AS NOVAS AMAZONAS!

novas amazonas

Por Henry Garrit

As Novas Amazonas é o novo projeto do roteirista Leonardo Santana, que já entrevistamos aqui no Santuário na época do lançamento do quadrinho F.D.P. Se não morrer ninguém não é notícia.

Leonardo é um dos mais prolíficos autores de quadrinhos nacionais, e para essa recente empreitada, o premiado roteirista uniu forças aos artistas Alex Barros, Allan Goldman, Daniel Brandão, Mauro Barbieri e Ricardo Anderson para lançar essa revista em um financiamento coletivo, através do Catarse.

O álbum das Novas Amazonas irá reunir as bravas guerreiras numa edição com 120 páginas, tamanho 16 x 25 cm e 6 histórias, além de matérias exclusivas, galeria de imagens, notas de bastidores e muito mais.

As Novas Amazonas é, ao mesmo tempo, uma série de ficção científica, aventura fantástica e também um drama que discute temas como ecologia, homossexualidade, o papel da mulher numa sociedade dominada por homens, e muitos outros assuntos sensíveis aos nossos dias.

Os apoiadores do projeto poderão adquirir o álbum por um preço promocional durante toda a campanha no Catarse além de várias recompensas exclusivas. Para conhecer e apoiar este projeto, basta clicar aqui.

As Novas Amazonas por Daniel Brandão [Arte] e Adriano Sapão [Cores] - 1024px

O autor gentilmente concordou em falar mais um pouco sobre seus projetos, o cenário atual dos Quadrinhos Nacionais, feminismo e responsabilidades sociais atreladas aos gibis.

Com a palavra, Leonardo Santana!

HENRY: Como você analisa o mercado de Quadrinhos Nacionais hoje? O que mudou desde que você começou?

LEONARDO: Houve um avanço imenso em relação à quando eu comecei. Não havia editoras interessadas em quadrinhos e quase toda a publicação era independente e bancada pelo próprio bolso. Hoje, apesar de ainda termos muito o que percorrer, é possível dizer que a situação melhorou bastante.

H: Você está lendo algum quadrinho nacional no momento? Qual você indicaria?

L: Tem muita coisa interessante sendo publicada por grandes e pequenas editoras. E tem também muita coisa legal sendo lançada de forma independente (Sobretudo pelo catarse). Os últimos quadrinhos nacionais que li foram “Calango” e Cristiano Seixas e Eduardo Pansica e “Never Die Club” de Marcello Fontana e Thony Silas. Outro quadrinho nacional que gostei bastante foi “Mensur” de Rafael Coutinho.

H: As Novas Amazonas são mulheres fortes e independentes. O que o levou a escrever sobre esse tema?

L: O tema surgiu naturalmente. O meu foco inicial era uma aventura de ficção científica como eu costumava ler nas revistas heavy metal e Aventura e ficção. Porém, quando fui realmente escrever as histórias, o conteúdo acabou sobressaindo em relação à ação. Isto é muito comum nos meus trabalhos: os personagens ganham vida e acabam tomando o rumo de suas próprias histórias.

45

H: Até onde o entretenimento tem o dever de ter também uma função social?

L: Sinceramente, não acho que tenha. Há um momento, um lugar e uma forma para abordar cada uma delas. Algumas vezes elas convergem, mas nem sempre isto tem que ser mandatório.

H: O que você acha da inclusão de minorias na arte de um modo geral?

L: Acho que a arte, como tudo na vida, não deveria ter essas barreiras ou limitações. Um trabalho, seja ele artístico ou não, não é melhor ou pior por que foi feito por um homem, uma mulher ou um transexual. Ele é a manifestação única daquela criatura que está se expressando através de sua arte.

H: O que o feminismo representa pra você? Considera-se feminista?

L: Não me considero um feminista. Considero-me uma pessoa que se preocupa com a forma como algumas mulheres são tratadas e que tem uma imensa admiração pela força das mulheres.

44

H: Você acha que existem poucas mulheres produzindo quadrinhos? A sociedade ainda enxerga isso como “coisa de menino” ou esse pensamento já se tornou obsoleto?

L: Acho que existem tantas mulheres produzindo quadrinhos quanto elas desejam produzi-los. Ou seja, o gênero nunca foi um critério para a produção de quadrinhos, mas sim o talento. Todas aquelas que quiseram entrar no mercado encontraram, na minha opinião, os mesmos problemas que os homens que desejam entrar na área encontram.

H: Quem são suas autoras preferidas dos quadrinhos?

L: Gosto muito de Carol Pimentel e Germana Viana. Também adoro as ilustrações de Adriana Melo.

H: E em outras mídias?

L: No cinema, gosto de Sofia Copolla e Angelina Jolie como diretoras e Scarlett Johansson e Audrey Hepburn como atrizes. Na literatura, Clarice Lispector.

Amazonas-goldman-pg_03-300

H: O projeto ainda está em curso, mas como está sendo a receptividade de As Novas Amazonas?

L: A receptividade tem sido boa, mas ainda estamos tendo dificuldades em alcançar mais pessoas. Alguns sites que falam de quadrinhos e cultura pop tem nos ajudado, mas é um trabalho de formiguinha pois ainda tem muita gente que não conhece o autor e nem nossos trabalhos. Por isto, toda divulgação é bem-vinda.

H: Você chegou a receber alguma crítica pelo fato de escrever uma HQ basicamente só de mulheres?

L: Sim.

Apenas Negócios(Por Leo Santana e Daniel Brandão) Pag 02

H: Por que as pessoas devem apoiar As Novas Amazonas?

L: Porque tem histórias muito legais, com bastante aventura, mulheres fortes (mas com prismas emocionais diversos) e desenhos incríveis.

H: Deixe uma mensagem para os leitores.

L: Fazer quadrinhos no Brasil, apesar de todos os avanços que tivemos nos últimos anos, continua sendo uma atividade de força e de fé. Principalmente se você não desenha (Como é o meu caso, que sou apenas roteirista). É por isto, que precisamos daquele voto de confiança, de que as pessoas acreditem que podem ter em suas mãos um produto de qualidade, que elas nos apoiem para que possamos continuar produzindo cada vez mais e melhor. Somente com a participação direta dos leitores (Comprando, lendo e criticando) é que vamos poder ter um mercado produtor de histórias em quadrinhos de qualidade cada vez mais competitivo com o que vem de fora.

 

S_Final

Curte FANTASIA e AVENTURA?

IRREALIDADES vai te surpreender ao apresentar mundos sombrios, futuros perigosamente possíveis e aventuras em guerras tecnológicas em planetas distantes!

Prefere TERROR e SUSPENSE?

Então não deixe de conhecer também  AS COISAS NO ESCURO!

Nessa breve coleção de contos, apresento-lhes alguns de meus devaneios e fantasmas, muitas de minhas próprias experiências contadas de forma absurdamente exagerada; e também revelo alguns de meus medos e esperanças.  Vocês sabem… Todas essas coisas que só vemos no escuro.

Adentre esse universo sombrio… se tiver coragem…

Clique para prévia gratuita!
Clique para prévia gratuita!

 

 

Anúncios

Um comentário sobre “AS NOVAS AMAZONAS!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s