Crônicas de Lankhmar: As Aventuras de Fafhrd & Gatuno!

Por Rodrigo Garrit

Resenha do encadernado da Dark Horse Books lançado no Brasil pela Devir Livraria.

Quando o bárbaro Fafhrd conheceu o pequeno e ágil Gatuno, teria ele a mais vaga noção do quanto suas vidas estariam a partir daquele momento irremediavelmente entrelaçadas pelo destino?

Unidos pela tragédia ou pela sede de aventuras (e muito, muito, muito vinho), os dois vão de encontro a algumas das situações mais bizarras e enfrentam seres mágicos, lugares assombrados e ameaças além da compreensão humana nessa série de contos adaptados da obra de Fritz Leiber por Howard Chaykin com arte de Mike Mignola e arte-final de Al Williamson; nos anos noventa, antes da criação do que viria a ser seu grande sucesso, Hellboy, Mignola já se mostrava um promissor talento pronto a deixar sua marca. E não podia estar em melhor companhia, pois Chaykin, além de outra lenda dos quadrinhos revelou ser um grande fã da obra de Leiber, não por acaso temos aqui roteiros tão bem amarrados e diálogos muitíssimo bem escritos em histórias de “Capa e Feitiçaria” da melhor qualidade, que na verdade, bebem de uma das fontes do gênero.

 

Quem são eles?

Obra da imaginação do mestre Fritz Leiber, Fafhrd e Gatuno (Gray Mouser no original) surgiram em 1939 numa série de contos que possivelmente inaugurou (ou ajudou a inaugurar junto a outros autores contemporâneos, ao qual podemos incluir por exemplo Michael Morcoock, e Robert E. Howard, criador de Conan, o Bárbaro) o gênero de “Espada e Feitiçaria”. Eles vivem no mundo de Nehwon, mais especificamente na cidade de Lankhmar, onde se conheceram, muito embora não seja raro embarcarem em longas viagens por outros reinos sempre envolvidos em problemas e mais aventuras.

 

Essa adaptação da Dark Horse para os quadrinhos narrando as peripécias da dupla se deu originalmente em 1991 sob o título “Fafhrd and the Gray Mouser” nos EUA , e é a combinação perfeita de roteiro e arte, unida aos contos de Lieber escolhidos a dedo para essa coletânea que fazem com que a leitura mantenha sua fluidez e mantenha o leitor interessado até a última página. Cada conto é uma história fechada e independente, e embora siga uma certa continuidade, poderiam ser lidos separadamente. A trama contém momentos de exímia perícia dos criadores, algo que faz falta em muitas produções recentes. Fafhrd e Gatuno são os protagonistas, mas não são heróis no sentido exato da palavra. Ambos são produtos de seu tempo e sua cultura, “dançando conforme a música” para sobreviver. Nem todas as suas atitudes são altruístas, e a maioria das coisas que eles fazem não são nem um pouco politicamente corretas. Isso faz deles personagens críveis, apesar de estarmos falando de histórias de fantasia, eles são humanos, sem pretensões maiores do que cuidar de suas próprias vidas, com um senso próprio (e limitado) de moral, atravessando desertos e tempestades em busca de paz, vinho e mulheres. O resultado disso são histórias muito divertidas que se destacam pela qualidade do texto que brilha tanto quanto a bela arte de Mignola. Fafhrd e Gatuno querem a paz (tanto quanto um bárbaro e um aventureiro podem querer) mas é claro que a vida deles não é nem um pouco pacata, o que o leitor irá descobrir ao destrinchar as 200 páginas do encadernado, onde encontrará todos os elementos sobrenaturais de terror que Mike Mignola sabe como ninguém ilustrar.

Os contos cobrem a vida deles sob diversos ângulos e épocas, com destaque para “A Torre Assombrada“, “O Preço do Alívio” e “O Bazar Bizarro” onde vemos mais da interação deles com os bruxos Ningauble dos Sete Olhos e Sheelba da Face Sem Olhos, criaturas sinistras, misteriosas e muitíssimo interessantes, recorrentes nas histórias.

Uma obra indispensável para conhecer ou relembrar os mitos criados por Fritz Leiber, adaptados de forma extremamente competente.

Leia também:

O BATMAN DE MIKE MIGNOLA: SANCTUM!

ODISSEIA CÓSMICA DE JIM STARLIN E MIKE MIGNOLA: NOVOS DEUSES E VELHOS MONSTROS!

AS ESTRANHAS METÁFORAS DO DESTINO: TRIUNFO E TORMENTO DE ROGER STERN E MIKE MIGNOLA!

ZOMBIE WORLD DE MIKE MIGNOLA – SOBRE VERMES E MONSTROS!

HELLBOY APRESENTA: FRANKENSTEIN – ENTRE O CÉU E O INFERNO

THE WITCHER – A CASA DE VIDRO

HELLBOY – A MÃO DIREITA DA PERDIÇÃO E UM MACACO COM UMA ARMA NA MÃO, DARK HORSE COMICS

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s