CRAZYHEAD – A Série do Mesmo Criador de Misfits que Não é a Buffy!

crazyhead2

Por Henry Garrit

A jovem Amy (Cara Theobold) é atacada por um homem com feições demoníacas que aparentemente só ela consegue enxergar, mas é salva por Raquel (Susan Wokoma), uma “caçadora de demônios”. Depois disso, a vida de nenhuma das duas seria mesma.

Quando eu comecei a assistir, (depois de adiar inúmeras vezes), estava buscando alguma coisa de Buffy, já sabendo que provavelmente não haveria nada de Buffy…  e eu não poderia estar mais enganado…  bem, mais ou menos. Tirando o fato de termos duas jovens combatendo forças sobrenaturais malignas, e até mesmo um certo “clima” parecido com a série da Caça-Vampiros, não existe nenhuma semelhança gritante entre Crazyhead e Buffy, e acredite, essa é a melhor notícia…

Crazyhead - Cara Theobold, Susan Wokoma and Lewis Reeves)

O que temos aqui é uma série de terror/comédia (pois é), com protagonistas carismáticas, personagens que não se encaixam nos meios onde transitam, sentem-se excluídas e rejeitadas e por isso mesmo forjam uma amizade poderosa rapidamente. O grande lance é que elas meio que não tinham mesmo muita escolha e suas vidas não tomariam um rumo nada comum independente de qualquer decisão que tomassem. Embora não seja isenta de clichês e outros elementos que já vimos em diversas histórias, Crazyhead tem identidade, e por isso não merece ser comparada ou mesmo julgada como uma versão inferior de Buffy. Longe disso, mesmo com seus altos e baixos, a série se sustenta bem com as próprias pernas.

Embora tenha como pano de fundo o embate das meninas contra os demônios que querem matá-las, a trama se desenvolve também acerca de seus relacionamentos e interação com os coadjuvantes, o que rende momentos muito divertidos. Nesse âmbito, temos Jake (Lewis Reeves), um rapaz totalmente apaixonado por Amy, mas por quem ela nutre apenas uma amizade. Jake acaba caindo de para-quedas nos problemas delas com o sobrenatural, se mostrando um aliado importante. Outro que rende situações hilárias é Tyler (Arinze Kene), irmão de Raquel, que se envolve romanticamente com Amy, mas nem desconfia que ela e sua irmã tem qualquer envolvimento com o oculto.

crazyhead_group
Raquel, Amy e Jake

Um ponto interessante da história é que quando um demônio possui uma pessoa, ele parece adquirir parte da personalidade dela. Talvez por isso existam alguns (poucos) demônios “bons”, que até ajudam Raquel a caçar outros como eles. Uma situação que reforça essa hipótese é a personagem Mercy (Lu Corfield), um dos piores calos no sapato das caçadoras, que protagoniza cenas decisivas, repletas de atos violentos contra elas e os outros à sua volta. No entanto, ela continua preocupada com os horários da babá de seu filho (ou melhor, o filho de sua hospedeira) e protege o garoto mesmo que tecnicamente não fosse obrigada a fazer isso. Esse aspecto também fica evidente quando observamos o comportamento dos personagens Sawyer (Luke Allen-Gale) e Harry (Charlie Archer).

No decorrer dos episódios a série foi me conquistando com seu humor sarcástico, diálogos debochados e a grande falta de compromisso com a realidade, que eu considero um ponto muito positivo. Não existe, ou quase não existe, a fase de “negação” em que geralmente os personagens de histórias do gênero entram. O sobrenatural é jogado na cara deles e do telespectador. Um exorcismo é realizado. As garotas precisam correr contra o tempo para salvar a vida da melhor amiga de Amy, Suzanne (Ryann Steele). E as consequências continuam se desenrolando numa vertiginosa sequência de eventos, onde a história das personagens é aprofundada, principalmente Raquel, que faz descobertas de seu passado que retornam de forma explosiva, tornando-a a chave para o grande plano do mestre dos demônios, Callum (Tony Curran).

Mercy
Mercy

A série foi criada por Howard Overman, o mesmo de Misfits, e está disponível na Netflix. Misturando elementos de terror com humor, Crazyhead acaba se tornando uma opção divertida que não vai substituir o lugar de Buffy no coração dos fãs… mas talvez ganhe um espaço exclusivo lá.

Ficha Técnica:
Título Original: Crazyhead;
País: Reino Unido;
Status: Em Andamento;
Número de temporadas: 1;
Número de episódios: 6;
Duração: 57 min;
Gênero: Comédia , Drama, Terror;
Elenco: Cara Theobold, Susan Wokoma, Arinze Kene, Lewis Reeves, Riann Steele, Luke Allen-Gale, Charlie Archer e Tony Curran.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s