CYBORG 009 – Call Of Justice

Conheça um pouco mais sobre a nova versão desse clássico!

cyborg-009-call-of-justice-01b

O poder sem coração é poder nenhum!

Por Rodrigo Garrit

Cyborg 009 estreou na Netflix totalmente reformulado para a época atual e com recursos de animação de ponta. Para quem não sabe, o anime é baseado no mangá criado em 1964 por Shotaro Ishinomori. Já foram produzidas diversas animações e filmes para a franquia. Essa última versão foi lançada no Japão pela TOHO Animation como uma trilogia de filmes que agora adquiridos pela Netflix, foram convertidos em doze episódios.

tumblr_inline_ntbheefcit1qch9m8_500

Quem São Eles?

A história conta as aventuras de nove ciborgues e seu mentor, o Professor Isaac Gilmore. Ele era um cientista que trabalhava para uma agência conhecida como Black Ghost. Isaac acreditava que estava ajudando a humanidade, mas descobriu que as intenções da agência não eram nada boas, a começar com os humanos usados como cobaias para se tornarem ciborgues. Nenhum deles foi voluntário para o projeto, eles foram raptados e usados no experimento contra sua vontade. Ao descobrir isso, Isaac se torna um desertor e os ajuda a fugir. Desiludidos e com suas vidas totalmente transformadas, eles decidem se unir para destruir a Black Ghost para impedir que eles continuem com seus experimentos, além de é claro, frustrar seus planos de dominação global.

tumblr_inline_n96rk6nrqu1ski3jk

A equipe de ciborgues conta com o Professor Isaac Gilmore, seu grande mentor e fiel amigo. Isaac é um grande cientista, tendo sido responsável pela construção de seus corpos cibernéticos. A equipe é formada por:

Ciborgue 001 – Ivan Wisky. Russo. Ivan é apenas um bebê, mas é superinteligente, possuí habilidades psíquicas, o que incluí telecinese e telepatia, além de ser capaz de realizar teletransportes. Depois de empregar grandes quantidades de energia, ele precisa hibernar por vários dias para se recompor.

Ciborgue 002 – Jet Link. Americano. Pode voar através de jatos que implantados em seu corpo cibernético, sendo capaz de alcançar a velocidade do som.

Ciborgue 003 – Françoise Arnoul. Francesa.  Super sentidos ampliados muito além da capacidade humana.

Ciborgue 004 – Albert Heinrich. Alemão. Pode converter partes do seu corpo em armas de grande poder bélico.

Ciborgue 005 – Geronimo Junior. Americano.  Possui força descomunal.

Ciborgue 006 – Chang Changku. Chinês. Pode cuspir fogo e gerar temperaturas elevadíssimas. É um grande chefe de cozinha.

Ciborgue 007 – Great Britain. Inglês.  Pode alterar a estrutura molecular de seu corpo.

Ciborgue 008 – Pyunma. Nigeriano. É dono de um sistema respiratório aperfeiçoado que o permite sobreviver em grandes profundidades marítimas.

Ciborgue 009 – Joe Shimamura. Japonês.  Equipado com um “acelerador” que o permite se mover em alta velocidade.

cyborg-009-call-of-justice-premieres-on-netflix-this-weekend

Uma Nova Era

A mais nova versão desse clássico da animação japonesa começa de onde a versão anterior terminou; após derrotar a Black Ghost numa batalha épica, os ciborgues permanecem juntos, tentando levar uma vida normal, prestando auxílio quando necessário. Mas com o tempo, a humanidade conseguiu lidar com as ameaças sozinha, pelo menos em parte, com a ajuda dos Guardians, uma equipe militar munida de armaduras de combate comandadas pela ONU prontas para entrar em ação sempre que for preciso.

No entanto a relativa paz e o anonimato dos ciborgues não duraria para sempre, como era de se esperar. Eles são procurados em sua casa por uma repórter chamada Lucy Davenport que diz não apenas conhecer seu segredo como ter provas de que eles são os ciborgues que lutaram pela humanidade anos atrás. A verdade porém, era que ela queria apenas ter certeza de que eles eram quem eram para lhes pedir ajuda. Seu pai havia sido assassinado recentemente ao investigar um grupo de indivíduos superpoderosos e supostamente imortais que controlam o destino da humanidade há centenas de anos. Esse grupo, conhecido como “Blessed”, aparentemente havia se cansado de assistir a tudo dos bastidores e começou a tomar atitudes mais ofensivas, no intuito de pôr em prática um plano mirabolante de reiniciar a humanidade, matando milhões de pessoas no processo. A partir daí, os ciborgues cancelam de vez sua aposentadoria e voltam com tudo aos combates em cenas de luta extraordinárias e muitas batalhas emocionantes.

cyborg-009-pv-3-1000x600

Eu penso neles como uma versão japonesa dos X-Men, numa comparação não pejorativa para nenhum dos lados. Cada um dos ciborgues tem um poder diferente, eles são guerreiros, mas também são uma família e usam seus dons para tornar o mundo um lugar melhor.

Apresentado como uma “produção original da Netflix”, Cyborg 009 me surpreendeu positivamente como uma animação de alta qualidade, com uma boa história e grandes sequencias de ação. Claro que existem problemas, como a descaracterização de alguns personagens em relação a versão original e alguns episódios arrastados, além de algumas explicações confusas para determinadas situações. A sequência final foi poética mas deixou algumas questões em aberto que, assim espero, sejam dissolvidas numa “segunda temporada”.

No mais, Cyborgue 009 é uma boa opção para novos fãs conhecerem os personagens, e eventualmente se aprofundarem mais em sua versão clássica, além de conceder um retorno digno desses heróis tão queridos.

9594c6f6b53ca7f2e36f14ef5953e9e853a3da52

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s