Future Quest # 01 – “Eu vejo o futuro repetir o passado, eu vejo um museu de grandes novidades… o tempo não pára!”

Resenha de Future Quest # 01

Por Henry Garrit

Chk45WHWEAApO1i

Recentemente a DC Comics lançous vários títulos baseados em antigos e consagrados personagens da Hanna Barbera. Nesse pacote, poderemos ter a oportunidade de rever de forma atualizada as histórias dos Flintstones, Scooby Apocalypse, Corrida Maluca e… Future Quest!

Mas do que se trata Future Quest?

A proposta da revista é reunir num único título vários heróis e fazê-los interagir em histórias com aventura do começo ao fim. Para esse primeiro número, ainda é cedo dizer que eles irão conseguir concretizar essa meta de forma satisfatória, mas a HQ começou com o pé direito e acertou muito na caracterização dos personagens e no recurso criado para explicar como pessoas de mundos, ou até mesmo tempos diferentes, poderão coexistir.

Logo de cara temos um breve flashback, onde um conto espacial nos revela parte da origem do Space Ghost… o que pra mim já valeu muito, sempre quis saber como ele se tornou o soturno herói do espaço. De modo análogo, também ficamos sabendo bastante sobre o passado do Dr. Quest e sua família, então, meio que é uma história de origens, muito embora esse não seja nem de longe o seu foco.

A narrativa é tocada pelas aventuras do jovem Johnny Quest, seu irmão Hadji, Race Bannon, o cãozinho Bandit e seu pai, o conceituado cientista, Dr. Quest, que está pesquisando vários “vórtices” ao redor do mundo, os quais parecem ser portais que podem ser usados para acessar outros mundos e até outras épocas. Assim, temos vislumbres através dessas fissuras de outros personagens dos clássicos da Hanna Barbera que deverão se juntar ao time. É claro que já existem vilões esperando a oportunidade de usar os vórtices em proveito próprio; o terrível Dr. Zin, aliado à organização terrorista conhecida como F.E.A.R. e não bastasse esse fenômeno estranho que por si só que pode ameaçar toda a realidade, nem todos que surgem através dos portais são exatamente amigáveis…

Daqui em diante, as possibilidades de fazer grandes histórias são riquíssimas, pois estamos falando de personagens com grande bagagem histórica e que já voltam com muitos fãs ávidos por revê-los em ação.

FUTURE_QUEST_1-copy_56b4fda43f1181.33574884

Eu confesso que me deixei levar pela nostalgia e a empolgação de ver todos esses personagens juntos na mesma história, ainda mais sabendo que mais irão chegar.  Mas o fato é que, com um roteiro dinâmico e bem desenvolvido, ligando todos os pontos para unir as várias franquias e com desenhos espetaculares e muito bem executados de Evan Shaner e Steve Rude, não havia mesmo como essa reunião dar errado.

Se essa qualidade se manter, podermos contar com um título de sucesso por vários e vários anos…

Fico muito feliz com essa iniciativa, que além de trazer de volta em grande estilo esses clássicos, reapresentando-os para uma nova geração de leitores, ainda entrega uma ótima história que não irá decepcionar os fãs das antigas.

Future-Quest

FUTURE QUEST # 01

Jeff Parker – Roteiro

Evan Shaner & Steve Rude – Desenhos

Anúncios

Um comentário sobre “Future Quest # 01 – “Eu vejo o futuro repetir o passado, eu vejo um museu de grandes novidades… o tempo não pára!”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s