Camelot 3000

Foto-3

Por Henry Garrit

Uma das lendas mais conhecidas e cultuadas do planeta é a do Rei Arthur, o bravo monarca que arrancou a mística Excalibur da pedra e guiou sua Távola Redonda de honrados cavaleiros contra as forças malignas que ameaçavam o reino de Camelot. Ao lado do mago Merlin, Arthur teria seu nome imortalizado e ele mesmo, segundo diz a profecia, voltaria dos mortos para um dia comandar de novo em prol da humanidade.

Mesmo que esse dia fosse mais longínquo do que se imaginara, num futuro bem distante daquele onde as fábulas de Camelot ocorreram. E foi assim, num novo reino de tecnologia avançada e raças alienígenas que o Rei Arthur e alguns de seus mais fiéis súditos renasceram.

E assim começa a lenda de CAMELOT 3000!

750bd11d2a1797718db5956321aeee03cfb55a79_hq

A década de 80 originou alguns dos mais famosos quadrinhos voltados para adultos. Foi onde o selo Vertigo foi criado, justamente para aportar esse tipo de material. Mas antes dele, algumas obras se sobressaíram e possibilitaram que esse seguimento fosse melhor explorado. Certamente, a assim chamada “invasão britânica” (quando vários artistas ingleses começaram a trabalhar para editoras americanas) contribuiu muito para esse movimento. Não há dúvidas que o Monstro do Pântano de Alan Moore (título onde foi criado o personagem John Constantine) e o Sandman de Neil Gaiman deram um enorme impulso nesse sentido, muito embora, o Batman de Frank Miller (que não é inglês) mereça também muito crédito pela construção da cena desse período.

Só que antes do surgimento da Vertigo, a DC testou um novo tipo de quadrinho mais maduro, lançado no mercado direto sem a restrição do Comics Code Authority (um selo de regulamentação). Era CAMELOT 3000, uma maxisérie em doze números, inaugurando esse formato, (que depois seria usado em Watchmen) com histórias sem vínculo com a continuidade do Universo DC e total liberdade criativa para os autores.

camelot-3000-capa2

Com roteiros de Mike W. Barr e arte espetacular de Brian Bolland, que trouxe com ele todo aquele tom de cinismo e sobriedade da publicação inglesa 2000 AD, onde ele desenhara possivelmente a melhor versão do Juiz Dredd de todos os tempos, numa revista onde sempre existiu a preocupação em se trabalhar temáticas mais sérias mesmo dentro de gêneros como fantasia e ficção científica. E unindo essas duas temáticas, onde temos simplesmente o mais emblemático personagem da fantasia, o próprio Rei Arthur com sua mística espada Excalibur, o mago Merlin e toda a sua Távola Redonda jogados num cenário que facilmente poderia ser confundido com STAR WARS, (cuja influência na história foi confirmada pelo próprio autor) é que nasce a improvável jornada do lendário monarca em um futuro tecnológico, que contrariando todo o estranhamento desse choque cultural, é perfeitamente bem sucedida ao unir esses dois universos e criar uma história coesa e muitíssimo bem contada, que não por acaso, veio a se tornar mais um clássico da editora das lendas.

Camelot 5

Tratando de temas como diferenças entre classes, guerras,  manipulações políticas e uma poderosa discussão sobre transexualidade envolvendo o cavaleiro Tristão, CAMELOT 3000 é uma leitura atemporal, que poderá ser apreciada por nossos netos e os netos deles, ou até onde as pessoas ainda consigam saborear uma boa história.

Assim como a lenda do Rei Arthur narrada por Sir Thomas Malory  (que por sua vez se baseou em inúmeras versões de mitos sobre o icônico Arthur, alguns deles talvez até reais) nunca é esquecida, suas aventuras continuam habitando o imaginário humano, e sabe-se lá quando será preciso que mais uma vez o monarca ressurja, empunhando sua triunfal Excalibur para que mais uma vez não nos deixe esquecer a importância da fantasia…

 

S_Final

Curte FANTASIA e AVENTURA?

IRREALIDADES vai te surpreender ao apresentar mundos sombrios, futuros perigosamente possíveis e aventuras em guerras tecnológicas em planetas distantes!

Prefere TERROR e SUSPENSE?

Então não deixe de conhecer também  AS COISAS NO ESCURO!

Nessa breve coleção de contos, apresento-lhes alguns de meus devaneios e fantasmas, muitas de minhas próprias experiências contadas de forma absurdamente exagerada; e também revelo alguns de meus medos e esperanças.  Vocês sabem… Todas essas coisas que só vemos no escuro.

Adentre esse universo sombrio… se tiver coragem…

Clique para prévia gratuita!
Clique para prévia gratuita!

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s