu sei que ele teve problemas de saúde que quase acabaram com a sua carreira de desenhista e é bom saber que ele se recuperou e retornou com força total. De resto, parece ser um título bem instigante, cheio de mistérios…. quem são de verdade esses novos membros da Liga? Cadê a Legião? Isso é no futuro de qual Terra? Cadê o Terry McGinnis? Não sei. Mas tô doido pra descobrir.

    Valeu pelo grande texto, Victor, estava mesmo querendo saber mais sobre esse título!

    Curtir

  4. É…..não é a do futuro 1 milhão, não tem vestígios de Camelot 3000, mas tem uma coisa que a original teve em suas várias recaptulações: a desconfiança e falta de sincronia entre os membros. Isso é normal pois como V3 disse, carregar gens é uma coisa e acumular conhecimento é outra. Visto, a versão mais recente do Superboy e que prevalece até no N52. Esses títulos já deram coisas bem interessantes e que tiveram liberdade para contar suas histórias (2 maiorres evidências são o “Dial H” e Etrigan e a sua trupe). Minha curiosidade maior ficou em saber do paradeiro da Legião (que já apareceu nos N52 mas eu desconheço em que pé está). As observações são pertinentes Victor e torço para que esta equipe não perca o foco. PS: Bem que poderiam ressucitar o Kamandi também, não?

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s